sexta-feira, 5 de março de 2021

Silêncios... d'outras paragens...

****
A água corre, e some, com pressa
Escoltada de margens e caminhos
Parecendo a abandonada travessa
Onde outrora se trocavam carinhos
*
As nuvens, já não são as mesmas
O céu de tão triste sente deserção
São sinais do tempo... são cismas
Iludindo os olhares, noutra direção
*
Podem ser riachos, lagos, ou rios
Podem umas, e outras paisagens
Podem ser ânsias ou ser calafrios
Dos silêncios... d'outras paragens
****
Cidália Ferreira

PS: Por motivos alheios à minha vontade (talvez do sistema) não consigo comentar em nenhum blogue. Andam Robôs, carros, passadeiras, hidrantes, palmeiras, colinas, chaminés etc...etc...é um pula pula que até os olhos me saltam. Não consigo. Vou tentando...

48 comentários:

  1. Mais um bonito poema que vim cá conhecer.
    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Por vezes no silêncio entende-se mundo.
    Bom dia
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Basta, que volte logo o mundo imperfeito e ruidoso.
    Cidália, gostei do seu inspirado poema.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Linda inspiración en este poema. Un abrazo !!

    ResponderEliminar
  5. Muito bonito, Cidália. Gostei da suavidade e lembrei-me dos regatos da minha infância.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  6. Um silêncio que fala! Linda poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  7. Belo poema, Cidália! :-)
    Parabéns!
    Dia Feliz!
    Beijinhos**

    ResponderEliminar
  8. Muito bonito mesmo esse poema...um beijinho e resto de uma boa semana para si e toda a família.

    ResponderEliminar
  9. Parabéns pela beleza deste texto poético!!!... O silêncio quase sempre diz muito. Tenha uma excelente quinta-feira!

    ResponderEliminar
  10. Bom dia sou do Rio de Janeiro e quero parabenizar pelo seu Blogger, sou o seguidor 799 e gostaria de ter o privilégio de você seguir o meu Blogger,

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/2021/03/praia-brava-parte-i-armacao-dos-buzios.html

    ResponderEliminar
  11. Lindo poema, esta semana parece que chama pelo silêncio!
    Parabéns, está muito bem escrito!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Pode ser apenas um momento de escuridão...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde Cidália,
    Um lindo poema.
    Estamos a viver tempos conturbados e tudo mudou.
    Que em breve os silêncios façam eco de tempos mais amenos e alegres.
    Beijinhos e saúde.
    Ailime

    ResponderEliminar
  14. Triste mas muito lindo poema.
    Um carinhoso abraço
    Verena.

    ResponderEliminar
  15. Muito lindo Cidália você é mesmo uma pessoa que faz sempre o melhor dos melhores um bjo.

    ResponderEliminar
  16. Maravilhoso!!

    Bjs.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  17. Isso é ter sensibilidade pra ler o silêncio...muito lindo! 😘🌄

    ResponderEliminar
  18. Também eu me perco a olhar as águas correndo
    Uma sublime poesia que dá gosto ler

    Um beijo

    ResponderEliminar
  19. Excelente poema.
    Gostei imenso, parabéns pela inspiração.
    Continuação de boa semana, querida amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  20. outrora se trocavam carinhos

    OH quantas saudades da troca de carinhos com meus netos
    há 1 ano tudo mudou e nunca mais isto passa

    Cidália quanta inspiração
    Parabéns!

    no último post que fiz no blog
    http://orientevsocidente.blogspot.com/

    gostaria que visse pois no último deles mostro as STUPAS
    sabe o que é?
    nem eu sabia,
    só sabia que tinha feito aquelas fotos tão bonitas de algo bem pintado
    e só no dia que fiz o artigo para o blog
    é que fui pesquisar e fiquei a saber
    assim, meses ou quase 2 anos após a minha viagem
    ainda vou aprendendo sobre a mesma
    é um mundo infinito de conhecimentos
    daí o meu fascínio pelos BLOGUES

    Um beijo e um abraço forte 😘
    Cuide-se!

    ResponderEliminar
  21. Un bello poema que parece despedir alguna persona.
    Espero que puedas comentar lo antes posible.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  22. Hoje em dia os abraços, os beijos, os afagos, ou seja, os carinhos estão proibidos. E não é por falta de vontade de os dar. É sim porque uma maldita Pandemia nos aconselha a não fazê-la.
    Olhas.se o além com a esperança que tudo mude. Na vida trem de haver fé em dias melhores. Vamos acreditar que logo logo haverá aquele beijo e aquele abraço que todos nós desejamos dar e receber.
    Poema muito atual que gostei muito de ler.

    Beijo virtual.

    ResponderEliminar
  23. Um poema muito bonito.
    Não sei o que se passa com os blogs, mas anda muita gente com dificuldade em comentar.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  24. Oi Cidália
    Lindo poema
    Beijos no coração

    ResponderEliminar
  25. O Blogger tem estado meio doido.
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  26. Olá Cidália. Isso também acontece no meu blog? Bjs

    ResponderEliminar
  27. Suas postagens são ótimas, estou seguindo seu blog e curtindo bastante!! Parabéns!

    Meu Blog: Ganhar na Loteria

    ResponderEliminar
  28. Saímos pelo mundo em busca de nossos sonhos e ideais. Muitas vezes colocamos nos lugares inacessíveis o que está ao alcance das mãos.

    ResponderEliminar
  29. ¡Qué bonito es leer tus pomas! Me ha gustado mucho.
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  30. cidália, se cuida. que chatice a dificuldade de comentar nos blogs. beijos, pedrita

    ResponderEliminar
  31. Preciso de outras paragens mais abrangentes...
    Bom fim de semana, Cidalia.
    : )

    ResponderEliminar
  32. Belo e um 'tiquinho' melancólico poema!

    Beijo!

    ResponderEliminar
  33. mais um lindo poema como tu sabes escrever bjs saude

    ResponderEliminar
  34. Belo, suave e profundo poema, amei!
    Abraços fraternos!

    ResponderEliminar
  35. Há silêncios que acorrentam o coração.
    Nostálgico e belo poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  36. Parabéns pelo belo poema...

    Grata pela leitura. Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  37. O tempo é poderoso...

    Não obstante a melancolia é um fabuloso poema como sempre!!!

    Beijinhos amiga!

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘