quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Abro a janela e deixo a brisa entrar

****

Abro a janela e deixo a brisa entrar
Olho o horizonte dos pensamentos
O sol brilha e toca nos sentimentos
Nos meus, que se deixam enamorar
*
Absorvo, da brisa do sol, a vitamina
Recordo momentos afáveis, contigo
Palavras marcantes ficaram comigo
Momentos...nunca ninguém imagina
*
Abro a janela, sorrio, sinto o coração
Neste silêncio abençoado, merecido
Sinto-te a falta... não foste esquecido
Apenas permaneces na minha ilusão
*
E se o meu corpo te desejar, procura
Através da janela do meu imaginário
Não fosse o silencio o confessionário
Onde transparece esta minha loucura
****
Cidália Ferreira

45 comentários:

  1. Oi Cidália querida, bom dia!
    Realmente quando abrimos uma janela n/dia de sol ou até mesmo n/dia de chuva, sensações diversas aparecem logo em nossas mentes. Parabéns!
    Bjsss amiga

    ResponderEliminar
  2. Parabéns pela poesia cheia de sentimentos bons

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. Que linda poesia, querida!!

    garotastarfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Um poema que reflete esperança em melhores dias. Gostei muito.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  5. La ventana es nuestra visión y esperanzadora vistas...Un lindo poema. Un fuerte abrazo.

    ResponderEliminar
  6. Muito linda tua poesia e receber a brisa é maravilhoso sentir...beijos, chica

    ResponderEliminar
  7. Que pela janela aberta , entre ar puro ...

    Beijinho, bom dia

    ResponderEliminar
  8. Olhando e apreciando a imagem quase me esquecia de ler o poema, lol
    Claro que estou a brincar. Imagem e poema muito bonitos. A conjugação poética perfeita.

    Abrindo a janela de par em par
    E da rua deixar entrar o odor
    Pode não ser alguém a entrar
    Mas decerto que entra o amor

    Deixando um beijinho

    ResponderEliminar
  9. Mais um poema que li com muito agrado. Que pela janela entrem dias felizes.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  10. Estupendo versejar em rimas precisas.
    É um encantamento só voejar nas entrelinhas de suas lembranças queridas, à guisa da natureza em seu apogeu de paz, Cidália.
    Parabéns e um terno abraço com votos de uma semana promissora e feliz.

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde Cidália,
    Poema lindo e muito inspirado.
    Adorei!
    Beijinhos e saúde.
    Ailime

    ResponderEliminar
  12. O seu cantinho é muito lindo e tem poemas lindiíssimos um bjo.

    ResponderEliminar
  13. abrir a janela sabe sempre tao bem pelo menos deixar entrar o ar puro adorei o poema bjs saude

    ResponderEliminar
  14. Um excelente poema,
    a janela aberta é uma esperança de dias melhores.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  15. Un poema lleno de aire fresco como el aire que entra por la ventana.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  16. Adorei o poema

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  17. que bonito poema melhores dias viram
    http://retromaggie.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  18. Abrir a janela, libertar pensamentos...mergulhar nas lembranças de dias felizes e de noites válidas.
    Xeru

    ResponderEliminar
  19. Que lindo!
    Bela inspiração! Senti o romance no ar!

    Beijinho e mais uma vez parabéns pela chegada de mais um novo membro à família, mais uma flor para o seu lindo jardim!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Deng Xiaoping ensinava que devemos abrir a janela para deixar entrar ar fresco.
    Mesmo que também entrem moscas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  21. A brisa renova o ar e os nossos pensamentos.
    Bom dia Cidália
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Obrigada Cidália por visitar o meu humilde cantinho pelo comentário e por me seguir um bei9jo.

    ResponderEliminar
  23. Lindo poema!!! Que a janela aberta continue permitindo a entrada de muitas inspirações. Tenha um excelente dia!

    ResponderEliminar
  24. Precisamos de Brisas urgentemente, estes "ares fechados" estão a deixar-nos tristonhos.

    ResponderEliminar
  25. Um lindo poema como sempre...um beijinho e resto de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  26. Que lindo para dar mais ânimo para essa semana, adorei o texto e essa sensação que ele desperta de sentir realmente a brisa e o silencio que nos conforta e renova. Abraços!!!

    https://wallsbooks.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Um poema suave e belo com a brisa da manhã.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  28. Vejo por tua janela,
    Cara Cidália Ferreira,
    A tua paixão à beira
    Da luz da glória que vela
    Por essa paixão tão bela.
    Amar é sonho – é paixão
    Que abre o teu coração
    À glória da luz suprema
    De teu amor. O poema
    É a tua alma em ação.

    Maravilhoso poema, prezada amiga! Parabéns! Quem divulga poesia é iluminado e ilumina. Abraço cordial. Laerte.

    ResponderEliminar
  29. Olá, Cidália, gostei muito deste belo poema, minha amiga, um de rara inspiração, parabéns!
    Uma boa semana, com muita saúde e esperança.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  30. Também gosto muito da inspiração poética!!! Bj

    ResponderEliminar
  31. Gostei. Com um enredo coerente, bem estruturado e reduzido a quadras rimadas.
    Cuide-se que já falta pouco tempo.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  32. Cidália,
    Eu amo abrira janela
    e deixar a brisa
    passar por mim.
    Lindos e encantadores versos.
    Bjins de boa noite.
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  33. ☁☁☀☁☁
    Cidália, como é bom ter alguém especial
    pra recordar momentos inesquecíveis!
    Belos versos!
    Bjos!
    ☁☁☀☁☁

    ResponderEliminar
  34. Oi Cidália
    Uma das mais belas poesias suas
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  35. Que linda loucura minha poetisa.
    Deixa que a brisa acaricia neste encanto de poesia.
    Show amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  36. Cidália!
    Um refrigério a brisa entrando...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘