segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Cai sem reparar nos danos de quem chora...

Cai sem reparar que provoca tantos danos
É tão turbulenta que destrói toda a beleza
Entristece os corações, sentem-se insanos
Escurece o caminhar por entre a natureza

Cai tristemente, enquanto  ali te esperava
Tão sozinha que  apenas a chuva se ouvia
Meu coração previa, ali não te encontrava
Apenas o vazio que  tristemente eu sentia

Cai a chuva, tu não vens, sabes que existo
Dentro de mim estás vivo, e não te resisto
Fico esperando mesmo com a tempestade

Cai sem reparar nos danos de quem chora
Tanta chuva, que ansiamos que vá embora
E possas vir encontrar-me, tenho saudade
****
Cidália Ferreira

32 comentários:

  1. Cara amiga Cidália, estás a nos presentear com mais um belo soneto,com tua marca peculiar.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  2. Mas que maravilhoso poema inspirado pela triste chuva caindo!!!! Apesar da melancolia que se sente devido à forte emoção saudosista, a construção é brilhante! Tens um toque poético muito peculiar e mágico! Adorei amiga...um beijo para ti e feliz semana

    ResponderEliminar
  3. Gosto da chuva mas gosto desses belos versos também., sempre lindos como todos os seus.
    O link para esta postagem não está funcionando, dá em página não existente, vim através do endereço do blog.
    Deixo beijos para vc

    ResponderEliminar
  4. Amo chuva, ela nos inspira bem assim, com uma certa nostalgia!
    Amiga Cidália, tenhas um belo dia!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  5. Como sempre, versos vindo de dentro da alma. Eu admiro.

    Beijos, querida.

    ResponderEliminar
  6. Como diz o ditado popular, 'quem espera sempre alcança', Cidália.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  7. Olá Cidália,

    O soneto reflete um amor intenso, que vive de saudade e espera, e foi muito bem construído.
    A chuva traz melancolia, mas é sempre inspiradora.
    Por aqui, precisamos de chuva para encher os reservatórios para que não falte água. A natureza costuma ser irônica, pois às vezes chove demais em determinados locais, causando calamidades, e de menos em outros, provocando, da mesma forma, inúmeros problemas.

    Muito lindo e sentido.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  8. Essa saudade do amor que insiste em ficar.
    Muito lindo Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Ao contrário da chuva de que não gosto, gostei muito do seu poema.

    Bom Novembro, Ci

    ResponderEliminar
  10. Como sempre, aqui leio sempre boa poesia, nem a chuva impede. Gostei muito!!!
    Beijos

    ResponderEliminar
  11. Lindíssimo poema, Cidália!!!!!!!!! Ótima Semana!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  12. A chuva passará, e ele virá. A espera será bem sucedida.
    Muito bonito, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
  13. Chuva que cai e trás saudade de amores de queridos de amigos!
    lindo poema, Cidália
    Saudade de ti.
    beijos

    ResponderEliminar
  14. A saudade é muito dolorosa, poema lindo mais dolorido,
    tenha uma semana abençoada.
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Sempre com poemas profundos que nos leva a refletir. deixo para vc meditar nesse texto da bíblia. O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei temor?
    O Senhor é o meu forte refúgio; de quem terei medo? Salmos 27:1 uma noite abençoada amiga. Amo você. Bjs

    ResponderEliminar
  16. Maravilhoso e sentido poema!!!
    Tenha uma linda noite
    Bjs

    ResponderEliminar
  17. Boa noite, Cidália.
    Sofrer, chorar torrencialmente por alguém a quem amamos e nos faz sofrer é muito ruim, mas a divisão do sentimento, a escolha entre a libertação e a tristeza faz-se necessária.
    Muito bonita.
    Excelente mês de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderEliminar
  18. Mais um lindo poema ao meio a chuva, mesmo que tenha chuva suas poesias são magníficas,Cidália beijos.Lucimar Estrela da Manhã

    ResponderEliminar
  19. Chuva e solidão parecem caminhar de mãos dadas

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália,
    A saudade é uma dor que permeia nossa vida.
    Todos temos saudade, mas não temos que pensar nela.
    Deixei um recadinho no comentário que deixou no meu blog.
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  21. Olá Cidália
    Depois da chuva o sol volta sempre a brilhar. Bjs querida.

    ResponderEliminar
  22. Oi Cidália querida


    Chuva e lágrimas.... Tristes palavras que me fazem lembrar que a saudade dói.


    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  23. Tristeza e chuva a simbiose perfeita.
    Beijinho Cidália, adorei!

    ResponderEliminar
  24. Amiga Cidália, um soneto lindo e triste que emoldura muito bem este época do ano.

    Beijinho com amizade

    ResponderEliminar
  25. Amiga passando para ti desejar uma boa noite
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=06avCiMDYGA
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  26. Às vezes, só de escutar a chuva cair, nossos pensamentos viajam e recordamos de algumas coisas e pessoas de quem sentimos saudade... Lindo poema Cidália!
    Beijos e uma linda noite pra você

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  27. LINDO,TRISTE,MAGISTRAL,QUERIDA AMIGA CIDÁLIA.

    E A CHUVA COMO FUNDO DESSA PÉROLA DE POEMA.E O AMOR SEMPRE NO AR ATRAVÉS DE SEU POETAR.

    ESTOU USANDO UM LAP TOP PARA RETRIBUIR AS VISITAS,POIS MEU COMPUTADOR DE MESA ESTÁ COM DEFEITO.

    PEÇO DESCULPAS PELA DEMORA E PELA LETRA MAIÚSCULA,POIS NÃO SEI USAR BEM ESSE APARELHO.

    OBRIGADA PELA VISITA,LINDA SEMANA DE PAZ PROFUNDA

    BEIJOS SABOR CARINHO

    DONETZKA

    ResponderEliminar