terça-feira, 5 de maio de 2020

Farol em agitação ...

Atemporal: Farol Embaçado
****
Mar revolto, brisa marinha, saudades do meu farol
Numa manhã de nevoeiro, em ondulação frenética
Sozinha, fiquei de olhar ancorado, esperando o sol
Que promete voltar, se o mar, voltar à sua genética
*
Sinto que meu farol se vai afastando. Faz-me falta
Para que a sua luz me guie na vida que me envolve
Mesmo que a ondulação não abrande, na maré alta
Haverá de abrandar em espera, que o amor resolve 
*
Um mar revolto, que habita dentro do meu coração
Um farol apagado que acende em perfeito temporal
Onde a agitação se sente, como a falta de prontidão
*
Deixo-me ficar, olhando e esperando a tua chegada
Se o mar permitir que a tua presença, seja a normal
Serás, o farol que me segue... e me deixa enamorada
****
Cidália Ferreira 

54 comentários:

  1. Depois da tempestade, vem a bonança.
    Beijo, bom dia de segunda.

    ResponderEliminar
  2. Palavras emocionantes logo pela manhã...

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Adoro faróis e tua poesia foi bem inspirada nele... Que a visão seja calma... beijos, linda semana! chica

    ResponderEliminar
  4. Cidália,
    Adorei os versos e
    essa imagem é fantástica!
    Bjins
    Boa Nova semana para Nós
    CatiahoAlc. dos Blogs
    https://comentariosporaicoisatal.blogspot.com/
    https://frasesemreflexos.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Que o farol se acenda!
    Belo poema!
    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  6. Existem faróis cuja luz alcança o infinito. E nesses entretantos a vivência é linda. O pior é quando a lâmpada se funde e essa luz se esconde para lá da escuridão.

    A verdade é que a lâmpada só se funde... se houver falta de manutenção.
    Gostei muito do poema. Um grito de estabilidade emocional na esperança de que a luz do farol nunca se apague e o mar revolto, volte a ser, e estar, calmo.

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Ese oleaje le viene bien a la mente para encontrarse de nuevo. El faro está ahí, se volverá a ver la luz... Muchos besos!!

    ResponderEliminar
  8. Uma imagem bem poética e um poema a complementar a beleza do momento!!!
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde de esperança, querida amiga Cidalia!
    Que nunca nos falte a Luz de nosso farol Maior!
    Tenha dias abençoados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  10. Há de permiti amiga Cidália! Vais ver que os mares vão se acalmar . Boa semana querida! Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Também quero um farol desses eheheh!!
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderEliminar
  12. Um lindo poema com farol esoetacular
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Neste momento somos todos um pouco como o farol, agitados e inseguros.
    Beijinho
    Boa semana

    ResponderEliminar
  14. Gostei do poema e ilustra muito bem a imagem
    um beijinho e uma excelente semana!

    ResponderEliminar
  15. Não importa onde estamos,sempre sabemos onde está o farol que nos impulsiona,que dá sentido,que faz querer viver melhor.
    Xeru querida Ci

    ResponderEliminar
  16. Naveguei em seu agitado mar lendo seu belos, sentidos e esperançosos versos, o mar há de voltar ao normal sim, tudo vem e tudo passa, e seu farol estará sempre a lhe guiar.

    Momentos de incerteza mas o coração cheio de fé e esperança.

    Boa tardinha amiga. Que Deus nos abençoe.

    Bjss

    ResponderEliminar
  17. Hay un faro imaginario que nos guia sin que nos demos cuenta ..él es el que tenemos que seguir ..Versos lindos amiga.
    Un abrazo y feliz noche.

    ResponderEliminar
  18. Belo Poema

    Beijinhos de boa noite e boa semana

    ResponderEliminar
  19. Amei o poema!
    Já estou seguindo o blog!
    Beijos!
    Lob Blog

    ResponderEliminar
  20. Por mais que o mar seja revolto e a tempestade imensa faz-nos falta um farol para guiar os nossos passos através de tantos Adamastores invisíveis, que nos leve até bom porto.

    ResponderEliminar
  21. O poema é lindo, por vezes sinto-me um farol..
    Bjs

    ResponderEliminar
  22. Gostei bastante do artigo de hoje, sempre estou aqui acompanhando seu blog. Tenho aprendido muitas coisas legais aqui.

    Beijos 😘.

    Meu Blog: Blog da Beatriz

    ResponderEliminar
  23. Um belo poema que dá gosto ler.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  24. Lindo poema
    Todos temos um farol que brilha ao longe
    Bjs
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Mascaras ter ou não ter...

    ResponderEliminar
  25. Olá querida Cidália!
    Um belíssimo poema, um farol é sempre a luzinha que ilumina a esperança. E que essa esperança seja alcançada. Lindo gostei mesmo. Parabéns!
    Beijinhos
    Luisa

    ResponderEliminar
  26. Que haja sempre esperança com este farol a trazer luminosidade
    Lindíssimo poema Cidália
    Beijokinhas

    ResponderEliminar
  27. Linda poesia inspirado no farol, parabéns!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  28. Que haja sempre uma luz na sua vida.
    Bjs

    ResponderEliminar
  29. Ese mar tormentoso que habita en el corazón necesita la luz de ese faro. Hermoso poema. Saludos amiga.

    ResponderEliminar
  30. Não podemos perder a esperança... Mesmo nos dias mais sombrios...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  31. Olá Cidália,

    Gostei, em especial, desta passagem: "Mesmo que a ondulação não abrande, na maré alta
    Haverá de abrandar em espera, que o amor resolve"
    Muito muito bonito!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  33. Querida Ci

    haverá sempre um farol que nos guiará a porto seguro.
    mesmo nestes dias estranhos e dolorosos, temos de pensar assim.
    boa semana.
    beijinhos
    :)
    http://olharemtonsdemaresia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  34. Voltei poque me sobraram uns beijo
    no cesto e vim trazê-los à minha
    amiga.

    ResponderEliminar
  35. Que brilhante inspiração amiga como sempre!!!
    Tenho andado ausente com teletrabalho extenuante mas não me esqueço de ti!

    Adoro o poema, como sempre! Todos nós precisamos dum farol que nos guie quando o nosso mar está revolto!

    Beijinho grande e muita saude

    ResponderEliminar
  36. Olá, como está?

    Há sempre um farol que nos guia no temporal de ventos e mares!

    E até a música ajuda...

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
  37. Boa tarde de Paz minha amiga Cidália!
    Mais um maravilhoso, belíssimo poema.

    Um farol sempre a esperar!

    Um grande abraço de Luz 🌿🥀❤️🌸🎉

    ResponderEliminar
  38. Adorei este poema!
    Gosto muito dos faróis, além de estarem nas costas, perto do mar, o farol representa a luz!
    Muito bom, parabéns!

    Beijos e muita saúde!

    ResponderEliminar
  39. A luz que guia e direciona os errantes,
    perdidos enamorados numa praia vazia
    mesma luz que inspira loucos amantes,
    sob aquele facho da luz da lua seguia.

    Lindo inspirador farol dos seus sonhos Cidália.
    Muito bonito poetizar esta angustia, esta saudade.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  40. Bom dia Cidália,
    Um poema lindo inspirado nesta tempestade que nos assola.
    Tenhamos esperança.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar
  41. Muito belo, poetisa!

    Dias de esperança e paz.

    Beijinho
    ~~~~

    ResponderEliminar
  42. Fiz essa postagem em 2017 no meu blog
    "A luz que os sonhos tem é como farol para chegar até nós.
    Ele vêm na palma da mão de Deus e na hora certa".
    É só esperar e confiar.
    Boa noite. Bjs.

    ResponderEliminar
  43. Muito lindo, Cidália! Um belíssimo soneto.
    Abraços!

    ResponderEliminar
  44. Precisamos desse farol,para nos iluminar e nos tirar dessa tempestade.
    Lindo soneto.
    Bjs Cidália.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  45. Que todos os faróis, mantenham sempre acesa a luz da esperança, para iluminar o nosso caminho.
    Maravilhoso soneto.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘