domingo, 2 de junho de 2013

Quintal dos Pensamentos


Vagueio pelo quintal
Descalça de nada, vestida de tudo
Sinto a calma
Ouço cantar um passarinho
está perto de mim
Olha-me com ar de medo 
deixa-me aproximar
Levanta voo, parecendo levar consigo
Recordações minhas
Sorrio pela graça do seu voar
Pego na vassoura e limpo o chão
Nem estava sujo
de nada nem de tudo
Não falo, penso, imagino
Dou de mim, sinto a verdade
do pensamento, dos sentidos
que me transporta e alegra
Regressa o passarinho. Seria o mesmo?
Nunca saberei, apenas sei
que gosto muito, sem nada e com tudo
vaguear pelo quintal

******
Cf.



9 comentários:

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘