sexta-feira, 30 de julho de 2021

Encontro no teu sorriso o espelho da alma

'Eu e a mana'
 *****
É no colorido da vida que nos encontramos
Numa varanda encomendada, já adornada
Subimos degraus com os sorrisos do nada
Com os nossos olhares nos deslumbramos
*
Encontro no teu sorriso o espelho da alma
Uma alma tantas vezes muda, desinquieta
Mas a atração que nos une é tão completa
Que nos oferece momentos de pura calma
*
Sorrimos em conversas...sentido de humor
Choramos do passado e meras recordações
Brincamos enquanto adultas sentindo amor
*
O colorido da vida pode ser, preto e branco
Pode ser feito das mais profundas emoções
Quando dois seres dividem o sorriso franco
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Sopra a brisa sobre o vazio da melancolia ...

 *****

Numa praia vazia, sobre a noite que chega
Ou será o nascer da seguinte alvorada
Tudo me desperta a atenção, mas sozinha
Observo o lindo cenário que me aconchega
*
Tudo será tão belo quanto a minha saudade
E mesmo seguindo as pegadas pelo areal
Existe um silêncio que me atrai
E me leva a desejar momentos de liberdade
*
Sopra a brisa sobre o vazio da melancolia
Medito, e de coração apaixonado
Relembro as palavras escritas na areia
Envoltas de carinho sem fim, por magia
*
Sente-se o cheiro a maresia, da água salgada
Mesmo que as ondas acalmem, eu fico
No meu silêncio esperando o sol nascer
Para voltar a sorrir com a energia revigorada!
*****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Feliz dia dos Avós

*****

Celebra-se hoje, o dia mundial dos Avós. Como Avó, de 3 meninas e 1 menino, sinto-me orgulhosa, e um amor sem fim. Acompanhar o crescimento. Os primeiros passos, as primeiras palavras...etc...Ajudar a educar - ou a desiducar - estar presente nos momentos em que mais precisam. Estar sempre pronta para os receber. Ter disponibilidade para eles...Tudo isto são motivos de felicidade e bem estar.

Dizem, que ser Avó, é ser Mãe a dobrar, e é verdade! Eu tenho o privilégio de exercer este meu papel de muito perto, o que me deixa orgulhosamente feliz.

Para todas os Avós do Mundo, muita força, coragem e muita saúde para os poderem acompanhar, dentro das possibilidades de cada um.🌹

Avó Cidália Ferreira.

domingo, 25 de julho de 2021

A teimosia que me define ...

(pessoal / mana)
 ****

Sou intensa, na força do meu ser
Sou a alma que acarinha
O conforto
Sou desalento no alento
Na raridade de todas as forças,
Sou o que quero
E não, o que querem que eu seja
Sou tudo o que possam imaginar
Quando a força maior, é
A teimosia que me define
A lealdade,
O poder amar-me
Mesmo que ninguém ligue
A minha alma tem um só sentido
É... eu quero... eu posso...
Nesta intensidade, sobretudo, viver!
****
Cidália Ferreira

sexta-feira, 23 de julho de 2021

No despertar da melancolia...

 *****
Deambulando sobre os segredos do mar
Escutando, o murmurar das ondas puras
E no areal, deixar, as palavras inseguras
Que me fazem esta melancolia despertar
*
Sinto, o que a frescura do tempo me traz
Numa saudade estranha, que não rejeito
Mas deambulando nas brumas do desejo
Imagino, que um dia tudo voltará em paz
*
Sinto que a brisa marinha me lava o rosto
E numa desorientação por mero desgosto
Espero, que o fim do dia traga um sorriso
*
Deambulo, sobre os segredos da maresia
Deixo um olhar carente, e outro de magia
Mas, espero que chegues num improviso
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 21 de julho de 2021

Carreguei-te num ventre de amor

[Mana: Mãe e Filha]
*****
Carreguei-te num ventre d'amor
Dei-te vida, dei-te luz
Ensinei-te a caminhar
Levantei-te algumas vezes,
Dei-te o berço
Berço, onde tu foste crescendo,
Hoje, tudo de ti me seduz
E no carinho que te entrego
Sei que és, pureza, feita flor
*
Dei-te tudo de mim, mais daria
Dei o colo enternecido,
Tu deste, de ti, a energia
A doçura sem sobressaltos
Os dias esperados, em mistos,
Tu cresceste e eu também
Tudo ficou guarnecido
E na pureza que demonstras
Jamais, com nada, te faltaria
*
Carreguei-te durante uma fase da vida
Dei-te o Ser com muito gosto
Entreguei-te o meu coração
Em troca destes-me o teu,
Hoje, menina mulher
Pronta para seguir em frente
Nunca tive de ti o desgosto
Nem coisas que fossem nefastas
O que me deixa orgulhosa e rendida
*
Assim te entrego o meu galardão
Num beijo meu, ternurento
Um sussurro de felicidade,
Entre o silêncio que compensa,
E no vazio que me deixaste
Um alegria dobrou,
Sempre, em qualquer momento
Traz-me à vida nova esperança
Que envaideça o meu coração
*****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 19 de julho de 2021

Procuro a paz que anda perdida

 ****
Abro a minha alma a cada amanhecer
Alimento-a das manhãs frescas
E do sol, que abrilhanta o dia
Deixando uma alegria transparecer
*
Numa paisagem limpa e saudável
Com o cheiro a relva húmida
Num perfume que me dá vida
Faz-me abrir a alma ao imaginável
*
Agradeço cada raio de sol que aparece
Que me invade o rosto escondido
Que me alimenta no tempo disperso
E ao mesmo tempo, a alma se aquece
*
Abro a alma, e num olhar indeciso
Procuro a paz que anda perdida
Encontro-a, nos raios do sol
Que raiam, neste desejado paraíso.
****
Cidália Ferreira 

domingo, 18 de julho de 2021

Os pensamentos mudaram, e tu cresceste ...

Foto familiar/sem direito a partilha

****
Quando os olhares se cruzaram na magia
Dum crescimento em agitação e saudade
O alvoroço, emoldurado, de quem sentia
Tua perspicácia em timidez, sem vaidade
*
Os nossos olhares ainda são tão idênticos
Os pensamentos mudaram, e tu cresceste
O que importa, é, que sejamos autênticos
Na vaidade, do sorriso que me ofereceste
*
Quero reviver-te em todas as lembranças
Enquanto a vida nos permitir este desejo
Quero olhar, recordar todas as mudanças
Que me fazem viver, e lisonjeada gracejo
****
Cidália Ferreira

sexta-feira, 16 de julho de 2021

Momentos de lúcida reflexão

Foto familiar( Mana e meu neto)

*****
São os momentos que sinto de verdade
A grandeza dos sorrisos, e brincadeiras
A inocência entre os laços de felicidade
Soltam-se de mim loucuras verdadeiras
*
São estes momentos de lúcida reflexão
Que me entram na alma, e na nostalgia
Que fazem lembrar um passado em vão
Que impediu de acompanhar a rebeldia
*
És alegre, mas em teimosia és vencedor
És o desassossego, o coração carinhoso
A luz que ilumina este meu colo de amor
E que te recebe com um abraço caloroso
***
Cidália Ferreira

quarta-feira, 14 de julho de 2021

Daria a minha vida e não seria desleal

****
 
Daria a minha vida para te ver feliz
Tal como a beleza deste mar sereno
Quando, em silêncio, algo que se diz
Deixando no coração a dor do dreno
*
Metade de ti é meu, mas já o saberás
Como sabes que te compreendo a dor
Não há mar sem pôr do sol, por d'trás
Porque existe durante o dia muita cor
*
Mas o vestígio que deixamos no areal
Pelas caminhadas de vidas revoltadas
Ficam cravadas na alma que te escuta
*
Daria a minha vida e não seria desleal
Seria o balsamo, que tanto precisavas
E num misto de carinho, seria resoluta
****
Cidália Ferreira 

segunda-feira, 12 de julho de 2021

Beijo-te com os lábios de ternura...

Imagem pessoal

****
Beijo-te com os lábios de ternura
Fecho os olhos
Imagino-te minha, e tu és minha
Sinto a tua pele aveludada
Tão cheirosa
Beijo-te... o sorriso de candura
*
Quero sussurrar-te ao ouvido
Arrancar-te a gargalhada
Sentir as tuas pernas agitadas
Deliciar-me na doçura
Dos teu olhos sorridentes
Enquanto cresces, eu me divido
*
Seguro-te, num acrescido carinho
E sinto-me revigorada
Como quem passa as nuvens
Esqueço o ontem, vivo o hoje
Cresce em mim uma energia
Que me faz, seguir, outro caminho...

****
Cidália Ferreira

sábado, 10 de julho de 2021

Nunca percas, esse sorriso meiguinho ...

[Foto-arquivo familiar]

****
Neste abraço que dou, tão sorridente
Está a saudade duma vida atribulada
Ao teu lado, sou protectora e babada
Que se orgulha do teu rosto atraente
*
Na rebeldia mostras tuas qualidades
A persistência do menino tão amado
Sabes, que estarei sempre a teu lado
Na vida, no bem, e nas dificuldades
*
São sorrisos de um dia, para memória
E quando cresceres quero que recordes
O quão especial foi, este dia de vitória
*
Nunca percas esse sorriso meiguinho
Nem me esqueças por sentires a falta
Pois a vida é que nos traça o caminho
***
Cidália Ferreira

quinta-feira, 8 de julho de 2021

Vestida, numa sensualidade vertiginosa

*****
Vagueio pela noite escura, e pelo sonho
Sonho que não é meu nem me pertence
Mas, desejo lutar por ele que convence
Para que o futuro seja amplo, e risonho
*
Vagueio pela noite escura, e sem medos
Solto os delírios em palavras silenciadas
Sinto, no esvoaçar, reflexos nas pegadas
E deixo-me levar ao ápice dos segredos
*
Vestida, numa sensualidade vertiginosa
Sinto a leveza do acetinado, vermelhão
Corro incansável atrás dum sonho régio
*
Vagueio descalça, não me sinto vaidosa
E num labirinto, no meio dum turbilhão
Sinto que, da fantasia, resta o privilégio
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 7 de julho de 2021

Sãos teus olhos o mistério escondido

Aquivo pessoal: Mana & Bruna.

 ****
Sãos teus olhos o mistério escondido
Nesse teu ar de menina angelical
Não pedes, não cobras,
Não te ouço chamar por mim
Não faz mal,
Sei que serás feliz assim
O teu olhar diz tudo o que é preciso
*
És a rebeldia em doçura, és única
És a calma dentro da agitação
O sinal de esperança,
Que se esconde no silêncio
Tocas qualquer um no coração
Olho-te nos olhos, e os meus, silencio
*
Limpei-te a água benta naquele dia
Vesti-te o vestido, cor de pérola
Fui madrinha, com muito gosto de ser
Hoje...crescente, és menina mulher
Carregas contigo uma alvéola
Mostras-nos como podes oferecer
Os teus carinhos na leveza da magia.
****
Cidália Ferreira

segunda-feira, 5 de julho de 2021

Solto mil pensamentos coloridos ...

"Mana"
 *****

Observo além, uma borboleta
Faço um pedido em pensamento
Vem, solta o teu voo, baixinho
Pelo jardim que me rodeia
Onde sentada em silêncio
Vejo chegar, devagarinho
E observo, como beleza predileta
*
Solto um sorriso do meu interior
Sinto uma certa leveza
São gotículas do perfume
Das plantas serem suculentas
Onde me perco com paixão
Num modesto recanto da natureza
Num misto, do preto e branco, e cor
*
Solto mil pensamentos coloridos
E a criança que existe dentro de mim
Solto o meu sorriso ao vento
E sinto a juventude passar
Deixo que a saudade me serene
Rodeada de todo o amor suculento
Repleta de alguns sonhos destemidos
****
Cidália Ferreira.


sábado, 3 de julho de 2021

Nem todas as palavras são de amor (Desafio- Marta Vinhais)

*****

Nem todas as palavras são de amor
Nem todos os beijos são sentidos
Nem todas as relações são saudáveis
Quantas palavras têm outros objetivos
Tantas vezes vãs, e sem o fulgor
Acabam magoando corações amáveis
*
Nem todas as palavras são de amor
Mas sim obsessão, por ciúme
Quantas vezes se engana o coração
Sem amor na intimidade, mas queixume
São como pétalas mortas duma flor
Que acabam caindo sem qualquer solução
*
Quantas vezes, as palavras ocas, matam
Ferem a alma de quem ama
São a arma de arremesso de forma errada
Que causam danos, morre a chama
São as situações que já não incitam
Sendo as palavras mais fortes que a bofetada
*
Quantas palavras vis geram atitudes
Fazem derramar lágrimas de desespero
Mas ficam retidas dentro do peito
Mais tarde, os remorsos do exagero
O perdão, o elogio das virtudes
Porque final, o que faltava, era o respeito
****
Cidália Ferreira

"Nem todas as palavras são de amor" Desafio proposto, pela Amiga Marta Vinhais, do Blogue COM AMOR . Espero estar a corresponder ao desafio. Obrigada


quinta-feira, 1 de julho de 2021

Amor em tempo de pandemia...

"Imagem familiar"

****
Amor, em tempo de pandemia
Onde tanto tempo já se perdeu
Em meu coração a falta sentia
Como tu cresceste, amor meu
*
O teu sorriso é tão contagiante
A tua luz ilumina meu coração
Neste dia distinto tão marcante
Sorriste comigo, com exaltação
*
Peguei-te na mão com carinho
Senti meu coração apertadinho
Pelas saudades que tinha...tuas
*
Gosto da tua rebeldia perspicaz
A tua alegria a mim me satisfaz
Porque nos entendemos as duas
****
Cidália Ferreira

Poema a pedido da autora da foto. A minha mana com a minha neta Maria. 🌹