terça-feira, 27 de outubro de 2020

Algo vai morrendo lentamente

****
A vida é uma dura constante, em redopio
É entendida no desentendimento
É o esforço desgasto deixando o vazio
Nas palavras mudas em sentidos opostos
É o olhar em silêncio na alma que dói
Sentir que é sufocante tal tormento
Numa casa habitada, tão vazia, mas corrói
*
As coisas passam, mas enquanto não passam
Algo vai morrendo lentamente
Os silêncios são os ruídos que cansam
As palavras caladas magoam a alma
Deixam que a solidão sofra de dor
Que, pelo tempo, já se sente deprimente
Onde falta tudo, incluindo o amor
*
Estão os sentimentos confinados, tristes
Soltam-se as lágrimas magoadas da solidão
Quando no vazio da alma tu insistes
Em guardar o carinho para depois,
Depois, quando já não houver tempo
Porque o tempo passa, mas o coração
Vai sofrendo nas constantes do contratempo
****
Cidália Ferreira

46 comentários:

  1. São os tempos do destempo, que geram o destempo, do seu pouco tempo ... dentro de um interminável ... tempo. Gostei muito do poema. Muito sentido.
    Beijo dado com ... tempo

    ResponderEliminar
  2. Cidália,
    Bravíssimo!
    Mais uma maravilhosa poesia.
    Bjins de boa nova semana
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  3. Si amiga la vida cuesta llevarla, pero es cierto que es linda vivirla. Hay que tener una constante y es intentar ser lo más felices posible, vivir y dejar vivir. Un fuerte abrazo y feliz lunes.

    ResponderEliminar
  4. Oie Cidália, tudo bem?
    Muito bonita a poesia.. os tempos estão bem dificeis, minha amiga..

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  5. A vida anda difícil mesmo,Cidália e por vezes parece se não morremos, morreu algo em nós... bjs, chica

    ResponderEliminar
  6. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  7. Poema bonito!!

    Boa semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  8. Un poema para reflexionar sobre la vida.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  9. Um poema que só podia ser escrito no Outono. Tão triste Cidália.
    Abraço, saúde e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Lindo, mas gosto mais das suas inspirações mais animadas...
    Dias amorosos e confortáveis.
    Beijinho
    ~~~~

    ResponderEliminar
  11. Oi Cidália,
    Falou tudo, Nem tudo são flores!
    O dia a dia vai desgastando o inusitado
    E assim criando os filhos, nossos verdadeiros amores e mesmo assim quando eles crescem vão nos descartar como folhas secas.
    Assim é a vida!!
    Adorei sua poesia subliminar
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  12. Boa noite
    Tempos difíceis,que descreve num lindo poema.
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Olá!

    ...e o tempo vai passando...

    para mal dos nossos pecados,

    mal!...

    Boa semana para si e os seus!

    ResponderEliminar
  14. Olá amiga, parabéns, adoro todos os seus poemas: são lindos!
    Beijinhos com carinho. Tenha uma semana de paz e bem!😘😘

    ResponderEliminar
  15. O que mais vai morrendo é a nossa paciência.
    Bjs, boa semana

    ResponderEliminar
  16. Bom dia Cidália!
    Ainda há pouco comentava num outro blog que 2020 parece que ficou suspenso em 2020, tudo os sentimentos, a nossa vida... Bonito poema, apesar de tristinho.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    Bluestrass

    ResponderEliminar
  17. Bonito poema com realidades que também podem ser modificadas e adoçadas.

    Um beijinho
    M.(olamariana.blogspot.com)

    ResponderEliminar
  18. um lindo poema, uma bela canção.
    um momento sempre bom e feliz passar por aqui !!
    muitas felicidades.

    ResponderEliminar
  19. Que lindo, adorei.
    Às vezes torna-se assustador porque me identifico muito com eles.

    Beijocas

    ResponderEliminar
  20. Acho que tudo vai se desgastando com o tempo, não é? Só a poesia, essa não pode se desgastar.

    ResponderEliminar
  21. Mais um bonito poema, sempre tão inspirada! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  22. Enquanto durar a felicidade
    que nos dá alegria de viver
    tudo isso sendo a realidade
    que não se consegue esconder!

    Continuação de uma boa semana, com saúde, amiga Cidália Ferreira. Beijos.

    ResponderEliminar
  23. O confinamento desperta-nos esses sentimentos, é uma realidade!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  24. De repente fez todo o sentido.
    É uma realidade triste e dolorosa. Bjinho

    ResponderEliminar
  25. A cool poem! I follow you (Readers). Please follow me back: beauty4fem.blogspot.com and vikistihi.blogspot.com Nice to meet you, Victoria

    ResponderEliminar
  26. Um poema triste e sofrido.
    novos tempos virão.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  27. Lindo e triste! :')
    garotastarfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  28. O mundo atual retratado em belo poema!!! 👏👏👏👏👏

    ResponderEliminar
  29. La vida es así. A veces nos muestra su lado más triste. Bellos versos.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  30. Olá Cidália, que belo poema! parabéns!
    muito rico no seu complexo entrelaçar de palavras, gostei muito,
    o outono inspira essa nostalgia, e poesia um pouco triste
    mas muito bela:)
    beijinhos, boa semana
    Angela

    ResponderEliminar
  31. São as coisas da vida espelhadas num poema lindo

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  32. Adorei as reflexões a partir da leitura do texto e tem tudo a ver com o conceito da sua página. Sou novo por aqui e acho que você ganhou um novo seguidor, rs. Espero voltar e poder consumir mais conteúdo como esse de qualidade.
    Abraços!

    Wall's Books
    https://wallsbooks.blogspot.com

    ResponderEliminar
  33. Não há como escapar a uma realidade que nos rouba corpo e alma.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  34. Um misto de emoções, sensações... maldito confinamento, sinais dos tempos de hoje.
    Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  35. porque a vida têm destas coisas um misto de emoções.
    beijinhos
    Rêtro Vintage Maggie | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  36. Esplêndido Ci!
    Falou diretamente ao meu ser.
    São tantos contratempos,que sorrir se torna um desafio.
    Xeru

    ResponderEliminar
  37. Há uma tristeza que se entranha, que nos deixa verdadeiramente tristes.
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  38. pois nos aqui em frança esta cada dia piore nao sei o que vai dar desta vez bonito poema bjs saude

    ResponderEliminar
  39. Palavras sentidas e sofridas num poema tocante
    Beijinhos

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘