segunda-feira, 20 de maio de 2019

Hoje sinto-me só, borboleta sem ninho! {POETIZANDO}

Promessas levadas pelo vento agreste
Trazendo, sussurros em forma d'amor
Mesmo que neste banco eu estivesse
Esperaria a vida inteira pelo teu calor
*
Imagino borboletas em êxtase, magia
Silêncios forçados pelas contradições
Mesmo sem ti, existe sempre alegria
Que fica gravada nas minhas emoções
*
Encosto os meus pensamentos aos teus
Sentada neste solitário banco de jardim
Onde colho uma rosa, não será o adeus
*
Promessas, palavras de eterno carinho
Que partilhámos por instantes sem fim
Hoje sinto-me só, borboleta sem ninho!
****
Cidália Ferreira.

POETIZANDO E ENCANTANDO

Chegámos às edição nº 82. Um desafio cada vez maior, tal como o gosto que tenho em participar. Importante mesmo é o desafio entre todos os blogues, com poemas/prosas, totalmente diferentes, muitos com imagens iguais. Nem sempre se consegue o melhor, mas fica sempre a "responsabilidade" de querer colaborar, com o Blogue Filosofando na Vida, da nossa querida Amiga Lourdes Duarte. Obrigada pelo convite... Bom Fim de Semana.

39 comentários:

  1. Bom dia de paz, querida amiga Cidália!
    Ficou tao bonito que cumpriu, com louvor, o desafio da querida amiga lourdes.
    A borboleta espera porque ama e tem certeza do ninho que a espera.
    Tenha dias abencoados!
    Bjm carinhoso de paz e bem

    ResponderEliminar
  2. Triste final estar só...Linda inspiração e participação! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  3. Querida Cidália! Uma linda poesia, que embora saudosa, triste, poetizaste lindamente!
    promessas que se esvairão ao vento, e ali naquele banco solitário, resta lembranças e uma rosa. a borboleta como se assistisse a tudo é a única testemunha das promessas de amor que se foi.

    Encosto os meus pensamentos aos teus
    Sentada neste solitário banco de jardim
    Onde colho uma rosa, não será o adeus...
    Linda demais sua inspiração. Parabéns! obrigada por participar, seja sempre bem vinda. Abraços, fica na paz.

    ResponderEliminar
  4. Muito triste a solidão,mas a borboleta como suas palavras sempre nos encanta.
    Lindo soneto amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  5. De ler esse poema fantástico,
    gostei do princípio até ao fim
    para escrever este comentário
    olhando esse banco no jardim!

    Bom fim de semana cara amiga poetisa Cidália Ferreira. Bjs.

    ResponderEliminar
  6. Promessas, palavras de eterno carinho
    Que partilhámos por instantes sem fim
    Hoje sinto-me só, borboleta sem ninho!

    momentos únicos e bonitos Cidália,
    que deixam nostalgia e saudade
    a poesia bebe neles grande parte da sua inspiração :)
    gostei muito !
    beijinhos, bom fim de semana
    da amiga, Angela

    ResponderEliminar
  7. OLÁ CIDÁLIA

    QUERO DAR-LHE OS PARABÉNS
    pela sua LINDÍSSIMA participação
    Há que ter muita inspiração e DOM

    Linda poesia!

    volto cá, desta vez para lhe pedir um grande favor:
    passe neste meu blogue
    e me ajude a escolher seis fotos para a exposição, pode ser?
    Faça de conta que faz parte de um júri

    Estamos a chegar ao fim de mais um ano lectivo
    e, o Professor de Fotografia pede sempre 6 fotos dos trabalhos
    que fizemos durante o ano, para ele "escolher" três para a Exposição!

    http://meusmomentosimples.blogspot.com/

    Beijinho da Tulipa

    ResponderEliminar
  8. Um amor partilhado, hoje separados deixando uma nostálgica saudade
    Um poema soberbo querida amiga
    Encante com sua belíssima inspiração
    Beijinhos poéticos

    ResponderEliminar
  9. Passando desejar um feliz fimde semana tudo de bom bjs

    ResponderEliminar
  10. Grande inspiração que nos traz sempre belos poemas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Cidália soneto bem bonito, copiei uma exemplificação:
    "Encosto os meus pensamentos aos teus
    Sentada neste solitário banco de jardim
    Onde colho uma rosa, não será o adeus".
    Ei-la!
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Às vezes, voltamos aos lugares onde fomos felizes... Já sem dor, apenas memórias felizes....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  13. Mais um belo momento e eu que gosto de borboletas... Bj

    ResponderEliminar
  14. Cidália muitas vezes também me sinto assim só, acho que cada um de nós passa por esse momento, maravilhosa a sua participação bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  15. Inspirado soneto, minha amiga Cidália, como se vê por estes versos:

    "Encosto os meus pensamentos aos teus
    Sentada neste solitário banco de jardim
    Onde colho uma rosa, não será o adeus"


    Um ótimo final de domingo Cidália.
    Um beijo.
    Pedo

    ResponderEliminar
  16. A imagem lembra-me a solidão e eu não gosto da solidão. Gosto bem mais da sua poesia.
    Abraço e resto de bom domingo

    ResponderEliminar
  17. Uma inspiradora imagem e um emocionante poema, sentida participação.

    Um abraço. Tudo de bom.
    💙 Individuação. Self, ego e mitologia.

    ResponderEliminar
  18. Linda participação
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. As borboletas são sempre lindas.
    E é nessa beleza que nos devemos concentrar.
    Beijo, boa semana

    ResponderEliminar
  20. As borboletas vieram amenizar a solidão e melancolia do poema…
    Uma boa semana.
    Um beijo,

    ResponderEliminar
  21. Mais uma participação fantástica:))

    Hoje :- Abri a janela e deixei os sonhos entrar.

    Bjos
    Votos de uma óptimo Segunda - Feira.

    ResponderEliminar
  22. O "desafio é maior", mas vossa poesia está sempre a altura de qualquer prova. Belíssimo.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  23. Bom dia querida, muito lindo seu soneto. Bjusss

    ResponderEliminar
  24. Um soneto muito bonito e seguindo o desafio proposto está muito bom.
    boa semana
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  25. Bonita inspiração com borboletas esvoaçando.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  26. Formidável tanta inspiração amiga!
    Lindo!! PARABÉNS!
    Bjs

    ResponderEliminar
  27. Ou Cidália,
    Está poetizando cada dia melhor
    Adoro tudo que escreve
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  28. Gostei do poema bonita inspiração
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Um brinde às mulheres

    ResponderEliminar
  29. Amiga querida! Uma bela interpretação poética da imagem. lembranças saudosas de um grande amor que já não está presente mas tão vivo e forte que chaga doer. Parabéns! Abraços

    ResponderEliminar
  30. Olá Querida amiga!

    Esta edição, está belíssima em todas as participações. Cada uma com seu estilo poético, mas todos até agora visitados por mim tem me encantado.
    Linda poesia! Em destaque a saudade de um grande amor, partilhado e que se eternizou no coração. Hoje resta a saudade. Parabéns! bela poesia!

    “O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem.” ❤
    _________________Antoine de Saint-Exupéry

    Abraços da amiga Dilene!

    ResponderEliminar
  31. Soneto lindíssimo querida amiga e o final é ainda mais maravilhoso.
    Um show de inspiração Cidália.
    Meus parabéns por hoje e pela poesia que sempre nos encanta.
    Beijo amiga.
    Seja feliz e pronto.

    ResponderEliminar
  32. Maravilhosa inspiração, baseada numa divina foto da natureza!

    Continuas a arrasar e continua assim!

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  33. BOA NOITE!

    MAIS UMA VEZ CHEGANDO COM O CONVITE PARA O POETIZANDO

    É com carinho que mais uma vez venho convidar você a participar desta BC que já é um sucesso, graças a sua participação e dos amigos e amigas poetas e poetisas.
    Acabei de publicar com imagens românticas e belas. Um verdadeiro convite para lindas poesias!

    Pensamento da noite.

    “Corra atrás da sua
    própria felicidade,
    antes que ela corra
    para longe de
    você”.
    Tenha um lindo final de semana, feliz e abençoado. Abraços

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘