quarta-feira, 29 de maio de 2019

Que me dera navegar pelas águas do alto mar

Enquanto a brisa marinha me sussurrava
Ia olhando o mar, no horizonte
Observando as ondas matizadas
Pelos raios do sol que nele pousavam,
E enquanto os pensamentos analisava
Deixava fluir a alegria que existia
Libertando a pressão guardada no peito
Num momento que tão bem me sentia
Respirando um pouco desta maresia
*
Os barcos num passeio tão frenético
O meu olhar em jeito pouco poético
Perdido na beleza da sua proa,
Um barco que outrora serviu um povo
Em alto mar, entre a luta e a faina,
O tão conhecido barco De St André
Que tantas vezes remou contra a maré
Hoje, encostado, o reconhecido museu
No parque Odinot, na ganfanha da Nazaré
*
Que me dera navegar pelas águas do alto mar
E deixar vaguear a minha mente, livremente
Voltar revigorada, com um sorriso no olhar...
****
Cidália Ferreira.

24 comentários:

  1. Que lindo amiga Cidália!
    Navegar sobre águas do mar é uma paz na alma.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Quem não gostarias? Lindo demais! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Que bela imagem Cidália, navegar sobre as águas seria fascinante Cidália bjs.

    ResponderEliminar
  4. Mais uma Pérola Poética. Para ler e reler.

    Bjo

    ResponderEliminar
  5. Como não estive cá ontem começo por lhe dar os parabéns pelo 6º aniversário do blogue.
    Que venham muitos mais para nossa alegria.
    Gostei deste poema, Poderia ter sido escrito por mim se eu tivesse engenho e arte para isso, pois navegar é um sonho em comum.
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. OLÁ CIDÁLIA

    ADORO a brisa marinha
    já fiz alguns passeios de barco,
    é tão bom sentir a brisa
    beijando o rosto

    Por acaso não conheço esse
    parque Odinot, na ganfanha da Nazaré.

    Começo por lhe agradecer as visitas que me faz

    A VIDA É UM SOPRO
    e, quando menos esperamos...
    um colega das aulas de fotografia com quem estive faz hoje uma semana,
    as aulas são à 3ª feira às 16h, cheio de energia, alegria,
    faleceu domingo com um enfarte, inacreditável...
    ontem quando vi a notícia fiquei mesmo em choque, nem queria acreditar.

    HOJE não há aula estamos de luto!
    Mas...
    tinhamos um belo programa, combinado a semana passada
    que hoje, a esta hora estaríamos em Alcochete
    a fazer fotografias, com ele de certeza.
    Não há certezas de nada.

    acabei de fazer um post
    num outro blogue meu
    e deixo aqui o link, caso queira espreitar

    http://pensamentosimagens.blogspot.com/

    Continuação de boa semana
    beijinho da Tulipa

    Parabéns pelo 6º aniversário do blogue.

    ResponderEliminar
  7. Navegar... contemplar e poeta como tão bem sabe fazer e eu... Gostei de ler! Bj

    ResponderEliminar
  8. Que lindo, mais um poema que me deu gosto ler! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  9. Navegar no mar calmo ouvindo o cantar poético das sereias.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Nesse mar que está olhando,
    nele vendo um barco navegar
    como terá sido outrora penando
    gastaria de nele, agora, viajar!

    Têm algo mais do que imagino,
    esses versos que estive lendo
    porque, sou sincero não minto,
    gostei do poema, estou dizendo!

    Tenha uma boa noite cara amiga poetisa Cidália Ferreira. Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Lindo e emocionante poema
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Vieste-te??

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália,
    Que poesia impactante, não queria que terminasse, mas a vida é ingrata e nos leva ao vento.
    Bons sonhos querida.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. O mar como fonte inspiradora de um belo poema.
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Um belo poema minha amiga, gostei bastante do que li.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  15. A passar por aqui para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  16. pois é seria tao bom gostei mt da foto mas acima de tudo do poema mt bonito bjs tudo de bom

    ResponderEliminar
  17. Cidália enquanto belo poema, é também de apreciar o ser informativo.
    bjs

    ResponderEliminar
  18. Magnífico, gostei imenso.
    Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. O mar tem esse efeito de acalmia e grandiosidade

    Beijinho e bom resto de semana

    ResponderEliminar
  20. Que maravilha de poema!
    Decerto inspirado numa visita à Nazaré!
    Como sempre uma grandioso poema que reflete o teu estado de espírito. A foto está fantástica!

    Beijinho grande e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi no Parque Odinot na Gafanha da Nazaré. No Barco d St André. Aveiro, Ou Ílhavo
      .

      Eliminar
  21. Adorei navegar nestas ondas maravilhosas de poesia.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  22. Adoro navegar em mar aberto.
    Também preciso de uma viagem dessas, se possível na sua companhia...
    Gostei muito.
    Terno abraço.
    ~~~

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘