segunda-feira, 31 de julho de 2017

Deixas teu cheiro em mim no momento do abraço

Imagem relacionada
Espalho as pétalas com  cheiro da minha saudade 
Pelo areal deserto, banhado, em ondas insistentes 
Num turbilhão de emoções, talvez pela ansiedade 
Ou por pena de as ver partir, em brandas correntes
.
Deixas teu cheiro em mim  no momento do abraço
Deixas os sorrisos em manifesto toda a tua alegria
Deixas nas ondas partículas acusando teu cansaço
Mas deixas para trás, momentos  que foram magia
.
As ondas vão e vêm, há sempre  um novo começo
A esperança da partida, fica na chegada em breve
Para  consolo de quem espera, a saudade seja leve
.
Espalho as pétalas com o teu cheiro, pela maresia
Fico olhando o horizonte com saudade e teimosia
Neste mar de partidas, onde espero um recomeço.
****
Cidália Ferreira.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Espero-te como quem espera o amanhecer...

Resultado de imagem para imagens olhando a lua e as estrelas
A noite aproximou-se e nem sinal de ti
Foste embora, não te despediste,
Sabes que fazes parte do meu mundo
Do meu ser mais irreverente
Da minha existência,
Fazes parte das minhas noites encantadas
Dos meus momentos de vazio
Dos meus sonhos,
Fazes parte de mim, sentimento tão profundo,
.
Espero-te como quem espera o amanhecer,
És o sonho das minhas realidades
A lua que ilumina o meu coração,
Talvez não saibas, mas quero-te dizer
Existe em mim um defeito, a lealdade
Que me guia em teu sentido,
E nesta noite em que foste embora
Nada disseste, entristeci, sinto-me a perder
Toda a energia que tinha outrora...
***
Cidália Ferreira.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Ah... pudesse eu, mudar o sentido ao mundo.

Imagem relacionada
Ah... pudesse eu, mudar o sentido ao mundo
Mudaria esta grande distância que nos separa
Mudaria as coisas de um coração vagabundo
Neste vaguear da mente, ninguém me ampara
.
Ah... pudesse eu, dar-te-ia todo este universo
A beleza do céu, do mar, e as sensações reais
Aragens em pura magia, com quem converso 
Neste voo magistral entrego-te os meus ideais
.
E nesta  distância que  me enlouquece a alma
Pela  saudade  do teu carinho, que me acalma
Como calma é, a serenidade  das marés vivas 
.
Ah... se eu pudesse, ter-te  nos meus abraços
Acarinhar-te-ia do meu jeito, sem embaraços
E mudaria, estas nossas vidas, intempestivas.
****
Cidália Ferreira 

sábado, 22 de julho de 2017

Mas haverá sempre um lugar para nós dois.

Resultado de imagem para imagens do tempo
Vagueiam pensamentos em fortes tempestades
Num turbilhão de ventanias sem rumo
Como as emoções que assolam meu coração
Que me levam ao desespero sem limite
Qual desilusão em maré de insaciável,
Mas, haverá sempre alguém que me transmite 
Que este vento poderá ser passageiro,
É o meu coração, deste meu amor primeiro,
.
Mas haverá sempre, um lugar para nós dois
Nem que seja por pensamentos que vagueiam,
Somos um do outro e tudo fica para depois
Mesmo contra ventos e marés, tu estás lá
Naquele banco onde tantas vezes nos imaginamos
Desabafando um com o outro, coisas banais
Olhando o mar, em bravura... quais vontades 
Que temos um do outro, mesmo em fortes tempestades.
***
Cidália Ferreira.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Viajas comigo durante os sonhos mais ousados

Resultado de imagem para imagens sensuais
Viajas comigo  durante os sonhos mais ousados
Quando, nas noites longas se sentem as estrelas
O silêncio, nossa riqueza envolvente em ruelas
Por onde vagueamos pelos caminhos desejados
.
Viajas nos meus  lábios pelos beijos prometidos
Sinto tremor da tua boca num desejo tão tímido
É o sonho o responsável, desta acelerada libido
Que nos torna envolventes em desejos contidos
.
Entre sonhos, desejos, vagueias em minha mente
Quero continuar o sonho com a tua sensualidade
Levas-me ao limite das sensações e da liberdade 
Viajas comigo, o meu corpo te deseja, mormente.
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 19 de julho de 2017

De coração cheio, de alegria...

Foto de Cidália Ferreira.
De coração cheio de alegria.. Não sei há quantos anos não juntava os filhos, enquanto estão de férias. A família começa a ficar composta. Agora com estas lindas crianças. Peço desculpa pelo disfarce do Guilherme, mas respeito a opinião dos Papás. A Bruna está enorme.  A Maria é uma reguila muito fofa. São com muito orgulho a luz dos meus olhos. A razão porque ainda existo.

Foto de Cidália Ferreira.
Então hoje o dia é especial, há 28 anos atrás nascia o meu Filho, João Nuno.  Hoje vamos festejar todos juntos, para meu/nosso consolo. PARABÉNS FILHOTE. 

Como vêm tudo motivos para partilhar convosco esta minha felicidade. 

Cidália Ferreira.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

A noite chegou, trazia frescura ao meu coração

Imagem relacionada
A noite chegou, trazia a frescura ao meu coração
No silêncio, as estrelas reflectiam no meu olhar
A lua, silenciosamente, iluminava os meus pensamentos
Eu esperava à janela, rejuvenescida 
Na companhia de todas as nossas lembranças,
Meu coração envaidecido recordava com saudade
Todos aqueles momentos que me marcaram, na verdade
E me fizeram crescer como mulher...vencida,
.
A noite ia longa, e meu coração não queria acalmar
Um misto de sensações me faziam pensar,
Olhava as estrelas em volta da lua, pareciam dançar
Uma brisa em suave mensagem, doce ilusão
O sono havia passado, ansiava o nascer do dia
Naquela janela, libertava todas as minhas emoções, 
Mas a noite passou, o dia chegou, tu vieste-me abraçar
Porque no silêncio dos meus desejos pertences ao meu coração.
***
Cidália Ferreira

sábado, 15 de julho de 2017

Partilho convosco pedaços de MIM.

Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
É tão bom saber que a minha existência tem uma  razão. A Razão são Filhos e netos/as. Pois é, poesia também é isto. É a chegada. Ainda que, seja apenas o meu filho, nora e neta, Maria Clara. Dá tempo para ir matando saudade enquanto a Minha filha não chega. Para o fim da semana que vem, cá estará com a restante Família. Enquanto isso, vou-me perdendo, com esta Princesa  linda e esperta, que tão bem em chama Avó.  [É que, sou Avó há mais de 12 anos, mas esse privilégio eu não tinha.]
.
É com muito gosto que partilho convosco pedacinhos de mim.
.
Bom fim de semana
Cidália Ferreira.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Um prémio ganho e recebido com carinho. De Portimão.

Poesia também é isto...
Foto de Cidália Ferreira.
Na semana passada fui contemplada num passatempo no qual concorri, no Cantinho da Gaiata. Um blogue que encontrei à pouco tempo, mas que, me fica desde já no coração. A minha escolha foi esta obra de arte maravilhosa.
Foto de Cidália Ferreira.
A Maria Papoila... uma boneca simpática que vai para a minha neta, Maria Clara, de 2 anos.
Foto de Cidália Ferreira.
O Blogue, Cantinho da Gaiata teve a simpatia e carinho em me mandar um docinho Algarvio. Uma maravilha. Uma mistura de figo e amêndoa, foi o que me pareceu...
Foto de Cidália Ferreira.
Juntamente com a encomenda vinha este saquinho de alfazema para perfumar o ambiente. Neste caso,  já está no carro que andava a precisar.
Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Vinha também este postalzinho personalizado, cheio de carinho e simpatia, entrelaçada nas palavras. Com isto, resta-me agradecer a eficácia e rapidez com que este carinhoso "prémio" me foi entregue. Mais que isso, a alegria com que recebi, parecia uma criança a desembrulhar, ansiosa para ver a Maria Papoila.  MUITO OBRIGADA-  Cantinho da Gaiata
.
Bom fim de semana a todos.
Cidália Ferreira 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Nunca meu coração desejou tanto a chegada

Nunca desejei tanto este caminho, tão nosso
A cada esquina encontrarei luz que me guia
Aquela, que me faz lembrar coisas de alegria
E me faz  continuar a caminhar como posso
.
E neste meu caminho és a luz do meu viver
Que guia todos os meus passos e me orienta 
Que me faz abrir o coração, que me sustenta
A alma, porque és tu, a razão do meu querer
.
Nunca meu coração desejou tanto a chegada
Dos dias calmos. Das noites serenas de amor
Teu carinho, meu balsamo, estou apaixonada
.
Enquanto as águas serenam o nosso caminho
Sinto o aroma da tua fragrância e o teu fulgor
Que me seduz e me faz lutar pelo teu carinho.
****
Cidália Ferreira 

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Diz-me, poderás tu vir ao meu encontro

Imagem relacionada
Diz-me, como posso eu chegar até ti
Por entre nevoeiros tão intensos,
Receber-te em meio peito seria perfeito
Para confidenciar-mos coisas banais
Outras nem por isso. Quero muito mais
Que uma simples conversa sem jeito
.
Diz-me, que posso fazer para te encontrar
No meio deste nevoeiro tão teimoso
Faz-me recordar intensos momentos,
Em que a tristeza chegava sem contar
E meu coração vivia desassossegado
Mesmo sabendo que um dia irias chegar
.
Diz-me, poderás tu vir ao meu encontro
E se o nevoeiro te deixar caminhar, 
Encontrar-me-ás neste banco vazio
Onde depositei todas as lembranças
Aquelas, que fizeram meu coração sonhar
E me deixaram esperar mas com perseverança.
***
Cidália Ferreira

sexta-feira, 7 de julho de 2017

"Como impedir esta tristeza que sinto"

Imagem relacionada
Como impedir esta tristeza que eu sinto
Se os dias  nublados voltaram para ficar
Meu coração vive em revolta, não minto
Quando com verdades me tento justificar
.
Quando falo às paredes que me escutam
Dentro do silêncio ruidoso, desesperante
Sofre o coração onde os carinhos faltam
E me deixaram, numa  espera frustrante 
.
Como impedir o meu coração de pensar
E provar-te, que sempre  fui verdadeira
Mas minhas palavras tu decides ignorar
.
E neste  momento onde tudo é saudade
A lealdade é sempre a minha conselheira
E não impedirá meu coração da verdade.
****
Cidália Ferreira 

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Quando meu olhar atravessa o infinito

Imagem relacionada
Quando meu olhar atravessa o infinito
Procurando a razão do meu sentir
Chegam as nuvens mais turbulentas
Para companhia da minha ansiedade 
Que se instala, não sei do meu peito
Provocando uma angustia, que rejeito
Deixando-me apenas uma certeza,
Nunca te faltarei com o meu respeito,
.
Fico à espera que as nuvens afastem
Toda a sua fúria sobre o mar deserto,
Meu olhar pede calma ao coração 
Serenidade, neste momento turbulento,
Coloco meu coração reflectindo
Nesta brisa, meu olhar lacrimejante
Perde-se nas palavras, quais ondas desfeitas
Deixando em reflexão o mais puro sentimento.
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

AS MAIS BELAS ESTÁTUAS, VIVAS - Em (AgitÁgueda)

Terceiro encontro de estátuas vivas em Águeda, (1 e 2 de Julho)  nas festas que decorrem na Cidade de 30 de Junho a 23 De Julho. AgitÁgueda.
Foto de Cidália Ferreira.
1-Guitar Hero - Como convidado especial

Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
No Palac like Home

Foto de Cidália Ferreira.
 Fernando Pessoa

Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Cabaret

 Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Cristo

Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
El Señor Amarilloso

 Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Sublime

Foto de Cidália Ferreira.
Espelho de ti

Foto de Cidália Ferreira.
Camposesa Domingueira

Eat my Chocolat

Foto de Cidália Ferreira. 
AaaaaCHIS!!!

Foto de Cidália Ferreira.
Rainha Santa Isabel

Foto de Cidália Ferreira.
Frei Joaquim

Foto de Cidália Ferreira.
The fall

Foto de Cidália Ferreira.
Charlie Chaplin

Foto de Cidália Ferreira.
(A minha pessoa)
Hoje tenho a honra em partilhar convosco o meu passeio de ontem até  à minha Cidade, trazendo-vos estátuas vivas. Todas elas, menos a primeira, estão em votação para eleger a melhor. É muito difícil, cada uma tem a sua beleza. De todas tenho pequenos vídeos às reações ás moedinhas que iam caindo. Não consegui colocá-los aqui. Quem fizer parte da minha lista no facebook, façam uma visita para ver os vídeos. 
Foi uma tarde muito bem passada, de coração cheio de alegria. Tenho muito orgulho de ser natural da Cidade de Águeda. Espero que tenham gostado das fotos. 

Podem, se quiserem, elegerem a vossa Estátua preferida,  (CRISTO, FOI A ESTÁTUA VENCEDORA)
.
Cidália Ferreira.