quarta-feira, 17 de junho de 2020

Escrevo ao anoitecer, quando me visitas

****
Tento escrever, para saber o meu futuro
E saber se me sabe responder a verdade
Quero viver na certeza, e com lealdade
Para saber se paro... ou se, me aventuro
*
Tento escrever palavras meigas, a quem
De tudo faz para que me sinta realizada
Mesmo, que nesta mudez não diga nada
Sei que todas as palavras vão mais além
*
Vão para além do inconcebível, tu sabes
E sabes, quão que me fazes bem à alma
Onde as lembranças em mim, são calma
*
Escrevo ao anoitecer, quando me visitas
Trazes contigo a meiguice, a companhia
E me enches o peito de orgulho e magia
****
Cidália Ferreira

46 comentários:

  1. Tão lindo,Cidália! Beleza, mais uma vez! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Lindo! Lindo!

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  3. Poema um pouco nostálgico mas com uma mensagem, quiçá de alguma admiração e simpatia, por alguém que lhe preenche o coração. Claro que é poesia e apenas poesia. Mas não é a poesia, muitas vezes, embora nem sempre, o espelho dos estados de alma?

    Beijo poético

    ResponderEliminar
  4. Que tenha sempre quem lhe faça visitas calmas e ternas, Ci!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Ci
    Achei este soneto muito terno e bonito.
    E gostei muito da imagem.
    Saúde para si e para os seus!
    beijo grande
    :)

    ResponderEliminar
  6. Ai quem me dera que me escrevessem, assim!
    :)

    ResponderEliminar
  7. Lá muito no fundo,escreves quando queres e bem te apetece!! Continuação de excelente semana!!

    ResponderEliminar
  8. Ao anoitecer os sentimentos ganham uma dimensão intensa... Um poema terno e perseverante.
    Meu abraço

    ResponderEliminar
  9. Que belo poema cheio de magia

    Beijinhos e boa noite

    ResponderEliminar
  10. Un poema con un bello sentimiento al que supiste conjuntar una bella imagen.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  11. Las palabras saben de tu dulzor y cuando hay quien nos las trasmite es pura miel ..Abrazos ..

    ResponderEliminar
  12. Bellísimo, recordarle mientras escribes, amarle tanto. Preciosos sentimientos y preciosas letras. Muchos besos.

    ResponderEliminar
  13. Quando terminar a noventena, sim porque
    quarentena já fiz três, talvez nem saiba
    pra que lado fico o teatro da cidade, o
    bar onde bebia com os amigos e a pracinha
    onde os músicos nos põem para dançar.
    Acho que aprendo, não é mesmo? Acho que
    sim.
    Beijos, Cidália querida e muito boa noite.

    ResponderEliminar
  14. A noite era boa conselheira para estudar.
    Para escrever, não, nunca foi.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Cidália!
    Sempre lindo e doce.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar
  16. HOLA, ME GUSTÓ TU BLOG, TE SIGO Y TE CUENTO QUE ESTOY INAUGURANDO UN BLOG DE FRASES BELLAS, TE ESPERO, SALUDOS.

    ResponderEliminar
  17. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  18. Continue a escrever. Faz bem à alma.
    Beijos, bom dia de quarta.

    ResponderEliminar
  19. Olá amiga,
    que belo poema, você é sempre incrível.

    Beijos
    VOU ARRASAR BLOG

    ResponderEliminar
  20. Os fins dos dias podem mesmo ser inspiradores!!

    Beijos e abraços!
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
  21. O anoitecer é mágico....
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  22. Olá, Cidália, venho agradecer a carinhosa visita ao meu cantinho e conhecer, também, o seu. :)
    Vou tornar-me seguidora para acompanhar os seus belos e delicados poemas. Beijinhos, fique bem!

    ResponderEliminar
  23. "Tento escrever palavras meigas, a quem
    De tudo faz para que me sinta realizada".

    Boa tardinha, querida amiga Cidália!
    Que lindeza escrever assim!
    Adorei🥰.
    Tenha uma noite abençoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Tu sabes como me fazes bem à alma"

      Boa tarde de sábado, querida amiga Cidalia!
      Hoje lhe prestei uma referência, com carinho.
      Está aqui:
      https://espiritual-marazul.blogspot.com/2020/06/amor-de-morangos-no-inverno-inspirada.html
      Tenha um ótimo final de semana abençoado!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Eliminar
  24. Que belas palavras, um sentido poema.
    Gostei de conhecer.

    ResponderEliminar
  25. Precioso poema, lo leí varias veces para comprenderlo bien.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  26. Muito lindo o poema,
    As noites inspiradas lhe fizeram bem Cidália.
    Que sejam recorrentes.
    meu abraço

    ResponderEliminar
  27. Lindo poema.
    É maravilhoso adormecer em poesia.
    Que nunca te falte.

    Beijos, Ciália.

    ResponderEliminar
  28. Olá Cidália,
    Gostei especialmente desta passagem:
    "Mesmo, que nesta mudez não diga nada
    Sei que todas as palavras vão mais além"
    Votos de um dia feliz ♥ Beijinhos

    ResponderEliminar
  29. Amor é a magia que nos preenche e faz-nos sentir bem.

    Beijinhos
    Os Piruças

    ResponderEliminar
  30. Que lindo Cidália, gostei muito de ler! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  31. Oi Cidália, só tenho a te agradecer por nos presentar com tão belos poemas.
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderEliminar
  32. Bravo!!! Notável poema como sempre!!!

    Bela construção e inspiração!

    Abraço!

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘