sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Gosto de ti...e das tuas palavras exemplificativas.

Resultado de imagem para imagens de felicidade e perdão
O dia levantou-se, comigo, sorriso nos lábios
Quis olhar o sol antes de nascer
Mas denso era o nevoeiro
Frio, de fazer estremecer
Tempo apenas para os mais sábios
Eu prefiro o tempo soalheiro
.
O dia nasceu senti saudades de te falar
De acariciar-te, com quem acaricia uma flor
De mostrar-te o meu sorriso
Que sente, que o teu calor
Me é na verdade, tão preciso
Como o sol, quando resolve encantar
.
O dia nasceu, eu preciso pedir perdão
Pelas névoas que passaram, tão negras
Não são de chuva, nem de vento
São apenas desabafos sem maturação
Desconhecimento infeliz das regras
Mas que uma mudança, quero e tento
.
O dia levantou-se, calmo e sereno, comigo
Esperei o nevoeiro passar, vi o sol sorrir
Aprendi, e barrei as coisas negativas
Porque o mais importante é viver contigo
As flores mais belas, somos tu e eu, a florir
Gosto de ti...e das tuas palavras exemplificativas.
***
Cidália Ferreira.

33 comentários:

  1. Tão lindo,Cidália! Dá gosto ler! bjs, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  2. Palavras lindas como um dia de sol!
    Amei Cidália.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Um lindo e iluminado poema, muito amor! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Uma sinfonia de amor, este excelente poema!~

    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Cara amiga Cidália, mais um belo poema, este em forma de cronica poética ou uma sinfonia de amor, como bem disse a Mona Lisa.
    Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas um lindo fim de semana.

    ResponderEliminar
  6. Olá, estimada Cidália!

    Um poema bem feito, bem estruturado e com uma semântica muito precisa e agradável à leitura. Não se subestime, dizendo que "não sabe nada", pke a sua vida não tem sido fácil, segundo tenho lido aqui, e já se encontra no ponto onde está, que é bastante satisfatório. Parabéns pela força, coragem, vontade de aprender e determinação.

    Ambas, gostamos de tempo quente, pelo que li nas suas palavras, pke tudo é mais leve, desafogado e livre. Os outros, os que gostam do tempo frio ou mais frio, não são sábios, nem eruditos, são pessoas tal como como nós, só que com gostos diferentes e gostos não se discutem.

    O seu poema de amor e saudade está relacionado com a manhã de hoje, que estava húmida e nebulosa, o que faz com que o nosso psicológico fique desanimado, mas agora está sol, dentro e fora de nós.

    Muito importante e interessante afastar o negativismo e pôr no cimo a positividade, pois afinal a vida é para ser vivida com alegria e muita contemplação.

    Os seus desabafos são excelentes, pke são mto naturais e espontâneos e isso nota-se naquilo que escreve e de que gostei muito.

    Gostar dele e das palavras exemplificativas são mais que meio caminho andado para se alcançar um amor quase completamente feliz e inteiro, mas lembre-se que "não há bela, sem senão".

    Grata pela sua visita e palavras sempre mto abonatórias em relação ao que escrevo. Escrevi um poema bonzito, na minha opinião.

    Qto ao vídeo, que acho, esse sim, uma pérola, compreendo que tenha de ler e depois ouvir a música, ou vice-versa, mas tb eu nos blogues que têm texto e música, procedo sempre como a Cidália, para não me desconcentrar na escrita.

    Visto que não sabe francês, vou dizer-lhe que esta é uma famosa canção que a minha mãe me ensinou a ouvir e creio que qdo ela foi criada, eu ainda não era nascida. Trata-se do Sr. Charles Aznavour, cantor, que caminha para os 90 anos e daquela fabulosa e bonita mulher, que tem um charme e vozeirão de encantar. A cancão em português chama-se Morrer de Amor e o sentido dela é: quero lá eu saber do mundo, das pessoas e das opiniões delas, quando te tenho a ti.
    A última estrofe da composição é mto exemplificativa e diz o seguinte:

    "Tu és Primavera, eu sou Outono
    o teu coração toma-se, o meu dá-se
    a minha estrada está traçada
    morrer de amor
    morrer de amor
    morrer de amor".

    Beijinhos, Cidália e um luminoso fim de semana.

    Nota: escrevi muito, como habitualmente, mas eu sou mesmo assim. Em contrapartida, não falo muito.

    ResponderEliminar
  7. E em cada dia... mais uma oportunidade, para nos darmos a nós mesmos, uma hipótese de sermos felizes... e o primeiro passo... será mesmo barrar as coisas negativas...
    Um poema com uma mensagem bem serena e positiva, que adorei apreciar!
    Beijinho! Bom fim de semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  8. A leitura do seu poema foi deliciosa. Gostei muito.
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Um poema maravilhoso que nos prende à sua leitura o que é sempre sinal de que as palavras são intensas, cada verso uma simbologia, cada estrofe o poder do sentimento, qual estimulo do estado de alma

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Lindo,intenso,romântico como todos,amiga Cidália!

    Adoro seu espaço!

    Um fim de semana abençoado e feliz

    Obrigada pela visita e volte sempre.

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  11. Poema maravilhoso. Parabéns Poetisa!

    Beijo

    ResponderEliminar
  12. Mais um maravilhoso poema que dá gosto de ler.
    Excelente fim de semana
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. De uma forma tão simples, usa as palavras considerando o tempo, o seu estado de espírito, o amor, a natureza...tudo tão bem relacionado.
    Gostei muito deste momento que aqui passei.
    Beijinhos, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  14. Todos os dias são uma nova oportunidade para fazermos mais e melhor.
    Gostei do poema, como sempre.

    Beijinhos, Diana.

    ResponderEliminar
  15. Que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. mt bonito sempre com palavras e texo bonito este esta mt bonito adorei bjs bfs

    ResponderEliminar
  17. a passar por cá para conhecer mais um bonito poema!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  18. Que poema encantador, Cidália!
    Nem sempre o dia amanhece sorridente lá fora, mas o essencial é que o sol não deixe de brilhar dentro de nós.
    Um fim-de-semana feliz, beijinho.

    ResponderEliminar
  19. Poema de um teor profundo, encantador, merecer dos mais sinceros elogios. Muito bom.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Que maravilha uma verdadeira sinfonia de amor.
    Gostei bastante deste trabalho.
    Um bom fim-de-semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    Livros-Autografados

    ResponderEliminar
  21. Bom dia, querida, Cidália
    a cada dia há uma nova oportunidade para que possamos arrumar nosso coração. Seu poema é uma inspiração para refletirmos sobre deixar passar as nuvens negras e aguardar o dia de sol. Belíssimo como sempre. Tenha um abençoado final de semana!

    ResponderEliminar
  22. Olá, Cidália, esse teu belo poema tem pontos extraordinários e de muitas verdades. E para sermos felizes, precisamos ir tirando o excesso para fora e olhar para o que realmente interessa. Parabéns, gostei muito.

    "Porque o mais importante é viver contigo
    As flores mais belas, somos tu e eu, a florir"

    Beijo, querida.

    ResponderEliminar
  23. O amor e a amizade que faz florir dentro de nós, Lindo poema

    ResponderEliminar
  24. Olá amiga!
    Mais uma vez venho com muito carinho deixar o convite para o POETIZANDO E ENCANTANDO
    Este é especial, chegamos ao 10º !
    Neste convite, deixo os meus mais sinceros agradecimentos aos participantes que tem a cada semana nos encantado com suas belas participações.
    Como esse poetizando é o décimo vou deixar uma dica daquelas que facilitará e muito sua criatividade.
    A IMAGEM TEM UMA PESSIA DE BRAÇOS ABERTOS

    Hoje, deixo os links dos meus blogs, caso alguns visitantes seus ainda não os conheçam, fiquem a vontade para visita-los e seguir, ficarei grata.

    Links dos meus blogs
    https://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    https://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    https://lourdesduarteprof.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  25. Há tranquilidade e beleza neste seu "poetar"!!!bj

    ResponderEliminar
  26. Olá Cidália!

    Gostei deste teu belíssimo poema, "Gosto de ti...e das tuas palavras exemplificativas", poema inspirado e construído com esmero, como sempre fazes.

    "O dia nasceu senti saudades de te falar
    De acariciar-te, com quem acaricia uma flor
    De mostrar-te o meu sorriso
    Que sente, que o teu calor
    Me é na verdade, tão preciso
    Como o sol, quando resolve encantar"

    Parabéns, minha amiga.
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  27. Lindo poetar como sempre querida Cidália, dia ensolarado nos dá a magia de nos inspirar!
    A ti que é poetisa do amor, cronista do coração!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  28. Muito bonito...gostei
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  29. Um realejo a azulejar nosso fim de semana.
    Abraços, Cidália.

    ResponderEliminar
  30. poema onde se fala de amor e perdão
    de partilha
    e união

    assim deve ser a vida

    beijinhos

    :)

    ResponderEliminar
  31. O mais importante é mesmo, viver ao lado de quem se ama.
    Belíssimo poema
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  32. Lindo e ternurento poema!
    A cada verso sentimos uma emoção apoderar-se de nós!
    Adorei!!!! Como sempre um maravilhoso poema!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar