terça-feira, 27 de outubro de 2015

Sinto que meu coração murchou.

Sinto que meu coração murchou
Será da chuva ou da saudade
Ou apenas desta ansiedade
Que me devora por dentro
Sem me poder defender,
Sinto-me tal qual a flor
Quando cai sem ter razão
Ou por culpa do calor
Se murcha, não é em vão,
Sou feita de carne e osso
Sofro de desilusões 
Ou passadas recordações,
Que ao remexer lá no fundo
Fez abrir meu coração
Ao sentimento profundo
Das mais tristes passagens
Que alguém poderia ter,
Recordar não é difícil
Difícil é suportar
Falar da dor, sem chorar.
E viver uma vida, sem sofrer.
***
Cidália Ferreira

34 comentários:

  1. Um coração a precisar urgentemente de ser "regado".
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  2. É assim amiga Cidália,quando recordamos algo que nos entristeceu,ficamos como uma flor ressecada que precisa de um aguar,para voltar a viver com alegria.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  3. Mas o coração é uma flor que se permite renovar. Tomara. Parabéns, Cidália. bjs

    ResponderEliminar
  4. Lindos versos, mas, muito tristes.
    É certo que todo poeta tira melhores inspirações da sua tristeza que da alegria mas desejop a vc novos dias, mais alegres e cheios de esperança.
    Beijos

    ResponderEliminar
  5. Cara amiga Cidália, mais um belo poema musical dentro da tua característica, ou seja, tranbalhando com a temática da paixão e da natureza.
    Um abraço. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderEliminar
  6. Oi Cidália,
    A vida não tem retrocesso.
    Apague o passado e urge o futuro!
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  7. O coração precisa de ser regado e até fertilizado.
    Beijinho, Cidália.

    ResponderEliminar
  8. Amiga Cidália, lindos versos que mostram a dor do amor e da desilusão!
    Abraços amiga poetisa cronista do coração!

    ResponderEliminar
  9. Que lindos versos Cidália, e esta dor é mesmo muito triste.
    Mas não é eterna!
    Beijos com carinho!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  10. Esse teu coração sente demais, minha querida! Tenta aliviar um pouco essas recordações de um passado que te faz sofrer.
    Lindo, o poema.
    xx

    ResponderEliminar
  11. Belíssimo e triste poema.

    O coração só murcha se não o regarmos, saindo da monotonia.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  12. Poxa as vezes sentimos isso mais a vida continua
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Tanta tristeza junta mas que forma um poema super bonito. Parabéns pela inspiração
    Jinho

    ResponderEliminar
  14. Adorei, muito linda!


    Linda, eu tenho um blog relativamente novo que fala sobre a vida de casada quando jovens e cuidados pessoais, se quiser conhecer ficarei muito feliz com a sua visita!

    Um beijo :)
    http://www.casarsemdesleixar.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Esse coração não pode murchar, tem que ser regado amiga.
    Uma boa noite. Bjs.

    ResponderEliminar
  16. Oi Cidália,
    Que tenha uma linda noite
    Beijos
    minicontista

    ResponderEliminar
  17. Que texto bonito!

    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  18. Que triste, mais lindo e bem escrito poema. Está de parabéns, como descreve um dia tempestivo da vida. Um lindo dia prá ti amiga. Bjs

    ResponderEliminar
  19. Olá, Cidália!

    É uma honra conhecer o seu espaço!

    Lindo espaço, belas musicas, poesias... PARABÉNS!

    Que DEUS abençoe cada vez mais sua vida e sua família!

    Abraços espremidos da sua Cia. De Teatro Atemporal!

    Clemente.

    www.ciaatemporal.com.br

    ResponderEliminar
  20. Lindo!!!!!!!!!!! Ótimo dia, Cidália!!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  21. Oi querida tudo lindo, bjs no teu coração.

    ResponderEliminar
  22. Marco Aurélio - Brasil28 de outubro de 2015 às 13:49

    Isso mesmo que disseram.... o amor faz com que o coração possa ser regado e re-florescer....!!!!
    Esse coração não pode murchar... de jeito nenhum!!!!
    Te passei um e-mail....

    ResponderEliminar
  23. Todos temos dias assim em que tudo parece ter murchado, mas logo chega outro dia em que renascemos novamente.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  24. Bonito poema.

    É preciso suportar o inverno se quisermos alcançar a primavera...

    Um abraço.

    ResponderEliminar
  25. Poema maravilhoso arrasando como sempre
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=EgeQXJjUpSQ
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  26. Para escrever assim Ci, o seu coração está bem vivo!


    Bom resto de dia :)

    ResponderEliminar
  27. Olá Cidália

    O coração precisa de renovação. Bjs amiga

    ResponderEliminar
  28. O que que a dor faz com o coração da gente, mesmo havendo dor temos que olhar sempre para o alto, e seguir em frente Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  29. Oi Cidália
    Que você tenha uma linda noite.
    Beijos no coração
    minicontista

    ResponderEliminar
  30. Não pensar muito no passado, (pois ele não volta) o futuro é o caminho.
    Beijinhos
    Gostei do poema :) parabéns

    ResponderEliminar
  31. Oi Cidália, obrigada pelo carinho
    Beijos
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  32. Poema com grande carga emotiva!!! A dor e tristeza predominam mas não deixa de ser um maravilhoso poema!!! Sente-se todas as emoções ao longo dos versos e isso só prova que sabes tocar na alma de quem te lê!!! Muitos beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  33. Devido a um problema no Sapo, fiquei sem o cabeçalho do meu blogue por algumas horas. Posto isto, aproveitei a situação para fazer uma brincadeirinha contigo, espero que compreendas.

    Beijinho doce!

    ResponderEliminar