quarta-feira, 20 de junho de 2018

Sons do silêncio me suavizam a alma

Deambulo, pelas sombras da floresta
Sons do silêncio me suavizam a alma
Nas árvores há algo que se manifesta
Levando-me, à extremidade da calma
*
A folhagem digna duma contemplação
O meu olhar silencia na tua lembrança
E cada folha que entra no meu coração
Parecem os teus sussurros de esperança
*
E neste silêncio inspiro toda a frescura
Abraço uma árvore, voltando à energia
Neste deambular onde tudo é a loucura
Mas sei, que me acompanhas na poesia.
****
Cidália Ferreira.

36 comentários:

  1. O silêncio na floresta, a folha, abraçar árvores...Linda inspiração! Bela poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito. Adoro os sons da natureza :))

    Hoje:- Não será solidão por estar sozinha.

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça-Feira

    ResponderEliminar
  3. Lindo poema, como já nos vem habituando :)
    Beijinho
    Joana

    ResponderEliminar
  4. Digno como sempre de aplausos!
    Uma sensibilidade do fundo d'alma.
    Adorei Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Hello, antes de mais, a imagem é muito bonita, mas o poema também é!
    =)

    Olhares entre a beleza das flores.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. a natureza ela em si é mt bonita so que o homem ainda nao sabe mais um lindo poema amiga assim como a foto bjs

    ResponderEliminar
  7. É aconchegante saber apreciar a Natureza, a contemplá-la no silêncio e saber transportá-la para as palavras!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Sussurros de,Esperança!
    Que tocante expressão poética.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  9. Lindo demais seu poetar como todos,querida amiga Cidália!

    Adorei!
    Estou com problemas para acessar os blogs pelo celular e com pouquíssimo tempo para a Net.
    Obrigada pela visita e,assim que meu marido se recuperar das 3 cirurgias feitas em fevereiro e março de 2018,tudo voltará ao normal,se Deus quiser.

    Beijos sabor carinho e um final de terça_feira com muitas bênçãos!

    Obs: Desculpe a mensagem copiada,mas é o que consigo agora para agradecer quem me visita e comenta.

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  10. Um poema lindo que nos acalma! :) Beijinhos e boa noite.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  11. O silencio esse conselheiro da alma
    Grandioso poema
    Bjs

    Hoje em Caminhos Percorridos - Perigos de usar o Telemóvel à mesa

    ResponderEliminar
  12. Abraçar uma árvore dá uma energia fantástica!
    Mais um lindo poema!

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  13. Maravilhosa, fresca e serena inspiração!!!

    ADOREI!!! A imagem fabulosa e perfeita para toda a emoção e escrita!
    Ao ler sentimos uma serenidade total!

    Parabéns pela linda e envolvente poesia amiga!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  14. Um silêncio que por vezes faz milagres pela alma!
    Beijinhos,
    https://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  15. No silêncio parece que se ouve muito mais além até do que podemos compreender. Beijinhos :) uma excelente quarta-feira!

    ResponderEliminar
  16. A natureza é maravilhosa!!

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  17. A natureza como inspiração deste brilhante poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  18. Natureza + amor + Cidália = um lindo poema inspirador que abranda nosso ser... Parabéns lindíssimo poema.

    Beijos
    Desejo a ti muita paz, luz, amor e harmonia.

    ResponderEliminar
  19. Amor em silêncio desfolhado. Poema muito bonito.

    Bjo

    ResponderEliminar
  20. Boa tarde, Cidália,
    perambular pela floresta, ouvir o sibilar do vento, sentir o aroma das folhas, sentir a energia de uma árvore, olhar um pedaço do céu por meio das folhas é um prazer infinito. Lindo o seu poema. Abraço!

    ResponderEliminar
  21. O silencio no meio da natureza é uma maravilha!
    Beijos

    ResponderEliminar
  22. O poeta é sensível a todas as belezas naturais ...
    Desta vez, um belo canto à floresta...
    Beijos
    ººº

    ResponderEliminar
  23. O poeta é sensível a todas as belezas naturais ...
    Desta vez, um belo canto à floresta...
    Beijos
    ººº

    ResponderEliminar
  24. Oi Cidália,
    Não estou conseguindo logar em alguns blogs.
    Vou tentar pela quarta vez
    Linda poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Oi Cidália querida


    Lindo poema....
    A loucura de amar é sempre a melhor...

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  26. Cara amiga, poetisa, Cidália estás a nos presentear mais um belo poema neste estilo em que és mestra: paixão e natureza. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  27. Olá Cidália
    Lindo poema, a natureza é magnifica, linda criação de Deus. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  28. Mais uma pérola que escreves amiga, para encantar o mundo poético! Amei! Bjuss

    ResponderEliminar
  29. Maravilhoso este poema, baseado na beleza e serenidade da Natureza!... Adorei cada palavra, Cidália!
    Para ler e reler!... Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  30. Cidália!
    Me acalma também o som do siklêncio, é reflexivo...]
    “Não sei o que fazer do que vivi, tenho medo dessa desorganização profunda. “ (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/06/divulgacao-cultural-86-41-poetizando-e.html

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada...