segunda-feira, 16 de novembro de 2015

Vejo-te partir para longe do meu olhar.

Vejo-te partir, para longe do meu olhar
No meu coração ficam as farpas a doer
Não quero ficar sozinha nem ver passar
Assombração que faz um coração sofrer

Olho a vidraça, escorrem gotas, é saudade
Não é chuva, são lágrimas  de sentimento
Tantas coisas, num turbilhão de ansiedade 
A partida é dura para um coração sedento

Recordo aquele adeus que dizias tão triste
Que me roubou o sorriso, mais nada existe
Sinto-me sozinha na vidraça te vou esperar

Meus olhos imaginam-te sorrindo para mim
Que as lágrimas sejam de alegria e sem fim
Olho a vidraça...sinto a saudade desesperar.
****
Cidália Ferreira.

32 comentários:

  1. Triste e melancólico mas muito belo este poema minha amiga.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  2. A dor da partida da pessoa amada é a inspiração deste fabuloso poema, composto por grande carga emotiva! A saudade, amargura, solidão e desespero são enaltecidos brilhantemente e esta poesia apesar de tocar tristemente os nossos corações, é magnífica. Um grande beijinho Cidália e uma semana com um sorriso constante nos teus lábios

    ResponderEliminar
  3. Estamos as duas falando de saudade e espera.
    Vc usa seus lindos versos e eu, versos dos outros mas ainda assim, a saudade.
    Beijos

    ResponderEliminar
  4. Uma saudade que não termina.
    Lindo amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. Abençoado dia, Cidália!!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  6. E quem gosta de partidas?
    Eu não rs....

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  7. Olá Cidália,

    Partidas deixam marcas dolorosas, que se traduzem irremediavelmente em lágrimas.
    Não obstante o teor melancólico do soneto, ele finaliza com a esperança da espera.
    Muito lindo e inspirado.

    Feliz semana.

    Beijo

    ResponderEliminar
  8. A saudade é um dos sentimentos que mais machucam um coração... Mais um lindo poema Cidália!! Uma semana repleta de boas energias pra você!! Beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Cara amiga Cidália, nos premia com mais um belo soneto musical. um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

    ResponderEliminar
  10. A tristeza sempre foi uma boa amiga para bonitos poemas. Mas não só de tristezas é feita a vida
    Bjo

    ResponderEliminar
  11. Essa saudade e a dor que ela provoca!....
    Bonito, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália
    A partida é muito dolorosa. Bjs querida e um belo dia.

    ResponderEliminar
  13. Lindo e melancólico soneto, (adoro sonetos), bem inspirado na dor da saudade!
    Abraços amiga poetisa, Cidália!

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema, embora triste, mas não lhe tira a beleza!!!!!

    Bjuss

    ResponderEliminar
  15. É sempre triste a partida da pessoa amada.
    A sua inspiração superou a delicadeza como escreveu este belo, fabuloso poema.
    Beijo

    ResponderEliminar
  16. OI CIDÁLIA!
    O ADEUS SEMPRE É DOLOROSO, PARA QUEM FICA, SE HÁ AMOR, É MUITO MAIS.
    QUE LINDEZA DE VERSOS, AMIGA.
    ABRÇS
    -
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  17. É muito triste ver a pessoa que amamos partir pra bem longe, partida é sempre triste, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  18. É muito triste ver a pessoa que amamos partir pra bem longe, partida é sempre triste, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  19. Linda á história a pesar de triste! toca no fundo da alma de quem os lê.
    Bjuss

    ResponderEliminar
  20. A partida de quem amamos é muito triste!
    Mas devemos acreditar na volta!
    Lindo poema.
    Beijos, boa semana amiga!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  21. Boa tarde Cidália,
    Magnifico soneto!
    Muito bem construído.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  22. Boa tarde, no amor existe a partida mas também existe o regresso, o poema é maravilhoso.
    AG

    ResponderEliminar
  23. Cidália, quando a boa recordação fica, nunca se fica só. Espera-se o regresso na companhia da saudade.
    Beijos

    ResponderEliminar
  24. Oi Cidália!
    Uma poesia bárbara, está escrevendo cada dia melhor.
    Parabéns
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Oi Cidália
    Você é brilhante poetisa
    Beijos no coração
    Municontista

    ResponderEliminar
  26. Todas as partidas são tristes.
    Mas, também há os regressos, e há partidas que tem mesmo de ser feitas.
    boa semana.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar
  27. Brilhante poema!

    Um" grito" de saudades sofridas!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  28. Tanta saudade contidas nas suas belas palavras minha amiga !

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  29. Boa noite minha amiga ,que vc tenha um sono tranquilo e revigorante ,bjs.

    ResponderEliminar
  30. Belíssima descrição de uma partida. Mostras que até na tristeza da despedida habita uma beleza poética enraizada de de versos que dão lindas flores. Esse poema é um jardim de adeus...

    ResponderEliminar
  31. As partidas querem sempre os nossos corações.
    Tão triste e tão belo.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar