quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Sinto o outono em meu redor


 *****

Sinto o outono em meu redor

Caem as folhas, lentamente

Como quem segue viagem

No chão, um tapete quebradiço

Das folhas que já foram sombra,

Agora, caem, mudam de cor

Como a melancolia da gente

Que, sem pedir licença, assombra

*

Despem-se árvores, sem limitação

Onde outrora foram a frescura

A brisa perfumada

O recanto de qualquer conversa

Beleza de muitos olhares,

O refugio das aves era a emoção

Agora, apenas a desventura

Dum tempo onde a previsão e incerta!

*****

Cidália Ferreira

57 comentários:

  1. Mais um bonito poema. Eu este ano nem dem conta do verão a passar...nem senti o calor.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Love how you described the autumn in the meaningful poem. Beautiful phenomena happening around. Enjoy.

    ResponderEliminar
  3. Bom dia Cidália,
    Lindo poema a anunciar o outono.
    Tenha uma ótima semana.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  4. Buen martes ya queda menos para que esas hojas las tengamos como alfombras.Un beso.

    ResponderEliminar
  5. Um lindo poema anunciando outra Estação um 😘🥰

    ResponderEliminar
  6. Bom dia de paz, querida amiga Cidalia!
    Amo o Outono e a Primavera.
    O refúgio das aves é um consolo extraordinário.
    Tenha dias abençoados!
    Beijinhos com carinho de gratidão

    ResponderEliminar
  7. Sentes uma linda estação a chegar! Feliz Outono! bjs, chica

    ResponderEliminar
  8. Olá Cidália,
    Fantástico poema alusivo ao outono, muitíssimo bem escrito! Gostei imenso!
    Por aqui o calor não se fez notar muito.
    Fique bem, beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Cidália, um belo poema, amei ler!

    Beijinhos com paz.

    ResponderEliminar
  10. El otoño y la melancolía siempre van de la mano.

    Besos.

    ResponderEliminar
  11. Lindo poema, amiga Cidália!

    Onde o outono está lindamente retratado.
    Parabéns!
    Continuação de ótima semana.
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. O sol da tarde acaricia o meu rosto até ao sol-posto.
    O meu corpo descontraído barra o caminho ao outono 🍂

    ResponderEliminar
  13. Bom dia, Cidália!
    O outono é uma estação belíssima, como essa poesia que acabei de ler.
    Bjs, marli
    -
    Blog da Marli

    ResponderEliminar
  14. Me encanta tu poema sobre el otoño, aunque el futuro sea incierto. Vivamos el presente.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  15. Ja se sente o outono, sim, e com ele as temperaturas mais frescas, mais agradaveis para bons passeios..
    Bonito poema.
    : )

    ResponderEliminar
  16. O Outono a influenciar a criatividade da brilhante poetisa, Cidália Ferreira. Poema repleto de inspiração. Confesso que gosto do Outono. Gostei muito de ler.

    Beijo

    ResponderEliminar
  17. O Outono e seus tons castanhos são uma bela fonte de inspiração!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  18. O poema é lindo, mas o Outono, confesso, não me agrada muito; começa o frio e eu gosto de calor, de sol, de flores nos canteiros e folhas nas árvores. Um beijinho e um bom Outono, com SAÚDE, pois ela é o mais precioso dos bens, seja em que estação for
    Emilia

    ResponderEliminar
  19. Un poema maravilloso para recibir a un otoño que ya tenemos cerca..

    Saludos.

    ResponderEliminar
  20. Essa é a estação associada a melancolia...
    mas eu acho tão lindo o outono...
    Todas as estações têm seu encanto!

    Ane
    De Outro Mundo

    ResponderEliminar
  21. Oi Cidália,
    Linda a sua poesia
    Gosto de poesia de amor
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  22. Uma linda e sentida homenagem ao Outono que chegou.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  23. Muito lindo!

    Por aqui ainda é verão, felizmente.

    Dias bons. beijinhos
    ~~~~~~

    ResponderEliminar
  24. O outono pode ser triste...há a chuva, o céu fica mais cinzento....
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  25. Al otoño siempre le agradezco que se lleve el calor.

    Buen poema.

    Besos.

    ResponderEliminar
  26. Oi Cidália
    Retornando devagar venho te ver ao dar boas vindas ao Outono europeu.
    Abraço

    ResponderEliminar
  27. O outono é a mais romântica estação do ano. Inspiradora. Madura como uma mulher que está no auge da feminilidade. Teu poema é divino querida Cidalia. Parabéns.
    Beijo outonal

    ResponderEliminar
  28. Suas palavras me encantam!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está de volta com muitos posts novos! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderEliminar
  29. Mesclam-se nos versos sentires acordados na estação chegada ,nos tempos vivenciados.
    Faço votos que o outono limpe os ares.

    Bjs, Cidália.
    Calu

    ResponderEliminar
  30. Belo poema Cidália!
    Chegou o Outono,
    mas ainda há carícias de verão
    perdidas nos caminhos!

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  31. Já se nota o outono a chegar e os dias a encurtar! Bjs

    ResponderEliminar
  32. I love autumn as well .... nice season.

    Beautiful poem

    ResponderEliminar
  33. Cidalia um poema lindo, adoro o outono é uma estação maravilhosa, bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  34. Boa tarde Cidália,
    Lindo o seu poema de outono!
    Aqui chegou quente e algum vento mais fresco.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  35. Olá, Cidália!
    Passando por aqui, relendo este excelente poema que muito apreciei, e desejar continuação de ótima semana!
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  36. Lindo poema de outono!!

    Beijos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  37. Muito lindo! Beijos e boa quarta-feira!

    garotastarfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  38. Esta estação também tem coisas bonitas. Vai dar saudades do calor, mas também é bom o aconchego das roupas mais quentinhas.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderEliminar
  39. Um excelente poema para o outono que se inicia.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  40. Olá Cidália, lindo poema, adoro o outono as folhas que eram verdes estão a mudar de cor em vários tons caindo um a uma no chão formando um tapete colorido. Respondo á pergunta que me fez sim os azulejos estão cosidos estiveram num forno próprio com cerca de mil graus de temperatura. Bjinho

    ResponderEliminar
  41. Oi Cidália,

    Linda Cidália, o outono é a estação mais triste que há, as flores se despem para mais tarde, lindas flores desabrocharem.
    Mas a estação que mais gosto ainda é o inverno que aqui é bem ameno.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  42. Olá, Cidália!
    Que lindo poema e a imagem é belissima!
    Desejando a você um feliz outono! Cá para nós é primavera!

    Beijinhos e uma feliz noite!

    ResponderEliminar
  43. Olá, Cidália, gostei de ler seu belo poema, 'O Outono ao meu redor', tão próprio que se inicia em Portugal.
    Um bom final de semana, com saúde e paz.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  44. Sente-se a chegada da mais agradável estação do ano em Macau.
    O calendário lunar nunca falha.
    Bjs

    ResponderEliminar

  45. O autono no seu esplendor
    lindo poema !

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  46. Boa tarde Cidália,
    Um belo poema a anunciar o outono.
    Tenha um bom fim de semana.
    Beijinhos,
    :)

    ResponderEliminar
  47. Descansam para se renovarem...

    Belo poema... Beijinhos 🍁🍁🍁
    ~~~~~~

    ResponderEliminar
  48. Enfim a natureza busca a renovação sabendo das perdas para o crescimento. Linda poesia outonal Cidalia.
    Que seja outono de aconchego e nos caminhos belos tapetes naturais.
    Beijo amiga

    ResponderEliminar
  49. É assim o Outono, do tempo e o da vida.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  50. Uma sentida inspiração outonal, com a nostalgia bem patente... no entanto, na natureza, este é o primeiro passo para a renovação... deixemos ir com as folhas as nossas preocupações, e pensemos que tempos melhores hão-de voltar...
    Adorei ler! Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘