terça-feira, 16 de outubro de 2018

Entrelaces de intempéries e sonhos. [Poetizando e Encantando]

Adivinhava-se uma grande intempérie
O pânico instalava-se
O meu coração sentia-se assustado
Pequeno demais, para tanta aflição,
Lá fora, vento assustador anulavam o silêncio
Todos os barulhos eram suspeitos
*
Mas na força do meu pensamento
Existia uma enorme convicção
As luzes apagaram-se, adormeci
Esperando que o melhor estaria para vir
E quando adormeci no sonho profundo
Vi o mar agitado na escuridão
*
Era o céu num reboliço sem gratidão
Eram as ondas que pareciam não ter fim
Achei que precisariam de mim
Da minha serenidade, da minha força
Do acreditar em toda a calmaria,
Vesti-me de alvura, fé e esperança
*
Mas o sonho ofereceu – me um violino
Enchi-me de coragem e perseverança
Com as notas musicais, melodiosas
E afastei o temporal... em poesia
Acordei, de coração aliviado,
Mas na realidade, ainda pouco tranquilo.
***
Cidália Ferreira


Chegámos à edição nr 56 do Poetizando e Encantando, no Blogue Filosofando na vida. Ainda um pouco desorientada derivado ao (Sr leslie/ furacão) que, penso já ter passado. Cá estou eu de forma simples a participar nesta brincadeira. Excelente semana para todos.

42 comentários:

  1. Há sonhos assim: cheios de encantamento...
    Uma boa semana, minha Amiga.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Muito lindo e que angústia nos dá um sonho assim.Ainda bem termina! Linda poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Versando você escreveu,
    um poema sentido no coração
    Centro e Norte estremeceu
    com a passagem do furacão!

    Tenha um bom dia amiga Cidália Ferreira.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  4. Tudo passa, "após a tempestade vem a bonança", um sonho salvando da realidade...

    👍😊🌹🤗

    ResponderEliminar
  5. Com coragem e perseverança a POESIA renasce a cada desafio!!!
    Bj e gostei de ler!

    ResponderEliminar
  6. Um poema lindo surgiu no seu coração...
    Boa semana, Cidália! Muita paz e saúde...

    ResponderEliminar
  7. Lindo, como sempre!
    Um beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  8. Bom dia, querida amiga Cidália!
    Que poema mais lindo!
    Mesmo diante do 'furacão' que passou por ai, você amenizou a angústia com seu poetar suave e usou de um violino para acalmar-se... ainda se lembrou do outro.. que grande capacidade de sublimação os poetas têm!
    Deus sempre proteja os povos dos efeitos climáticos danosos que eclodem em todos os cantos do mundo.
    Só mesmo poetando, amiga.
    Bjm bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  9. Muito bonito. Não é o sonho que comenda a vida?
    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Querida Cidália, que majestosa inspiração! Um lindo sonho e a vida segue, e,
    ... na força do meu pensamento
    Existia uma enorme convicção
    As luzes apagaram-se, adormeci
    Esperando que o melhor estaria para vir
    E quando adormeci no sonho profundo
    Vi o mar agitado na escuridão...

    Um poema terno e profundo.

    Obrigada querida por mais uma vez participar lindamente. Seja sempre bem vinda! Abraços, feliz e abençoada semana.

    ResponderEliminar
  11. Olá querida Cidália!

    Era o céu num reboliço sem gratidão
    Eram as ondas que pareciam não ter fim...
    E nesse vai e vem entre as nuvens e as ondas do mar você poetizou lindamente! Parabéns! Abraços, feliz semana.

    ResponderEliminar
  12. Uauuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

    Fantástico poema!

    Que seria da vida sem sonhos???

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Uma bela participação e bem actual por causa da tempestade que passou por nós este fim de semana. Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Que belo poema para este inicio de semana :)

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  15. Depois da tempestade vem a bonança, o coração acalma ao ler este bonito poema.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  16. Excelente retrato poético da tempestade que nos enregelou os ossos e o coração.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  17. Muito bom o poema, que retrata o último temporal
    Abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  18. Só ontem consegui falar com os meus pais.
    Beijo

    ResponderEliminar
  19. Sonhos que nos abraçam e afastam as sombras...
    Lindo...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  20. Amiga, inspirada como sempre poetizaste com fervor. O amor envolto em sonho e realidade. O temporal do amor. Parabéns amiga pela bela participação. Acabei de participar com a aluna Thay Silva. Abraços, feliz semana.

    ResponderEliminar
  21. Uma linda participação, espero que esteja bem.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  22. Sensacional participação!
    Um abraço carinhoso de
    Verena

    ResponderEliminar
  23. Que poema lindo amiga Cidália!
    Escolhemos a mesma imagem,porém com interpretações diferentes.
    Um temporal aniquila com qualquer pessoa.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  24. Quando o sonho se mistura à realidade querida Cidália faz nos crer que a noite nunca termina e que o sonho cria os fantasmas, mas o som de um violino nos resgata a esperança da manhã, mas como transpira amiga.
    Belo trabalho com sua poesia.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  25. Belíssima participação encantador poema
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Álcool mata pessoas!

    ResponderEliminar
  26. Olá Cidália querida


    Lindo seu poema.
    Calmo e sereno, trás mansidão pra alma.

    Beijos
    Ani


    ResponderEliminar
  27. Oi Cidália,
    Lindo demais o seu poema
    Fiquei encantada
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  28. Bom dia, Cidália,
    a foto é maravilhosa, pois me encantou.
    Gostei de seus versos que conseguiram com música e seu violino espantar o que lhe afligia. Mesmo sendo um sonho, fez sofrer. Lindo. Abraço!

    ResponderEliminar
  29. Ficou uma estrutura muito interessante
    e ainda não tinha passado o furacão que desvalorizou o meu 'post'
    Parabéns pela participação...
    A minha - O REENCONTRO - aguarda a sua visita.
    Beijo
    ~~~

    ResponderEliminar
  30. Sonho lindo com seu poetar maravilhoso e com final feliz,amiga Cidália.

    Amei!!!!!!


    Desculpe a demora na visita,mas continuo só com o celular ,sem laptop, o que torna tudo mais difícil e pequeno para minha vista já cansada. Estou apenas retribuindo visitas,postando para me acalmar,pois meu marido fará mais cirurgias a partir de novembro.
    Por isso,agradeço sua visita e volte sempre,querida.

    Beijos sabor carinho e uma quinta_feira de paz e alegrias

    Donetzka

    ResponderEliminar
  31. O milagre do violino, Cidália !
    tenho pena de não saber tocar esse instrumento tao inspirador
    que enche o ar de melodia como se o vento soubesse cantar :)
    gostei muito do desfecho, aliás com suspense e admiramos a leveza dos versos que criou!
    beijinho
    deixo também a minha participação que se ficou pela primeira imagem :)
    o convite da Lourdes é sempre encantador :)

    Angela

    https://poesiesenportugais.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  32. idália!
    Que linda expressão, angústia, sonho, música e toque no coração...
    Fascinante!
    Bom final de semana!
    “Felizes são aqueles que não se deixam levar pelos conselhos dos maus.” (Salmos)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderEliminar
  33. Convite pera o Poetizando e encantando.
    Boa tarde!
    Chegando um pouco atrasada com o convite, postei no horário da manhã e só agora, de volta em casa tive um tempinho para as visitas.
    Como diz o poeta, “ A POESIA É A CANÇÃO DA ALMA! Então, vamos poetizar com a canção que vem da alma e do coração.
    Feliz fim de semana! Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderEliminar
  34. Bravo!!!
    Uma inspiração fabulosa do furacão que assolou o país.
    Adorei amiga...muito bem escrita e com uma emoção forte em sintonia.

    Beijinhosssss

    ResponderEliminar
  35. Uma linda inspiração, que nos transmite força, serenidade e esperança, para enfrentar as intempéries da vida!...
    Adorei!!! Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar