terça-feira, 17 de abril de 2018

Bailava meu vestido, alvura acetinada.

Foto de Cidália Ferreira.
Bailava meu vestido, alvura acetinada
Ao som da musica imaginada
Aquela, algum dia oferecida
Pela mais secreta ternura
Por quem meu coração ainda suspira
E por quem me entregaria despida,
Nesta estrada... da loucura
*
Vesti-me a teu gosto em dia de sol
Acredito que vens,
Passam carros, não é ninguém
Ninguém que espere, 
Mas meu coração conformado
Quer ver-te chegar para me abraçares,
São características que sei que tens
*
Bailava meu vestido tocado pela brisa
Sorria meu rosto, ao olha-lo
Eleva-se por vaidade, um gosto meu,
Quando caminhando pelo rumo certo
Esperando que o próximo carro seja o teu
Pressinto, que de mim estás tão perto,
Momento hilariante. Ou talvez indecisa.
***
Cidália Ferreira

38 comentários:

  1. Bom dia. Não venho de carro. Para uma princesa como tu, e como já não estamos no tempo dos cavalos brancos, alados, olha o Céu: Não vês um helicóptero chegando?

    O Poema é LINDO.
    .
    * Saudade! Do quê? De quem? Não sei, confesso *
    .
    Uma semana feliz.

    ResponderEliminar
  2. Muito linda tua poesia e adorei o comentário do Gil,rs beijos, linda semana,chica

    ResponderEliminar
  3. Quase que posso vê-la bailar, Cidália... Gostei muito do poema.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  4. Adorei a foto e o poema está lindo!

    Boa semana

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  5. Um vestido lindo, um vento atrevido, e uma bendita inspiração.
    Não é preciso mais para um bonito poema.
    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Uma atrevida brisa inspirou a poetisa e assim nasce um belo poema!
    bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cidália pode fazer o pudim no forno mas tem de colocar a forma num tabuleiro com água ... cerca de 45 min ... a 140.¤... bj

      Eliminar
    2. Cidália pode fazer o pudim no forno mas tem de colocar a forma num tabuleiro com água ... cerca de 45 min ... a 140.¤... bj

      Eliminar
  7. Um dançar à espera do amor.
    O comentário do Gil ficou muito engraçado,mas valeu,pois o poema é muito bonito.
    Bjs amiga Cidália.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. E quantas vezes nos vestimos de amor para esperar alguém. Lindo

    ResponderEliminar
  9. SOBERBO!!!!!
    Uma inspiração fabulosa duma espera onde os sentimentos de ansiedade, paixão e saudade estão bem presentes.
    O poema foi elaborado com toda a tua paixão, como é habitual e com base numa imagem fantástica.

    Beijinhos grandes amiga

    ResponderEliminar
  10. A foto preto e branco adoro e o poema ele da que imaginar tanta coisa linda um passeio bjs

    ResponderEliminar
  11. Gostei demais do poema e... essencialmente... do cinto de ligas da garota...lol
    Beijinho Poetisa Cidália.

    ResponderEliminar
  12. Lindo, o poema e a foto que o acompanha! :) Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  13. Excelente poema vestido de amor!
    Adorei!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Grandioso poema Cidália
    Bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  15. Não te dispas ai rapariga,
    está baixa a temperatura
    teu belo corpo se constipa
    não aconselha essa aventura!

    Como sempre amiga Cidália,
    mais um poema fantástico
    você é mesmo aquela máquina
    que nada fabrica ao contrário!

    Tenha uma boa noite e bons sonhos!

    ResponderEliminar
  16. OI CIDÁLIA!
    ADOREI, MUITO SENSUAL.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  17. Olá, a sua poesia tem contribuído para que tenha começado a gostar de ler a mesma, a da amiga, é maravilhosa.
    Continuação de feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  18. Uma sensibilidade que não tem fim e ainda bem para nosso deleite!
    Obrigado Cidália.
    Bj

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  19. Amiga, essa poesia com essa foto , o vestido esvoaçado, perfeita! Amei! Parabéns pela bela inspiração. Abraços

    ResponderEliminar
  20. Amiga., você é uma grande poetisa. Linda poesia e a imagem perfeita! Amei! Seja sempre muito feliz, abraços

    ResponderEliminar
  21. Lindo poema! A imagem faz jus ao poema que nos trás um profundo desejo de sermos nós.... Que seja feliz e continue a escrever assim. Adorei..... Beijinho

    ResponderEliminar
  22. Tudo muito bem imaginado e rimado... parabéns, o poema ficou lindo.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  23. Lindo poema, em grande sintonia com a foto!
    Beijinho
    Joana

    ResponderEliminar
  24. Boa noite, Cidália
    Maravilhoso poema.
    Gostei imenso.
    Teria ficado muito feliz em te ver participando da nossa história.
    Seja sempre muito bem vinda!
    Veja lá como ficou.
    Um grande abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderEliminar
  25. bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  26. Great article..I am looking so forward to your blogcomment and
    I love your page on your post.. That is so pretty..
    ทางเข้า......

    ResponderEliminar
  27. A imagem é um espectáculo! E o seu poema, Cidália... soube traduzi-la à letra... de uma forma deliciosa!
    Adorei este bailado de emoção e inspiração!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar