quarta-feira, 8 de julho de 2020

Silenciam-se as palavras ...

****
Sozinha, na linha da vida. É meu destino
Serve, para testar minha fraquejada força
Perco-me no tempo, o pranto em desatino
É um facto da vida, que também destroça
*
São desgostos desafiados pelas quimeras
São as lágrimas, derramadas pela solidão
São as palavras vorazes, mas tão severas
Que formam nó na garganta. Pura ilusão
*
Silenciam-se as palavras no pensamento
Silencio-me por te amar, e nunca desistir
Mesmo que o sentido não seja argumento
*
Mil pensamentos me passam pela cabeça
Gostar de ti, é preciso, para me distinguir
Nesta linha da vida, há quem me conheça
****
Cidália Ferreira

44 comentários:

  1. Tristes,mas lindos versos nessa poesia,Cidália! beijos, ótimo dia! chica

    ResponderEliminar
  2. Poema muito bonito embora triste e repleto de sentimento "fechado". Elogio a inspiração e criatividade usada na elaboração de tão sedutora poesia

    Beijo

    ResponderEliminar
  3. Um beijinho.

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Cidália,
    Com força e preserverança tudo se consegue.
    Vá em frente. Lindo poema.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  5. Triste esta curva da vida em forma de poema! Mas lindo!!
    xoox

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  6. Nunca desistir é imperativo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Um bonito poema, embora triste e melancólico.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  8. Mil pensamentos passam pela nossa cabeça,lá isso é verdade!! Continuação de excelente semana para ti,muitos beijinhos!!

    ResponderEliminar
  9. Oi Cidália, muitos pensamentos circulam pelas nossas cabeças, às vezes é preciso ficar sozinha, silenciar para ouvir esses pensamentos.
    Belíssimo e sentindo poema
    beijos
    Chris


    Inventando com a Mamãe / Instagram  / Facebook / Pinterest

    ResponderEliminar
  10. Para pensar es mejor el silencio y para hacerlos efectivos la palabra.
    Un abrazo de buenas noches.

    ResponderEliminar
  11. Um beijinho e boa semana.
    Bjs.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  12. Parabéns minha linda amiga...
    Eu amo os seus poemas...
    Este tocou profundamente na minha alma.
    Um grande abraço fraterno cheio de amor e carinho.
    Gratidão!

    ResponderEliminar
  13. Poema triste mas belo, repleto de sentimentos..
    Continuação de boa semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Aunque triste el poema que nos dejas es una autentica belleza.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  15. É belíssimo, mas carrega uma amargura/tristeza...
    Mas faz parte da vida

    Beijocas

    ResponderEliminar
  16. Seja vivida com alegria,
    acompanhada do destino
    que bem se sinta na vida
    em paz, com ampr e carinho.

    Belo poema amiga Cidália, gostei, tenha uma boa noite. Bjs.

    ResponderEliminar
  17. Quando silenciam as palavras nos pensamentos amiga é mesmo dramático.
    Belíssima inspiração em construção.
    Haja amor e ternura para criar a doçura da vida.
    Belo trabalho amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  18. Que belo poema

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  19. Oi Ci

    Tantas coisas vivemos na vida...

    bjokas =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia de paz, querida amiga Cidalia!
      Silencio-me por te amar, e nunca desistir
      Mesmo que o sentido não seja argumento...

      Tão bonito e sentido, amiga!
      Tenha dias abençoados!
      Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

      Eliminar
  20. Cidália!
    A imagem e seu poema são bem melancólicos.
    Força e fé!
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar
  21. Nestes dias precisamos dos pequenos nada a que nos agarramos para permanecer sãos.
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Algo em si desabou para escrever desta forma tão desiludida. Mas não desanime, para se manter viva a chama do amor é preciso alimentá-la no dia a dia e nos mais pequenos detalhes.
    Beijos e um abraço de amizade.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  23. Que bello poema amiga, saludos. Cuidate.

    ResponderEliminar
  24. Há momentos em que estamos tão desiludidos que achamos que nada tem sentido...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  25. A passar por cá para ler mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidalia. Parabéns sabes interpretar qualquer. Situação. Com esmera perfeição. És uma poetiza nota mil. Parabéns sempre inspirada. Bjs

    ResponderEliminar
  27. Silêncio que grita sentires, que versa em desabafo poético.

    Um abraço. Tudo de bom.
    A ARTE DA VIDA. APON HP 💗 Textos para sentir e pensar.

    ResponderEliminar
  28. Um poema lindo e sentido gostei imenso.Beijinho

    ResponderEliminar
  29. Muito obrigada pela visita no meu blog e pelo comentário carinhoso!
    Beijo grande!

    ResponderEliminar
  30. grande poesia, sinta-se sozinho na multidão

    ResponderEliminar
  31. A vida não é essa coisa linda que idealizamos, ela tem mais de madrasta do que mãe cuidadora.
    No final, bem espremida, raras são as vidas plenas e felizes, e se o fossem, quem sabe, teríamos, ainda assim, do que nos queixar. O melhor é ir vivendo o dia a dia, saltando os obstáculos, colhendo as flores que se nos deparem.

    Boa tarde, Cidália

    ResponderEliminar
  32. Poesia melancólica, porém linda.
    Espero que esteja bem!!

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  33. As coisas de uma vida são sempre belas, mesmo nos momentos mais tristes.

    Boa tarde, Cidália, e seja feliz.

    ResponderEliminar
  34. Triste mas ao mesmo tempo bonito!
    Bjs.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  35. Um poema nostálgico, mas encantador e tem a força da esperança que o amor vem em sua plenitude.
    Beijos afetuosos!

    ResponderEliminar
  36. Bravo!! Sensacional poema com uma força emotiva que vem da tua alma!

    Arrasas sempre! Que posso dizer mais?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  37. Inquietações da alma, sublimemente traduzidas, nas suas emotivas palavras, Cidália!...
    Inspiração sempre em alta, por aqui! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘