segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Nesta noite em que a chuva deixou de cair

Foto de Cidália Ferreira.
A noite chega, sempre, de mansinho
Como chega a inspiração ao poeta
Que se fecha, reflecte, qual o caminho 
Que deve seguir para melhor meditar,
A noite chega, e os momentos de encantar 
São o silêncio onde se escutam  murmúrios, 
O brilho da noite, beleza do momento
O  silêncio em que observo calmamente
Mesmo que a noite me traga tristeza
.
Nesta noite em que a chuva deixou de cair
O brilho da lua encantou meu coração
A tua chegada seria a minha serenidade,
Mas a noite chegou de mansinho, e sozinha
Elevo o meu imaginário ao além
Olho o horizonte, recordo um alguém,
Meu olhos enchem-se, lágrimas, emoção
Nesta noite que me trouxe alguma saudade,
Onde em silêncio, me debruço, para reflectir.
***
Cidália Ferreira. 

36 comentários:

  1. Mesmo na bruma silenciosa, as tuas inspirações são divinas!
    Parabéns amiga, mais um maravilhoso poema e muito bem construído!
    Como sempre, é um prazer visitar o teu blog!

    Um abraço forte e boa semana!

    ResponderEliminar
  2. Belo poema, cara amiga Cidália, poetisa da natureza e da paixão; dois temas em que sobressais.
    Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  3. Saudade e beleza em poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. A noite traz-nos nostalgia, amor, paz, carinho
    Tão lindo o poema.
    Jinhos

    ResponderEliminar
  5. O silêncio como transporte para lembranças, saudades
    e inspiração...
    Muito bonito, Cidália!!
    Meus votos de uma semana feliz!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Inspirações que chegam no silêncio da noite e você nos compartilha com tanta sensibilidade.
    Amei Cidália.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. A noite é sempre um lugar de sobrevivência dos poetas e dos que amam. Mesmo quando a saudade chega perto do coração.
    Sempre tão bem, Cidália!
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  8. Querida Cidáliamiga

    É mais uma desgraça para as cidades e o campo :-(((((((

    Qjs do Henrique, o Leãozão

    ResponderEliminar
  9. Arrasou nesta grade sedução amei,
    obrigado pela visita, tenha semana abençoada.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  10. Bom dia, Cidália
    Belo poema, bjs querida.

    ResponderEliminar
  11. Que nunca lhe falte a inspiração para estes tão belos poemas. :) Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  12. Saudade, palavra tão poetada e cantada, mas a saudade é algo
    que dói, lindo, bjs Cidália

    ResponderEliminar
  13. Belo e muito forte poema, onde a sedução e o amor se entrelação, com a melancolia. Simplesmente, lindo !!!!
    Parabéns amiga e uma muito Feliz semana, repleta de inspirações !!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Boa noite Cidália,
    Que lindo poema!
    A noite sempre tão inspiradora...
    Um beijinho e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  15. Lindo,amiga Cidália.
    A noite inspira seu poetar e é necessário refletirmos na calada dela.

    Obrigada pela visita e volte sempre!

    Beijos sabor carinho e uma noite de segunda_feira de paz e alegrias

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  16. E com a noite chega muitas vezes a nostalgia.
    Lindo poema
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  17. A noite é o véu da amargura e o refúgio dos poetas. Amei demais o seu poema. Amiga Cidália boa semana e beijos com carinho

    ResponderEliminar
  18. Olá amiga Cidália, a noite é cúmplice do poeta, nem a sua negritude é capaz de impedir o versejar ou castrar uma inspiração.Lindos e sentidos versos.
    Bjss!

    ResponderEliminar
  19. Que lindo poema
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Uma reflexão linda onde a noite inspira os poetas.
    Lindo poema como sempre.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  21. Lindo poema, como linda é, a Poetisa.

    Abraço

    ResponderEliminar
  22. A noite sempre traz inspiração. Lindo poema!

    ResponderEliminar
  23. Lindo visual do blog que vem com esses lindos versos nos dar a leveza de uma linda noite de luar, pois é mesmo em noites assim que a nostalgia pega, nem sempre leve, algumas vezes de doer!
    Amei ler querida amiga poetisa, cronista do coração!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  24. Gostei de ler!!!
    E realço:
    "Olho o horizonte, recordo um alguém,
    Meu olhos enchem-se, lágrimas, emoção ...
    bj
    Nesta noite que me trouxe alguma saudade,

    ResponderEliminar
  25. Magnífico!
    O final do poema arrepia de tão belo!
    Parabéns.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  26. A noite onde confessamos tudo...Abrimos a alma nesse silêncio...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  27. Mais um belo poema Cidália!
    Gostei muito de ler.
    Bjs

    ResponderEliminar
  28. Um belo, tocante e sensível poema de saudade.
    Parabéns, Cidália pelo dom.
    Abraço.
    ~~~

    ResponderEliminar
  29. A noite e o luar... que propiciam à reflexão... e à inspiração...
    Como sempre, um excelente poema... onde as emoções falam mais alto...
    Sempre em bom, por aqui, Cidália!... Adorei!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  30. Me inundas de maravillas Maria Luisa ,,,MÁS BELLOS IMPOSIBLE.....algunos parecen HAIKU...
    TE QUIERO MUCHO..
    ESTELA MENGA

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada...