segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Sabes que me alegras os meus leves sonhos

Num deambular por agrestes pensamentos
Entre nuvens surreais onde tanto te desejo
Solto o meu grito, em solitários  momentos 
Para que me sintas  meu amor, em lampejo
.
Sabes que me alegras os meus leves sonhos
Quando  no meu horizonte o sol se esconde
Abordo lembranças de momentos  risonhos 
E deixo que me levem  sem saber para onde
.
Será  aquele  destino, que juntos planeámos
Naquele sonho levado pelo vento, sabíamos
Que o nosso encontro seria, desejo em delírio
.
Ouve meu amor, quantas vezes eu te mostrei
O sentimento de lealdade, e sempre honrarei 
Porque deambular por ti nunca será martírio. 
***
Cidália Ferreira 

33 comentários:

  1. Quando se ama,jamais sentiremos sofrimento,mesmo que seja em um pensamento,haverá essa lealdade bem profunda de amar.
    Lindo Cidália.
    Bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. o amor é mt bonito quando ele é conrespondido mais um bonito poema bjs bs

    ResponderEliminar
  3. O transpirar do se mostra sempre inconfundível. www.hellowebradio.com ... você.Vem!
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  4. Cara amiga Cidália, linda imagem, belo soneto, com tua marca expressiva. Um abração daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  5. Olá Cidália!
    O amor nunca é martirio! É bom poder ter sonhos onde encontramos quem amamos porque por momentos somos felizes.
    Boa semana,
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Lindo e apaixonado poema...
    Amei ler Cidália!
    Sonhos de amor são sempre bem vindos e
    nos trazem doces sensações...
    Desejo uma semana maravilhosa pra você!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  7. Lindo,romântico, mais uma de suas pérolas. Sabe falar de amor porque o sente.

    Parabéns,amiga Cidália!

    Beijos sabor carinho

    Donetzka

    ResponderEliminar
  8. Oi Cidália
    Adorei...
    Quem passa por destinos se agarra ao amor
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  9. A Cidália tem realmente um dom para a escrita! =)
    Muito bonito.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Lindo poema acompanhado de uma belissima foto.
    Amor verdadeiro é o sentimento mais lindo que pode haver.
    Que os nossos sonhos se tornem sempre reais.
    Bjs

    ResponderEliminar
  11. Uma inspiração lindíssima... e uma enternecedora declaração de amor!...
    Mais um post de excelência, por aqui, Cidália!
    Beijinhos! Boa semana!
    Ana

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde, Cidália
    Lindo poema, bjs querida.

    ResponderEliminar
  13. Olá, linda imagem e poema em sintonia, tudo por aqui é amoroso.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  14. Oi Cidália,
    Tu foste a 1ª a aceitar o desafio. Já fiz a postagem, amanhã posto no meu blog e faça o que quiser com ela, fiz com o amor que sinto por ti.
    É tua.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. Ci
    um soneto bem rimado onde se fala de amor
    bem rimado
    boa semana
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  16. Olá, Cidália!
    Gostei muito deste teu sonete ("Sabes que me alegras os meus leves sonhos"),
    nele a poetisa mostra o que seu coração espera, pois quase sempre quem ama
    espera, neste ou naquele momento. Mas não se pode perder a sensibilidade
    para o amor. Parabéns pelo soneto, um canto em homenagem ao amor.
    Um beijo.
    Pedro

    ResponderEliminar
  17. Já não é só toda a emoção que põe nos poemas que me cativa, Cidália. É esta arte de fazer o soneto. Tão conseguida!
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  18. Oi Cidális
    Gostou?
    Você merece muito mais ainda, a vida nos traz tropeços e algumas alegrias, agarre a elas para se feliz.
    Saiba que mesmo não a conhecendo pessoalmente, você mora num cantinho do meu coração
    Milhões de beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. Cidália,eu adorei tudo que a Dorli escreveu no desafio que você fez a ela e ficou divino como destaque no seu blog.
    Parabéns às duas.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  20. Ah, Cidália, que lindo!!!
    Sublime a sua inspiração, que não se resume
    a simplesmente escrever poesia, porém
    você ser a alma da poesia.
    Adorei este seu soneto que me conduziu
    ao sentir em soneto da grande poeta
    Cecília Meireles, a inspiração (sentida na leitura...)
    que nos envolve e tudo fica poesia!...
    Muito grata por este momento de leitura aqui!!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  21. Olá, a bela dedicatória da Dorli para a Cidália é maravilhosa e merecida, os poemas postados nesta pagina são sempre encantadores.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde Cidália,
    Um soneto lindo e muito inspirado!
    Um beijinho,
    Ailime

    ResponderEliminar
  23. O amor correspondido é um sonho. O contrário, é um pesadelo! Aquele abraçO!...

    ResponderEliminar
  24. Olá! :)

    A seguir o teu blogue! Não conhecia ainda, gostei muito, parabéns!

    Beijinhos
    Blogue | Facebook | Instagram | Youtube | Zomato | Pinterest

    ResponderEliminar
  25. Lindo e apaixonante poema!
    Inspira as almas apaixonadas e a imagem é perfeita para o deambular pelas nuvens.
    Um abraço e continuação de ótimas inspirações

    ResponderEliminar