domingo, 3 de novembro de 2019

Quisesse eu, expor meu corpo envergonhado

Quisesse eu, ser a tua musa escondida
Ser segura, mulher sensual
Que te tirasse a concentração
Ser a noite escura e divertida
Ser a tua musa, mulher fatal
Na noite onde se solta a liberdade
Onde existe a regra de plena sedução
*
Quisesse eu, expor meu corpo envergonhado
Mostrar que no meu rosto existe amor
E no meu corpo o desejo,
Deixar-me vaguear por qualquer lado
Libertar-me deste intenso calor
Proteger-me de qualquer tempestade
Mas esperar pelo sussurrado beijo
*
Soubesse eu, que vinhas, sem te pedir
Apreciasses do meu corpo, os recantos
Talvez as tuas mãos me fizessem sorrir
E os teu carinhos fossem doces encantos
****
Cidália Ferreira

45 comentários:

  1. Quisesse eu,
    Ser feliz e saudável
    ...
    Quisesse eu, expor as minhas mágoas e ser compreendida!

    Mas, vou fazendo o que posso
    ...
    Digo que
    agora acabei de fazer um post novo, aqui:
    http://momentos-perfeitos.blogspot.com/

    Faz tão bem à ALMA recordar momentos felizes.

    Há outros posts que também ainda não viste,
    caso queiras espreitar

    http://tempolivremundo.blogspot.com/

    http://meusmomentosimples.blogspot.com/  

    Desejo-te um excelente feriado e fim de semana.
    Beijinho da Tulipa

    ResponderEliminar
  2. Cara Cidália, os versos dos teus poemas continuam esplêndidos sob a égide da tua marca registrada: paixão e natureza. Neste poema, por exemplo, aparecem os termos noite, tempestade, calor.
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  3. Boa noite de paz, querida amiga Cidalia!
    "Mostrar que no meu rosto existe amor
    E no meu corpo o desejo..."
    Os versos que me tocaram o ❤ e expressam o Amor que ha em meu peito.
    Pela suavidade do olhar se revela a intensidade do nosso sentimento mais belo onde o bem do outro e prioridade para quem ama
    Muito lindo seu poema, amiga.
    Seja muito feliz e abencoada!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  4. Muito lindo sempre,Cidália! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  5. OI CIDÁLIA!
    UMA BELÍSSIMA COMPOSIÇÃO AMIGA.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. O desejo também comanda a vida.
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  7. Gostei da composição poética em que a poetisa deixa fluir, através da escrita, tudo o que lhe vai na alma e no coração. O Amor é lindo, mas também, por vezes, dorido

    Um bom dia de Todos os Santos

    ResponderEliminar
  8. Perfeito. Bom fim de semana querida

    Beijinho no coração
    danielasilva-oficial.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. Encanto poético de se ler!
    Bom fim_de_semana 🌹

    ResponderEliminar
  10. Quantas vezes, nos corpos envergonhados estão contidas as mais belas almas.
    Um corpo, as aparências.
    Infelizmente, também eu bebo cada verso deste poema.
    Bjs,
    P.

    ResponderEliminar
  11. É um prazer apreciar a tua verve.
    Sensual e belo.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  12. Um poema um pouco estranho nesse querer e não querer
    mostrar todo o seu poder de sedução.
    Mas bonito, sim, sem dúvida.

    Beijos e bom FDS.

    ResponderEliminar
  13. Olá Cidália, só para informar que prefiro comentá-la no "imagens que dispensam palavras". Porque prefiro o seu lado de avó babada. A poesia confessional não me seduz. Sorry.
    Bom Fim de semana

    ResponderEliminar
  14. Que o encanto deste seu sentimento, possa um dia funcionar num ritmo avassalador, pondo fim a nostalgias e a esperas que corroem !!!! Um bom fim de semana amiga e grato por mais este belo poema....Beijinho !!!

    ResponderEliminar
  15. Quando se quer muito acontece.
    Belo poema.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  16. Olá, estimada Cidália!

    Grata pela sua visita e comentário, sempre exagerado, no meu blogue, mas foi o que lhe pareceu.

    Gostei do seu poema e da maneira como o seu eu-lírico expôs os sentimentos.

    Não devemos ter vergonha do nosso corpo, mas sim, amá-lo. Evidente que se ouvíssemos palavras de exaltação do ser amado e palavras sinceras de amor, perderíamos os complexos e ficaríamos à-vontade e felizes com o corpo, que temos, mas tentemos trabalhar a parte emocional, que é a mais importante.

    Gostei imenso da imagem, que escolheu para embelezar o seu poema. Tão sensual e algo tímida!

    Beijos e bfds.

    ResponderEliminar
  17. Feminino poema apaixonado, envolvente e belo.

    Te convido: 😎 Leia uma postagem sorteada para você.
    Um abraço. Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  18. Bonito poema...adorei
    Bjs
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - A 1ª vez nunca se esquece

    ResponderEliminar
  19. Adorei o seu poema
    Veio de dentro do seu coração
    Está cada dia melhor
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  20. Haverá um dia uma noite assim, e seremos todas as mulheres!
    Bjnhs

    ResponderEliminar
  21. beijinho no coração
    danielasilva-oficial.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  22. Um poema muito belo e repleto de sensualidade! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  23. Querida Cidália, quanto tempo sem te ler e aos nossos amigos blogueiros, temos perdido muito, eu e meu amado escravo Werther, antes me Dono, lembra?
    Lindo poema, vc continua com a sensibilidade de sempre, sua verve literária sai pelos poros.

    Temos estado ausentes, nos desculpe por isso. Coisas da vida.
    Estamos aqui hoje para trazer nosso abraço, dizer que reestruturamos nossa página e o quanto queremos sua presença por lá.
    Por determinação do servidor, mudamos o endereço e contamos com sua compreensão para altera-lo em sua lista . O novo endereço é:

    https://acasadeamaryasmineewerther.blogspot.com

    Venha nos ler e comentar, amiga, sua presença nos fará muito felizes!

    Amar Yasmine e Werther

    ResponderEliminar
  24. Que lindos versos Cidália! Uma alegria encontrar teu blog!
    Amo e também escrevo poesias!

    Estarei aqui mais vezes!
    Até breve!

    ResponderEliminar
  25. Cidália!
    Nosso desejo é sempre sermos musa.
    Feliz novembro.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderEliminar
  26. Olá minha querida amiga! o seu livro ainda não chegou! Me comunique quando receber. Abraços

    ResponderEliminar
  27. Poems rarely when I like to read your poem has an interesting effect like the loneliness that can be used to create nature in the form of capturing nature photography of the fruit of the portraits of the architect.

    ResponderEliminar
  28. Quisesse é um tempo verbal que parece tornar a coisa improvável...

    ResponderEliminar
  29. Cidália mais um lindo poema cheio de emoção,e de sensualidade, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  30. Boa tarde Cidália,
    Lindo e sensual este poema.
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  31. NÃO
    nunca seria musa de alguém
    não sou segura, nem sensual
    Quisesse eu, expor meu corpo envergonhado
    nunca o faria

    LINDO POEMA

    venha dar um saltinho aos meus blogues
    http://tempolivremundo.blogspot.com/

    HOJE FIZ UM POST AQUI:
    http://meusmomentosimples.blogspot.com/

    onde dou informações sobre Cacilhas,
    há muitos anos que não ia para aqueles lados
    para quem quiser saber mais, é ver o post

    Boa semana,
    bjs da Tulipa

    ResponderEliminar
  32. Sensualidade extravasada em versos de tirar o fôlego num exuberante poema romântico
    Beijokinhas

    ResponderEliminar
  33. Cidália Ferreira, desta vez, sensualidade quanto baste para a criação de um lindo poema. Reparei também na ilustração, condizente com o teor do poema.
    Bjs

    ResponderEliminar
  34. Palavras tão belas e sentidas.
    Maravilhoso poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  35. Inspiração sensual e apaixonante!

    Como sempre um poema fantasticamente construído e uma imagem fabulosa.

    Beijinhosssss

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘