quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Lugares sombrios, saudáveis...

Procurei pela natureza
  O sombrio, saudável
     Uma mesa
        Um banco
           Um lugar vazio
              O cheio de tudo e de nada,
                 As folhas
                   As ervas
                     As flores lilases
                        Uma árvore tombada
                          O vento soprava
                            Cheirando a rio
***
Encontrei a mesa
O banco
Nele me sentei
Petisquei
Ouvindo o som do silêncio,
Atrás de mim
Um rio passava
Tão turbo
E parado,
Da natureza sombria
Fui embora
E o silêncio ali se fechava.
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Dia da fotografia. E um fim de semana diferente.

Celebra-se o dia da fotografia. Sejam pessoais ou simplesmente da natureza...
Entre centenas de fotos de família que tinha, onde perdi quase tudo, porque o meu PC morreu de vez. Embora tenha muitas no facebook, escolhi estas para assinalar este dia. Não excluindo ninguém... por incrível que pareça não faço praia (por razões óbvias), mas, gosto de visitar o mar e faço-o tão rara vez. Adoro o cheiro da maresia. Adoro olha-lo até para lá do horizonte. Gosto de sentir a brisa no rosto, respirar fundo e, deixar vaguear a mente até onde ela me permita.
Ontem, Domingo, saímos de casa com a ideia fixa de ir caminhar pelos passadiços da praia, quando chegámos a meio do caminho chovia. Ainda tentámos chegar perto mas não valia a pena... Voltámos para trás.
.
O destino levou-nos até à serra, a uma Aldeia - muito perto de Viseu – onde almoçámos, a convite da mana mais nova, num arraial, onde as festas já duravam desde o dia 15. Seria o ultimo dia. Por lá, um dia maravilhoso!
Imagens de regresso...no horizonte avista-se o mar...
Cidália Ferreira.

sábado, 17 de agosto de 2019

Deambulando tão sozinha nesta quimera. | Poetizando e Encantando |

*
Sonhava, com a aproximação da primavera
Mergulhada, num cenário, mesclado de cor
Tantas, e tão belas árvores no seu esplendor
Eu deambulando tão sozinha nesta quimera
*
A brisa sussurrava nos ramos já florescidos
O ambiente fresco da aurora, era importante
Mesmo tão só mostrava que meu semblante
Oculta, tantos sentimentos, já enfraquecidos
*
Neste sonho, onde deambulava pelo jardim
De rosto feliz, e de coração tão triste, ávido
Porque o amor se ausentou. Não será o fim
*
E entre as roseiras do jardim do meu sonhar
Sobe uma angustia, num misto tão impávido
Onde a primavera apenas floresce meu olhar
****
Cidália Ferreira

Agradecendo o convite da Profª  Lourdes Duarte - para o Poetizando e Encantando - da edição (93).  É com gosto que, de alguma forma, dou o meu contributo. Simples como sempre. Espero que gostem. Bom fim de semana.

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

És o infinito do meu imaginário

--
Sonho que és o infinito do meu imaginário
Aquele que vai além do pensamento
Aquele que me tira o sossego
Que me dá um sorriso rasgado
Que desaparece em dias de sol
E volta, quando neblina me assombra
Me acarinha com palavras do seu dicionário
Deixando-me de coração apaixonado
*
Sonho que és, o que serás na realidade
Quando me despertas o ego
Me acompanhas nos momentos nefastos
Fazes de mim mulher de verdade
Acompanhas o meu crescimento, sem ver
Provocas-me sorrisos envergonhados
Neste sonho irreal onde não há vaidade
Faço do sonho infinito o meu modo de lazer
****
Cidália Ferreira 

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Prometi, que te esperava até ao alvorecer [Poetizando e Encantando]

Prometi, que meu coração era apenas teu
Num segredo declamado à lua em poesia
Enquanto estrelas luminosas eram magia
Eu sossegava num lugar secreto, tão meu
*
A brisa agradável inspirava meu coração
Sentia que o relento despertava emoções
Que me faziam velejar noutras direcções
Sobre vestes acetinadas. Minha adoração
*
Prometi, que te esperava até ao alvorecer
Enquanto em leitura afável, descontraída
Me deixava ir, ao infinito do meu parecer
*
E nesta lua gigantesca que me iluminava
O amor, era um pano de fundo, com vida
Prometi confessar à lua, porque te amava
****
Cidália Ferreira

POETIZANDO E ENCANTANDO
O prometido é devido. Mais vale tarde que nunca. Dentro da minha simplicidade e vontade, cá estou com a minha participação, nesta edição (92). É sempre um orgulho poder participar no Poetizando e Encantando - Filosofando na Vida - Blogue da Prfª Lourdes Duarte. Obrigada pelo convite...Boa semana para todos.

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Pequenos mas felizes... momentos inolvidáveis...

Podem existir dias mais cinzentos. É o caso do tempo que faz. Mas, quando recebemos a visita do Mano que não víamos há 9 anos, (está em Andorra), tudo muda. Somos 7 irmãos contando comigo. 6 Raparigas e 1 rapaz, este. Parecia que adivinhava que à sua espera estavam uns rojões, em casa da mana mais nova...
Nós os três, há muito tempo que não nos ríamos tanto como rimos nesta noite. Foram mesmo momentos tão bons, que nos fizeram voltar aos tempos de criança...
A Família é grande,  e é sempre impossível juntarmos-nos todos, aqui estávamos 4, e mais sobrinhos. Poucos, mas fizemos este momento valer a pena. Há muitos anos que não me ria tanto, e com tanta vontade. Entretanto, a vida segue, cada qual segue novamente o seu destino. Até à próxima e que demore tantos anos.
Um, dos muitos cantinhos, das suculentas na minha mana mais nova. 

Continuo em stand by, prometo voltar em breve. Até porque vai haver greve dos motoristas e vamos ficar a observar a cena, por casa. :) 

Não se zanguem, eu prometo visitar toda a gente assim que possa. Este blogue podia existir sem vocês? podia! Mas não era a mesma coisa!. Beijinhos e abraços.

terça-feira, 6 de agosto de 2019

"Atrás de um rosto sorridente poderá residir a tristeza."


A vida, é apenas uma breve passagem
Saibamos aproveita-la a cada instante
Esquecer as coisas más, ser constante
Ser a alegria de quem ajuda a viagem
*
Esquecer as mágoas, lágrimas, e sorrir
Esquecer que a vida me deu cicatrizes
Esquecer os pesadelos desde as raízes
E esperar pelo melhor que possa surgir
*
Amar intensamente a própria da vida
Amar, enquanto mãe, e enquanto avó
Recusar tristezas, viver sem a dúvida
*
Aceitar a vida... como 'ela' me aceitou
Viver sem medo de envelhecer, não só
Só assim faz sentido, aceitar como sou
****
Cidália Ferreira.
*****************************
"Atrás de um rosto sorridente poderá residir a tristeza. Da vida, só colhemos o que semeamos. E por vezes, semeamos e não colhemos. Só tempo o dirá..."
Vou andar meia afastada derivado às férias do marido. eu estou sempre de férias Vamos andar por aí. São só duas semanas. Sempre que possa cá estou eu. Não se vão embora, Ok? Boas férias para quem for também...
Imagem relacionada