quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Serenam as águas, quando meu desabafo liberto

Imagem relacionada
Na turbulência de um tempo que nunca desejei
Onde minha alma sofre de um passado, destino
Não será de arrependimento, e jamais rastejarei
Porque, existem momentos, em que eu desatino
.
Todas as lágrimas que já secaram por saturação
Deixaram um vazio de uma revolta sem retorno
Refugiei-me no meu mundo ilusório, uma opção
Que arranjei para refletir de todo este transtorno
.
Serenam as águas, quando meu desabafo liberto
Onde surgem as palavras do meu coração aberto
Quando existem momentos de pura  necessidade
.
Tudo será um passado, se o meu coração refletir
Tudo é perdoado, porque se não, estaria a mentir
  Mas de momento, sinto mágoa e muita ansiedade.
****
Cidália Ferreira

31 comentários:

  1. Lindo e quando conseguimos desabafar ficamos melhores.bjs chica

    ResponderEliminar
  2. Lindo seu desabafo em forma de poesia,querida Cidália.


    Um feriado de bênçãos para você

    Obrigada pela visita e volte sempre.

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  3. Entre águas serenas a liberdade de um desabafo.
    Lindo soneto Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  4. Fantástico poema. A imagem está em sintonia com o soneto.Adorei

    Lá no blogue tema do Gil "Suporta o coração a ilusão, o ódio, o desamor"

    Bjos
    Uma Boa Quarta-Feira

    ResponderEliminar
  5. Querida Cidália
    Um belo soneto, em que desabafa sobre as suas mágoas e ansiedades!
    Belíssima imagem.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  6. Se for preciso desatinar,
    com o seu poema muito lindo
    para o que deseja alcançar
    sem no entanto perder o tino!

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Cidália Ferreira, um beijo,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  7. Um belo e sentido desabafo querida Cidália. :) Beijinhos e bom resto de dia.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  8. Quando as lágrimas que se possam derramar
    Saltam e rebolam pela face em desalinho
    Surge o grito do coração que sabe amar
    Bebem os lábios essas gotas, de mansinho
    .....................
    Que lindo poema o teu Cidália Ferreira. Um grito de amor surgido pela voz de um coração que ama com toda a força da sua alma. Amei

    .
    Deixo cordiais cumprimentos
    .

    ResponderEliminar
  9. chorar faz bem a alma e quando se transformam em poesia
    melhor ainda. Lindo desabafo. Bjs Amo vc e Deus ainda mais

    ResponderEliminar
  10. Há momentos em que a realidade é dura demais e é num mundo ilusório que encontramos refúgio e um pouco de paz. Desabafar faz bem, por vezes partilhar o que nos preocupa deixa-nos mais leves e com outro olhar sobre o que se passa à nossa volta.
    Um beijinho, querida Cidália!

    ResponderEliminar
  11. Que as águas mesmo em lágrimas traga serenidade e amenize as mágoas. Lindo

    ResponderEliminar
  12. que bonito desabafo
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. Nunca nos devemos arrepender.
    Nem do passado nem do que está por vir.
    Gostei muito do poema, claro.

    Beijinhos, Diana.

    ResponderEliminar
  14. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema!
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  15. Lindo o poema desabafar faz bem a alma, precisamos sempre desabafar, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  16. Desabafar é a melhor coisa, mas temos que deixar o passado no passado.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália
    É importante desabafar e prosseguir rumo a vitória. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  18. Que desabafo da alma...o passado lá ficou é mera recordação seja ela boa ou má.
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. O passado tem que ser mesmo passado, porque há que seguir em frente.
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Continuação de boa semana, amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  20. O passado já era, há que seguir em frente.
    Gostei muito deste teu desabafo poético.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  21. Belo soneto para descrever o seu desabafo, lindo.
    Beijinho Cidália

    ResponderEliminar
  22. A passar por cá para desejar bom fim de semana!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  23. Um poema onde cada palavra é pura emoção e sentimento...
    Belíssimo como sempre, Cidália!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar