quinta-feira, 1 de abril de 2021

Um brinde que já foi meu ...


 ****

Quisesse eu perder-me em estilhaços
Ou meramente em gotas diluídas
Na fragrância de um brinde
Estão as tempestades vencidas
Deixando o afastamento aos abraços
*
Quisesse eu, voltar atrás no tempo
Erguer os copos vazios
Enche-los, talvez, dum bom vinho
Molhar os lábios macios
E recordar as coisas em destempo
*
Um brinde, tão desejado, outrora
Num tempo que parecia escasso
Mas, o desejo verdadeiro
Era simplesmente o fracasso
Ou o destino que marcava a hora
*
E na hora de sorver gotas de ilusão
De um brinde que já foi meu
Sorvia com a mesma ternura
Mas o brinde não mais me pertenceu
E despedaçado ficou, o meu coração!
****
Cidália Ferreira 

40 comentários:

  1. Poema recheado de tristeza mas muito bonito de ler. A vida é composta de tristezas e alegrias. E por isso é tão bela de viver.
    Abraço e um dia feliz

    ResponderEliminar
  2. Belíssimo poema amiga Cidália!

    Beijinhos e bom dia!

    ResponderEliminar
  3. Muy lindo ese brindis ...brindemos por la amistad.
    Un buen miércoles.
    Abrazos

    ResponderEliminar
  4. Triste ,mas muito lindo,Cidália! beijos, chica

    ResponderEliminar
  5. A vida é mesmo assim umas vezes tristes outras vezes alegres e temos que continuar e ir sempre em frente um bjo😘🌹

    ResponderEliminar
  6. Lidíssimo o poema eu gostei muito...um beijinho e resto de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  7. Oi Cidália os amores as vezes vem e vai, e trás tristeza e sofrimento.
    Lindo poema, sempre você coloca muita emoção em seus versos.
    Beijos,Vi

    ResponderEliminar
  8. Texto poético lindíssimo, apesar do desfecho indesejado. A poesia tem esse dom, de fazer com que até os tristes acontecimentos (imaginados ou não) se tornem encantadores, quando bem escritos. Parabéns!

    ResponderEliminar
  9. tb tenho vontade algumas vezes de voltar no tempo. apagar a pandemia então da minha biografia acho que é o meu maior desejo. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  10. Hoje estou passando para deixar meu abraço e para ler seu lindo escrito.

    ResponderEliminar
  11. Cidália,
    Ainda havemos de fazer muitos brindes, brindar à nossa saúde, brindar à vida !

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  12. ando afastada dos blogues há muito,
    mas não esqueci o seu.
    Hoje voltei para o revisitar.
    Desejo que se encontre bem.
    Bjs.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  13. A vida se faz de alegrias e tristezas, de amores e desamores, de..., de..., de..., e de poemas inspirados.
    Então, brindemos à vida!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Olá, Cidália, um belo poema, um canto ao amor que ficou no passado.
    Mas, como recordar é viver...
    Uma boa semana e uma Feliz Páscoa para toda a família.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  15. Um poema belo,mas nostálgico.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  16. E se fica despedaçado... há sofrimento! Gosto do poema 👏👏👏

    ResponderEliminar
  17. Também já tive por diversas vezes esse brinde

    C´est la vie

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  18. O coração fica em desalinho pelo instante colorido na cor do vinho exaltada no encontro que um brinde provoca. Os versos eternizam o momento onde as taças cheias reverberam os sentimentos.

    Um olhar poético muito tocante, Cidália. Amei!
    Bjo,
    Calu

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália,
    Nunca sofri por amor
    Tive vários namorados, mas uma era chance de eu sair do interior: Fazer concursos e trabalhar com alegria e, aconteceu...( tinha que ser serviço público).
    Avida só vale a pena se é bem vivida.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  20. Um óptimo pinta-amores para a luisa.
    Votos de Santa Páscoa

    ResponderEliminar
  21. Melancolico y bello poema amiga, saludos.

    ResponderEliminar
  22. Suas postagens são ótimas, estou seguindo seu blog e curtindo bastante!! Parabéns!

    Meu Blog: Lotomania

    ResponderEliminar
  23. Há brindes assim, de tempos que não voltam mais...
    Excelente poema, gostei muito.
    Continuação de boa semana e Feliz Páscoa (dentro do possível), querida amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  24. Olá Cidália!
    Momentos assim por vezes despedaçam-nos o coração

    Adorei o poema
    Boa Páscoa
    Um grande beijo

    ResponderEliminar
  25. Tudo passa. Felizmente algumas coisas, infelizmente outras e por vezes, o brinde...

    Um abraço. Tudo de bom.
    APON NA ARTE DA VIDA 💗 Textos para sentir e pensar & Nossos Vídeos no Youtube.

    ResponderEliminar
  26. Mais um Belo poema, Cidália!
    Parabéns!
    Resto de dia Feliz! :-)
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  27. Oh que pena!! Espero que seja ficção!!
    Uma feliz Páscoa!
    Beijinho

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  28. UM BRINDE AO MÊS DE ABRIL 🌻
    UM PASSO EM FRENTE NO CAMINHO DA MUDANÇA PARA MELHOR 🌻

    ResponderEliminar
  29. Muito bonito! Aproveito para desejar a continuação de uma boa semana!


    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  30. Um brinde a este belíssimo poema.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  31. Muito sentimento. Muito bonito!

    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  32. Um lindo poema Cidália.
    Eu também gostaria de voltar ao passado,
    mas tudo isso ficará na memória.
    Os momentos de alegria e os momentos de tristeza.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  33. Suas postagens são ótimas, estou seguindo seu blog e curtindo bastante!! Parabéns!

    Meu Blog: Bolão da Mega Sena

    ResponderEliminar
  34. Muito lindo, quisera eu.
    Triste! bjss

    ResponderEliminar
  35. OI Cidália, muitas vezes os amores despedaçam os nossos corações.
    Poema que belamente reata a tristeza de um coração.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘