terça-feira, 12 de junho de 2018

Dentro do meu peito a chuva cai

Através da vidraça, no passar tempo
Vejo chegar a angustia
O desanimo,
Sinto chegar as lágrimas
Em pequenas recordações
Amargo momento
Olhar de tristeza, desilusões,
*
Dentro do meu peito a chuva cai
Olho a vidraça e tudo se esvai
Num sentimento de tristeza
Sinto um aperto no peito
Olho as palavras vãs
E num olhar tão vazio
Existe em mim, o preconceito,
*.
O tempo que passa em desgraça
Não existe amor maior
Que este, ao que me entrego
Sou grata, mas sinto desdém
Pelo meu eterno apego
Através da vidraça, lacrimejando
Meditando num tempo... sem graça.
***
Cidália Ferreira.

40 comentários:

  1. Quando se ama, um coração sofre. Triste mas muito bonito este poema
    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. O amor é a razão de viver,
    tudo é mais triste sem amor
    belos poemas sabe escrever
    bem merece este meu louvor!

    Tenha uma boa noite cara amiga poetisa Cidália Ferreira.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  3. Há um sofrer poético que a poetisa lança um belo momento de leitura!
    bj

    ResponderEliminar
  4. Bonito, mas triste, chove dentro do peito como chove na rua, mas diz que amanhã já vem o sol! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  5. pois o sintimento ele nao diz quando chega nem bate a porta mt bonito aqui chove e mt todos dias bjs

    ResponderEliminar
  6. Momentos tristes, pelos quais todos passámos. bem descritos e cantados no seu belo poema.
    Beijinhos
    ~~~

    ResponderEliminar
  7. Oi Cidália,
    Estou passando maus bocados, mas tenho f´r.
    Nem tudo são flores!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  8. Lindo, embora triste...


    Hoje: -Careço das tuas palavras de conforto .

    Bjos
    Votos de uma óptima Terça-Feira

    ResponderEliminar
  9. Um derramar com dores e desabafos... Poetizou lavando a alma e fortalecendo as emoções.
    O presente pode ser com novos horizontes...
    Boa terça-feira... Abç

    ResponderEliminar
  10. Muito triste!
    Mas como sempre as palavras nos encantam.
    Bjs Cidália.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Querida Cidália
    Que lindo poema! Acho que foi este mau tempo quem a inspirou! Parece triste, mas saiba que tudo vai mudar.
    Gostei imenso.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  12. Melancolia, tristeza.
    Será a receita ideal para encarar a vida?
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Gostei muito

    Bom Santo António

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. A chuva... a tristeza que nos prende nessas memórias que temos que esquecer...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  15. Boa noite, querida amiga Cidália!
    Há pouco olhei a vidraça da janela... céu nublado mas coração saltitante... pensava assim sobre como o tempo lá fora nem sempre corresponde ao de dentro do coração... mas, às vezes, acontece e você poetou com dignidade sobre um deles...
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem
    😚😍💟

    ResponderEliminar
  16. Bonito mas melancólico
    Bjs

    Hoje em Caminhos Percorridos - CAMINHAR NO TEMPO

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália
    Muito triste
    Recordações agregadas a sua vida
    Mas temos que viver. Força.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  18. Olá Cidália. Depois da chuva o sol volta sempre a brilhar. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália,
    Nós temos que aceitar tudo e ainda dizem que vivemos numa democracia.
    Não faz mais poesia triste, até chorei. Já sou uma manteiga.
    Beojos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  20. Maravilhoso poema, querida amiga Cidália. Parabéns.
    Boa semana.
    Beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  21. Cidália!
    Que amor sofrido, regado pelas gotas da chuva.
    Sempre inspirada.
    FELIZ DIA DOS NAMORADOS!
    “Sou uma só. (...) Sou um ser. E deixo que você seja. Isso lhe assusta? Creio que sim. Mas vale a pena. Mesmo que doa. Dói só no começo.” (Clarice Lispector)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/06/divulgacao-cultural-78-39-poetizando-e.html

    ResponderEliminar
  22. Um belo poema apesar de estar "pintado com cores da tristeza".
    Um abraço e tenha um bom dia.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  23. Bom dia, lindo poema mas triste, as fortes recordações trazem tristeza, desilusões juntamente com lágrimas.
    Continuação de feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  24. Que linda poesia!
    Encantada desejo a você
    Cidália muita inspiração
    e um bom dia inteiro.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  25. Oi Cidália, bom dia. Obrigada pelo carinho!Desejo-lhe uma ótima semana. Bjs

    ResponderEliminar
  26. Apesar de triste tem a sua beleza!
    =))

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  27. Gostei muito do poema, infelizmente reflecte um pouco o que tenho sentido estes últimos dias.

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  28. Oi Cidália,
    O poema é melancólico,
    cheio de sentimento
    e beleza literária...
    Beijos!

    ResponderEliminar
  29. Essa é a parte má da vida, minha cara. É aquele lado do qual devemos evitar estacionar.
    Esforcemos-nos por abraçar as horas boas, aquele tempo que só de recordar, nos faz sorrir.
    Beijinho Cidália e um bom resto de semana, amiga !!!!

    ResponderEliminar
  30. Estados de alma, que por vezes, também vão ao sabor do tempo... cinzento...
    Adorei ler! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  31. Bela inspiração querida! Mais uma pérola de poesia! Amei! Bjuss

    ResponderEliminar
  32. Palavras plenas de dor num belíssimo poema.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  33. Pegaste numa forte emoção que é a amargura e com as palavras perfeitamente escolhidas, construíste um soberbo poema!
    Que mais posso dizer? És uma poetiza nata!

    Abraço!

    ResponderEliminar