sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Silêncio do embaraço

No silêncio da minha alma em agitação
Escrevo desvairos do meu pensamento
Alucinações e desejos, tudo é tormento
Num pequeno sonho de pura exaltação
*
Nesta ilusão onde não obedeço a regras
Escrevo sem vírgulas nem pontos finais
Onde meus olhos lacrimejam, são fatais
Quando sei, afinal, és tu que me alegras
*
Durante a noite, no meu sono profundo
Senti vibrar emoções, que aqui residem
Em advertências imprevistas sem fundo
*
Imagino o nosso silêncio num só abraço
Onde o encontro de dois peitos colidem
Da forma mais desejada, sem embaraço
****
Cidália Ferreira.

38 comentários:

  1. Lindo mesmo é essa tua fonte de inspiração inesgotável!
    Gostei!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  2. Esses silêncios são fortes...Bom quando há o desembaraço, no abraço de dois apaixonados! Linda poesia! beijos, chica

    ResponderEliminar
  3. Mais um poema fantástico,
    como muitos outros escreveu
    pois não terá sido por acaso
    foi com imaginação penso eu!

    Tenha um bom dia amiga Cidália Ferreira.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde Cidália,
    Gostei imenso deste poema.
    Bonito esse silêncio que fala de amor.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde. Poema muito bonito. Adorei :))

    Bjos
    Votos de uma óptima Quarta - Feira


    ResponderEliminar
  6. Sempre inspirada com este teu belo sentir poético!!

    Meus votos de uma maravilhosa semana, inspirada poetisa.
    Bjos.

    ResponderEliminar
  7. Um soneto escrito com muito sentimento!
    Maravilhoso amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Um vibrante poema... Termina falando “sem embaraço”, expressão libertadora...

    Um abraço nesta quarta-feira... Muita paz e saúde...

    ResponderEliminar
  9. E um abraço pode fazer a diferença!
    Bj e gostei de ler!!! Bj

    ResponderEliminar
  10. Boa Tarde, querida amiga Cidália!
    Como sempre nos oferta um banquete MUITO bem construído como poeta nata que é...
    O verso que diz o Amor conduzir seus versos espontaneamente. Sem preocupação com formas paralelas a mentiras ... de que adianta?
    Liberdade e gratuidade do Amor autêntico você poeta com galardão.
    Obrigada por alegrar minha tarde com imagem e poema tão belos.
    Deus a abençoe muito!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderEliminar
  11. Desencontros... reencontros.... desejos...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  12. Há silêncios embaraçosos e outros que nos soltam a fantasia.
    Muito bonito.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  13. E chegamos ao dia do meio, com um belíssimo poema :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Muito belo e romântico, como é habitual...
    Gostei, Cidália.
    No Refúgio, Manto Solar
    Beijo
    ~~~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verifiquei que o Refúgio dos Poetas não está na sua lista...
      Busque no Google...
      refúgio dos poetas blogspot majo dutra
      Bj

      Eliminar
  15. Ainda bem que não obedece a regras pois saiu um belo poema! :) Beijinhos e boa noite.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  16. Sentimento traduzido em belíssimas palavras.
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Ohh so beautiful! Very touching words.

    www.fashionradi.com

    ResponderEliminar
  18. Mesmo a nossa alma estando no silêncio ainda há uma agitação, belo poema cheio de sentimentos Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  19. Um belo poema. Adorei:))

    Do nosso amigo Gil António, com: Palavras escritas no silêncio do coração

    Bjos
    Votos de uma óptima Quinta - Feira

    ResponderEliminar
  20. É tão lindo este encontro mudo de corações Cidália!
    A explosão do momento o envolvimento na beleza do amor.
    maravilhoso soneto com arte e elegância Cidália.
    Aplausos amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  21. Há colisões que valem a pena...
    Mais um magnífico poema. Parabéns pelo talento.
    Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  22. De nuevo nos dejas una bellisima poesía.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  23. Mais um lindo poema a que já estamos acostumados
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Apocalipse!

    ResponderEliminar
  24. Olá Cidália, tudo bom?

    Belíssimo poema, parabéns!

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  25. Excelente Artigo !! Eu estou adorando visitar blog, sempre tem conteúdo de muita qualidade .... São muitos legais, e interessante ....

    Parabéns !!!!

    Posso compartilhar este artigo no meu Facebook ?

    Meu Blog: Apostando na Loteria

    ResponderEliminar
  26. Cidália!
    Seus sonetos e inspiração são sempre tocantes.
    Bom final de semana!
    “Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus.” (Salmos)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderEliminar
  27. Cidalia,
    Essa Poesia nos envolve
    e nos direciona ao amor, ao afeto
    e a paixão
    E isso é bom demais.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  28. Lindo e envolvente poema!!!
    Quem não sente a tua sensibilidade, solta pelas palavras e emoções?´

    Adorei!!!

    Abraço grande!

    ResponderEliminar
  29. Um poema intenso, sentido e romântico... que adorei apreciar!...
    Sempre em bom, Cidália!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘