terça-feira, 15 de junho de 2021

Neste mundo aonde me permito vaguear

 ~~~~

Carrego sobre mim uma nuvem cinzenta
Uma emoção, por vezes cruel. Fantasia
De quem vive e sofre, mas sem demasia
E sob as nuvens do oásis sou ciumenta
*
Neste mundo aonde me permito vaguear
Sinto o meu coração inflamado, sem cor
Sinto, que tudo o que morreu deixou dor
Como o céu carregado prestes a trovejar
*
Carrego sentimentos e segredos sem fim
Carrego o amor verdadeiro que te revelei
E por momentos pressinto que já não sei
Que fazer, para afastar a nuvem de mim
~~~~
Cidália Ferreira 

46 comentários:

  1. Mas temos que afastar essa nuvem do nosso caminho... Encontraremos sempre sombras, mas temos que procurar o lugar ao Sol.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  2. Essa nuvem não deve e/ou pode existir. A vida é bela de mais para ser envolvida numa nuvem de medo, insegurança, tristeza, chuva de lágrimas. Deve-se sim, procurar a luz do Sol, ou a luz das estrelas, e uma forma abençoada de viver que se denomina por: SORRISO e ALEGRIA.
    Poema muito triste, embora muito bem escrito, poeticamente falando/escrevendo.

    Afasta de ti essa nuvem de mágoa
    Essa tristeza sem sentido
    Não queiras verter uma lágrima
    Nem vagueis por um mundo proibido
    .
    Não queiras ouvir o Céu a trovejar
    Nem aceitas essa dura sensação
    Não deixes que a nuvem venha molhar
    E humedecer a beleza do teu coração
    ...........................
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Bom dia, Cidália.
    A poesia é uma boa e feliz ajuda.
    Um beijinho e um dia feliz, mesmo com nuvens.

    ResponderEliminar
  4. Afastar as nuvens e as sombras do caminho é necessário, minha Amiga Cidália, poema tão cheio de melancolia.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Las nubes no son obstáculos que no se puedan rebasar ..ellas al final desparecen para dar brillo al día.
    Un beso .

    ResponderEliminar
  6. se cuide. boa semana. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  7. Lindo e temos que saber afastar as nuvens... beijos, linda semana! chica

    ResponderEliminar
  8. Há que afastar, ou pelo menos tentar afastar, as nuvens .
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  9. Temos que afastar as nuvens mais negras que elas causam tempestades um bjo.

    ResponderEliminar
  10. Há sempre uma nuvem mal perto de nós, temos que sempre fugir dela, Cidalia um lindo poema bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  11. Lá no quarto verso da primeira estrofe há a palavra "ciumenta". Os demais versos das estrofes seguintes relata as dores, aflições e mágoas. Maravilha de poema, embora triste, pra nós fazer refletir sobre esse veneno chamado "ciume", ferrugem que corrói a esperança, a alegria e a confiança.
    Parabéns pela inspiração amiga querida.
    Beijo de ternura !!!

    ResponderEliminar
  12. Poema tão sentido...belíssima inspiração.. com sentimentos que não há quem não os tenham também nutrido, em algum ponto da vida, quiçá, por toda a vida.
    Uma boa semana, querida, beijinhos,
    Valéria

    ResponderEliminar
  13. Poema muito triste, embora muito bem escrito, Cidália.
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Não permita nunca que a nuvem a isole e sufoque , Ci!

    Beijinho, boa semana :)

    ResponderEliminar
  15. Voltei para agradecer suas palavras e companhia lá no meu outro Blog...e sigo o seu, com este perfil também, beijos
    Valéria

    ResponderEliminar
  16. Deixe entrar o sol na sua vida!! Tudo será mais belo!
    Boa semana, beijinhos

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  17. Deixe entrar a luz do sol, ela afasta qualquer nuvem, Cidália.

    Um beijinho, feliz semana !

    ResponderEliminar
  18. Que belo poema

    Beijinhos de boa e santa noite, tem uma excelente semana

    ResponderEliminar
  19. Muito introspetivo e também com muita beleza.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderEliminar
  20. Bonito poema!

    Boa semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  21. Boa noite Cidália,
    Um bonito poema, embora melancólico, inspirado na imagem.
    Um beijinho e uma boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  22. Cidália, tudo o que está em mim você descreveu perfeitamente em versos.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  23. Devemos apenas carregar o que não pesa e aborrece nossa alma, pois a beleza de uma nuvem carrega em si muitas vezes uma pesada tempestade. Semana com muita saúde pra ti. Bjs.

    ResponderEliminar
  24. Oilinda poetisa Cidália Ferreira meu carinho e gratidão por compartilhar este lindo poema , amei ler ...
    Te desejo uma feliz semana de muita luz ,paz e amor para vc !
    Um abraço carinhoso...🙏💝💐🌺

    ResponderEliminar
  25. Que seja uma semana de céus claros.
    Bjs, boa semana

    ResponderEliminar
  26. Llevas siempre en tu alma poesia amiga. Saludos y abrazo a la distancia.

    ResponderEliminar
  27. depois das nuvens, chegam as abertas e o sol volta a dar cor à paisagem!
    e dissipa a melancolia!
    boa semana Cidália:)

    ResponderEliminar
  28. Great and beautiful poem. I followed your blog now. Thx

    ResponderEliminar
  29. Bom dia, Cidália.
    Vaguear pode ser caminho para reinvenções e melhor
    compreensão sobre as complexidades do amor e incógnitas
    do ocaso, amiga, e sempre haverá um novo amanhecer
    trazendo renovadas esperanças.
    Parabéns por mais essa preciosidade poética e um terno
    abraço.

    ResponderEliminar
  30. Às vezes as nuvens surgem para nos ensinar algo ou para nos ajudar a ver melhor! O importante é que seja passageira e que a luz do sol brilhe sobre nós!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Um poema melancólico!
    Tenha uma semana abençoada com muita saúde.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  32. Que a nuvem cinzenta se dissipe e o Sol volte a brilhar rapidamente!!! :-)
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  33. Lindíssima poesia, Cidália
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderEliminar
  34. Cidália, gostei deste poema, apesar de tristonho.
    Ignore essa nuvem cinzenta, procure o brilho caloroso do sol.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  35. As nuvens cinzentas não ficam para sempre.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  36. Acredite que as nuvens cinzentas elas passam.

    Big Beijos,
    Lulu on the sky

    ResponderEliminar
  37. Como sempre, é fantástico ler as suas palavras!
    Aproveito para desejar uma boa semana!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  38. Olá, Cidália, gostei muito de ler este seu belo poema.
    Uma feliz semana, com alegria e paz para toda a família, e aos nossos amigos portugueses.
    Beijo.

    ResponderEliminar

  39. Cidália,tudo se ajeita se houver respeito
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  40. Há dias na vida que parece que carregamos as dores do mundo.
    Uma inspiração que faz calar diante da inquietude Cidália.
    Bela construção deste vaguear em labirinto.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  41. e aqui, nessa tragédia pandêmica, continuamos sem vaguear, no máximo do quarto pra sala. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  42. Todos temos as nossas nuvens cinzentas, que por vezes decidem escurecer o nosso viver, mas é fundamental, tentar afastá-las com a brisa da esperança de dias melhores, com sol e alegria.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘