sábado, 10 de fevereiro de 2018

"Isolei-me de um mundo imperfeito" (Poetizando ...)

O frio não dava tréguas às minhas emoções
Que recebidas como golpadas fatais
Caíam, ignorando a minha sensibilidade
E em meus pensamentos baralhados
Fluíam sentimentos de revolta
Talvez por minha culpa, não tenha volta
E os sentimentos não sejam iguais
*
Isolei-me de um mundo imperfeito
Construí dentro de mim uma muralha
Que jamais deixará que o sofrimento entre
Foste a mais bela recordação, eras perfeito
Contudo, deixaste-me sozinha nesta batalha
Uma batalha, que eu espero vencer
Se este for o meu destino assim vou permanecer
*
Mas sozinha, desprevenida de tanta maldade
E neste ermo isolado, tão sombrio
Ouço baixinho os murmúrios do rio
Enquanto meus pensamentos exuberantes
Me atormentam, mas jamais me tiram a verdade
Por qual labuto, por uma vida como a dantes
Mesmo em tristeza e sozinha, vencerei a liberdade.
***
Cidália Ferreira.
Mais uma vez apresento uma simples poesia. A minha 6ª participação, no Poetizando e Encantado. No Blogue da Profª Lourdes Duarte.

40 comentários:

  1. Por vezes seria muito bom conseguirmos construir uma muralha dentro de nós e isolarmos a alma do mundo exterior.
    Maravilhosa participação.
    beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  2. Querida Cidália, suas poesias são sempre encantadoras e essa Insolei-me de um mundo imperfeito está perfeita para a temática que a imagem sugere.

    Sozinha, desprevenida de tanta maldade
    E neste ermo isolado, tão sombrio
    Ouço baixinho os murmúrios do rio
    Enquanto meus pensamentos exuberantes
    Me atormentam... um isolamento assim tem o lado positivo e o lado negativo. O positivo refletir, deixar que os pensamentos vagueiem. Mas o isolamento por muito tempo pode ser reflexo de uma forte depressão e isso trás consequências. Mas o tema é propício e a poesia está sabiamente escreta. Obrigada querida por mais uma vez participar com tanta atenção e carinho. Seja sempre bem vinda! Parabéns! Tenha um fim de semana feliz. Beijos no coração.

    ResponderEliminar
  3. Poema encantador que nos preenche a alma e o coração. Lindo demais.
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Olá Cidália \o/
    Gostei muito da sua participação.
    Você fez uma leitura bem
    interessante dessa imagem.
    A poesia ficou excelente!
    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  5. Não se isola não,
    procura doutro jeito
    não magoa o coração
    dentro do seu peito!

    Gostei do poema,
    eu não minto não
    encontrei o tema
    na perfeita paixão!

    Boa noite, beijinhos e bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  6. Uau, tão bonito!
    Triste mas arrebatador!
    Muito bonito mesmo!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Nada tem de simples. ENCANTAS SEMPRE ao poetizar! LINDA! beijos, chica

    ResponderEliminar
  8. E mais uma vez, uma participação excelente, com um poema muito bonito.
    Um abraco e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  9. Participação muito boa. A última palavra do poema, “liberdade”, devemos buscá-la com toda garra...
    Um abraço e um feliz fim de semana...

    ResponderEliminar
  10. Grande participação Cidália de encher o coração
    Bjs
    Kique

    Hoje temos preferências

    Sexo por cima ou por debaixo

    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  11. Aplausos para brilhante inspiração:
    :)) Adorei. Parabéns

    Bjos
    Boa nite

    ResponderEliminar
  12. Amiga Cidália perdoe-me a afirmação, eis um belo poema triste!
    Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  13. Um belo poema que poderia estar a falar de mim, tal é a forma como me revejo nele.
    Parabéns, querida Cidália. Pela inspiração divina com que põe nas palavras tanta emoção e verdade e pela simplicidade própria de quem tem valor.

    Um beijinho, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  14. Cidália, por favor, veja no Spam.
    Já lá deve ter dois comentários meus. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curioso...não sei porque razão uns ficam e outros não.
      Lamento. Mas lá que é aborrecido, é.

      Beijinhos

      Eliminar
  15. Maravilhoso momento de inspiração, minha amiga. Parabéns !!!!
    Feliz fim de semana... Beijinho

    ResponderEliminar
  16. Que lindo, Cidália! Uma maneira decidida e corajosa de se defender do mundo imperfeito! Assim diz o poema.
    Aplausos pela magnífica ideia.
    beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  17. Bela participação.

    Um abraço e um feliz carnaval.

    ResponderEliminar
  18. Olá Cidália, excelente sua releitura, exímia participação.
    Grata pela visita em minha página.
    Bom fim semana.
    Bjss1

    ResponderEliminar
  19. A nostalgia da bela imagem proporcionou uma belíssima poesia!!!bj

    ResponderEliminar
  20. Um poema encantador Cidália!
    Beijinho e bom fim de semana.
    Joana

    ResponderEliminar
  21. A beleza emocional de sempre, Cidália.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  22. Muito bom :)

    Beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  23. Linda participação, como sempre!
    Parabéns pelos belos versos.
    Abraços apertados querida Cidália!

    ResponderEliminar
  24. Olá, estimada Cidália!

    Grata pela sua visita e comentário.

    Participar numa iniciativa como esta é de louvar, porque ganhamos todos.

    Gostei do seu poema, que me pareceu triste, mas decidido. Não vale a pena isolar-se do mundo (falo poeticamente), pois ele não muda, nós é que temos de mudar.

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  25. Olá amiga Cidália
    Que poema lindo minha amiga e tomaste uma sábia decisão: não isolar-se à espera de um amor. Parabéns por esta pérola poética
    Beijos

    ResponderEliminar
  26. Excelente poesia numa linda participação.
    Bjs

    ResponderEliminar
  27. A poesia como desabafo e terapia
    Sabe-mea a diário. Algo íntimo.
    Parabéns, Cidália.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  28. Um lindo poema com tua participação sempre maestra. Já deixei a minha

    ResponderEliminar
  29. Olá Cidália! Como sempre lindo poema. Um pouco triste, mas lindíssimo. Um beijinho de parabéns e bom Carnaval!!!

    ResponderEliminar
  30. Boa noite, Cidália
    Aplaudindo daqui a sua magnífica participação.
    Te desejo um excelente carnaval.
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderEliminar
  31. Maravilhosa sua participação com esse poema que nos encanta com muita sensibilidade e lirismo.
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  32. Cidália!
    Solisão, isolamento...por vvezes nos protegem de todas as maldades.
    Linda participação querida.
    Um carnaval de alegria e moderação e desejo uma nova semana!
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderEliminar
  33. Às vezes, precisamos de nos isolar... até nos arrumarmos por dentro... mais um belo poema, que esta belíssima participação proporcionou!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar