sexta-feira, 4 de junho de 2021

Olhar intrínseco ...

 *****

Dou por mim, num olhar vazio, dúbio
Rodeada de pensamentos intrínsecos
Recordações que passaram de físicos
Ao estado, de uma alma em distúrbio
*
Um olhar perde o brilho quando sofre
E quando, humedecidos, se escondem
E de um sofrimento sigiloso, padecem
Não há sentimentos, caiando em sorte
*
E quantas vezes o meu olhar se cruzou
Com vontade, de beijar teu sentimento
Entrando da pureza do meu sofrimento
Fica a ilusão... que tudo o tempo levou
****
Cidália Ferreira 

50 comentários:

  1. Preciosos versos, Cidália.

    Feliz tarde.

    Besos.

    ResponderEliminar
  2. O Poeta e/ou a Poetisa também tem momentos de nostalgia. E, assim sendo, os poemas que saem da alma são um pouco mais melancólicos, mais tristes. Mas claro que, a poesia é assim mesmo. Nem sempre chuva, nem sempre sol. A vida é composta de sonhos reais e menos reais. Há que saber separá-los e vivê-los. É assim (também) a poesia.
    Gostei muito do poema.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A poesia é como a vida, tem de tudo...
      :)

      Eliminar
    2. Cidália,
      Eu já perdi vários comentários
      Beijos
      Lua Singular

      Eliminar
    3. De poeta/poetisa todos temos o nosso dia... umas vezes euforia...outras vezes...nostalgia.
      Um beijo eufórico

      Eliminar
  3. La mirada en mas ocasiones de las que podemos creer nos delatan y tu nos lo reflejas en tus magníficos versos.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  4. Triste ilusão! Linda poesia! beijos, chica

    ResponderEliminar
  5. Un poema triste y a la vez con la dulzura de la ilusión y el amor. Hermoso.

    Un beso.

    ResponderEliminar
  6. Escrever um poema sobre estados d'álma , é quase um desabafo. Por vezes, um desafio. Não é fácil materializar em palavras o que se encontra de forma abstrata em nosso interior. Três estrofes primorosas em que conseguiste, querida Cidália num poema falar do que muitas vezes, nós leitores gostaríamos de "colocar pra fora". Talentosa amiga!

    Beijo carinhoso !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo seu carinhoso comentário! 🌹
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Poema donde hay mezcla de sentimientos. Un abrazo.

    ResponderEliminar
  8. Nostalgia poética onde as palavras traçam estados de alma! Bj

    ResponderEliminar
  9. Oi Cidália o sofrimento da alma é muito mais doloroso algumas pessoas não resistem e tiram a própria vida, lindo poema.
    Beijos,Vi

    ResponderEliminar
  10. Boa noite
    Lindo poema,expressando sentimentos.
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Olá, Cidália, gostei muito desse seu poema, minha amiga!
    Parabéns, continuação de boa semana, com saúde.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. É complicado dizer adeus.
    Muito complicado.
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Parabéns Cidália por mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  14. Nesse olhar que me parece triste,
    poderá haver tristeza escondida
    se acontece quando amor não existe
    mais triste, anda, se torva a vida!

    Gostei de ler esse poema fantástico. Cara amiga poetisa Cidália Ferreira. Tenha um bom dia, com saúde e alegria. Um beijo.

    ResponderEliminar
  15. Belo poema

    Beijinhos e bom feriado :)

    ResponderEliminar
  16. Um poema nostálgico e belo! :) Beijinhos e continuação de bom feriado.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  17. Boa tarde Cidália,
    Um bonito poema que reflete um estado de alma que através da poesia tantas vezes se extravasam.
    Um beijinho continuação de bom feriado.
    Ailime

    ResponderEliminar
  18. Um belo poema. Os olham expressam, por vezes, mais sentimentoe do que mil palavras. Beijinho, bom feriado

    ResponderEliminar
  19. Um belo poema.
    Acabados os cinco dias de tratamento intenso, e um pouco melhor dos olhos, estou voltando ainda com restrições.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  20. Os olhos, como se diz, são as janelas da alma e geralmente expressam o que se passa nela. O poema traduz este fato à perfeição.

    Beijo, saúde e alegrias!

    ResponderEliminar
  21. Os olhos não mentem,
    mesmo que as palavras calem...

    😊🌷
    Ane

    ResponderEliminar
  22. Um lindo poema gostei muito um beijinho.😘🥰

    ResponderEliminar
  23. Gostei especialmente deste verso:
    "Um olhar perde o brilho quando sofre
    E quando, humedecidos, se escondem
    E de um sofrimento sigiloso, padecem
    Não há sentimentos, caiando em sorte"

    Bom fim-de-semana Cidália, beijinho!

    ResponderEliminar
  24. Um poema reflexivo e desabafante.
    Bom fdsemana. Bjs

    ResponderEliminar
  25. Mais um Belo poema, Cidália! :-)
    Parabéns!
    Resto de dia Feliz e Bom fim-de-semana!
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  26. Cara Cidália

    O seu poema é muito lindo, que termina
    com versos impressivos:
    "E quantas vezes o meu olhar se cruzou
    Com vontade, de beijar teu sentimento
    Entrando da pureza do meu sofrimento
    Fica a ilusão... que tudo o tempo levou"
    Gostei muito.
    Beijo
    Olinda

    ResponderEliminar
  27. Cidália, gostei de ler este poema nostálgico e melancólico.
    Beijo, feliz fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  28. Quantas vezes o meu olhar se cruzou
    Com vontade, de beijar teu sentimento.

    Boa noite serena, querida amiga Cidalia!
    Muito verdadeiro o poema, sentimento intrínseco tão nosso.
    Tenha um final de sexta abençoado!
    Beijinhos carinhosos e fraternos

    ResponderEliminar
  29. Lindo poema, adorei.
    Bjos, fique com Deus!!!

    ResponderEliminar
  30. A intrinsicidade de um poema :) Bjs

    ResponderEliminar
  31. Um belo poema, gostei.

    Bom final de semana.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  32. Nem sempre o amor pode ser vivido em sua plenitude. Gostei! Bjinhos 😘

    ResponderEliminar
  33. Tão lindo Cidália seu poema_ sentimentos tão bem descritos sobre olhares,
    um ato simples e que diz tudo.
    Gostei muiiito ,amiga poetinha. Parabéns pelo talento que usas tão maravilhosamente, bem!
    meu abraço

    ResponderEliminar
  34. Dizem que os olhos são o espelho da alma e se esta está magoada, os olhar reflecte essa tristeza.
    Nostálgico e belo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  35. Um belo sentir poético, com que tanto nos identificamos nestes atribulados tempos, em que a solidão e nostalgia, se tornaram fiel companhia...
    Adorei cada palavra! Um beijinho!
    Ana

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘