sábado, 21 de setembro de 2019

Lembranças dum passado sorridente. {Poetizando e Encantando}

****
Lembro-me, do nosso beijo, naquela manhã
Fugaz, mas muito fogoso na nossa intenção
Como um clique que nos assaltou o coração
E uma saudade desejosa daquela montanha
*
Sinto um arrepio na pele e em reminiscência
Que provoca a revolta duma saudade eterna
Enquanto eu me sentir gente, ser-te-ei terna
E grata, por me fazeres feliz, com sapiência
*
Sendo as lembranças um passado sorridente
Onde mergulho em teu peito, e fico dormindo
Não será mentira, uma verdade que sentindo
Sorrio quando recordo o nosso olhar inocente
*

Mas ficam as lembranças onde tu és meu jardim
És a flor, que brota todos os dias, na minha mão
Ainda que te guarde como jóia rara nesta solidão
Farás, para todo o sempre, grande parte  de mim
****
Cidália Ferreira


Mais uma semana, mais uma edição...e muito perto de festejar o tão desejado Centenário. Actualmente tenho o tempo mais "contado", derivado à ajuda que dou à minha filha. Contudo, quando se gosta da escrita arranja-se sempre um tempinho. Para mim, é como uma terapia da mente. Então aconselho a todos os meus visitantes e comentadores a visita a este maravilhoso Blogue. Filosofando na Vida. Da amiga Lourdes Duarte. Desde já, obrigada pelo convite. E obrigada a todos os que por aqui passarem.

Bom fim de semana.

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Horizonte devastado

****
Estrada fora, existem olhares  que se entristecem
Existem  árvores, que fazem as suas despedidas
Existem solos matizados  de tristeza, esmorecem
Quando o frio chega e as árvores  ficam despidas
*
Existe o horizonte  devastado, e sem misericórdia
Folhas que voam, saudando a chegada do outono
Ainda a fumaça dispersa neste mundo de discórdia
Tanta dúvida, que dentro do pensamento questiono
*
Sigo a estrada da vida onde a canseira traz emoção
Sigo sozinha com a brisa e pensamentos no coração
Numa viagem, breve, mas tão difícil de compreender
*
Estrada fora, sem ruídos apenas paisagem cinzenta
O cheiro a queimado, entristece-me, traz a tormenta
Numa paisagem onde a natureza não pode defender
****
Cidália Ferreira.

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Fragrância ilusória...


Fragrâncias que se espalham no meu ser
Que me elevam a auto-estima
Que atenuam a saudade
Trazendo as mais belas recordações,
E cada momento de liberdade
Onde tudo acontece sem querer
Mas que este aroma, meu corpo mima
*
Preparo o meu corpo sem grande euforia
Visto-me de alegria para a chegada
Coloco um batom a teu gosto, mate
Imagino, o abraço recebido, e caloroso,
Sinto-me incapaz de suster as emoções
Olho o espelho... não me diz nada
Sinto-me iludida de tudo, mais vazia
*
Vazia, mas por dentro da minha ilusão
Onde me enfeito das mais finas jóias
Sacudo os cabelos, respiro fundo
Espero alguém que aprecie meu valor,
Que a fragrância seja o aroma mais profundo
Que seja o chamamento, sem pudor
E não se apodere de mim, a desilusão.
***
Cidália Ferreira.

domingo, 15 de setembro de 2019

Ultimo Adeus!


Hoje, Domingo 15-09-2019 - faleceu - vítima de cancro - um dos Cantores que marcou a minha adolescência. Entre os meus  13/14 anos de idade já andava a servir, e a musica rolava nos rádios, nas cassetes e até cartuchos, o dia todo. Era o êxito do momento! Sempre, mas sempre apreciei as suas musicas. Acompanhei sempre nas tv's. Vi - o pela última, vez na TVI, em Janeiro, já estava doente. A força Dele era enorme...Mas chegou o Seu fim. Como fã Dele não podia deixar de o homenagear. Fiquei em "choque", não contava. Até sempre meu Querido Roberto Leal. Descansa em Paz 

Resultado de imagem para flor  descansa em paz

sábado, 14 de setembro de 2019

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Não sou o que não quero ser. [Poetizando e Encantado]

***
Sonhos fantasiados, tal como o tempo que faz
Por onde deambula a minha mente sem noção
E o meu olhar perdido, num campo tão sagaz 
Deixa minha alma saudosa, perdida, sem chão
*
Neste campo de girassóis tão belos e floridos
O sol esconde-se, e quiçá, entre falsa timidez
As nuvens matizadas trazem tempos doridos
Onde os sonhos são parte da minha sensatez
*
Colho girassóis, dos mais belos e perfumados
Imagino, a cesta florida para poder  oferecer
Nos momentos, que os sonhos forem sanados
*
Sonhos que não passam duma triste realidade
Não me deslumbro...nem sou, e não quero ser
Um ilusório dissabor. Mas sim, a cumplicidade
****
Cidália Ferreira

Agradecendo o convite da Profª Lourdes Duarte, do Blogue Filosofando na Vida... Espero que este simples poema agrade a todos os meus leitores e comentadores. Obrigada e um dia feliz.

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Nostálgica Viagem...

***
Avistava-se um pôr-do-sol no horizonte
Ainda o calor se fazia sentir abrasador
As árvores em placidez sentem o calor
Abrigam-se, de tudo no meio do monte
*
A estrada que me guia todos os sentidos
Que me a dá segurança, e em liberdade
Conduz o destino onde mora a saudade
Algures à beira mar...sentimentos ávidos
*
Ao entardecer e numa nostálgica viagem
Olhava o horizonte, pensava só em mim
Não me imaginava sem ti no meu jardim
Onde és a árvore, a flor, a minha aragem.
****
Cidália Ferreira

domingo, 8 de setembro de 2019

Jardim delineado ... " Com Amor"


Repousei por breves instantes, por ali
Olhei a paisagem à minha volta
Arvoredos num bailado, em beleza,
Um jardim à minha frente, delineado
O mar que deixa as emoções à solta,
Procuro no silêncio enamorado
Escuto ecos da tua passagem por aqui, 
As nuvens parecem dispersas e felizes
Os pássaros esvoaçam sobre o mar
E o meu pensamento recua,
Talvez se envaideça, com glamour
*
Lágrimas de felicidade afloram o olhar
Ainda que a minha alma se sinta nua
Num repouso sobre os sons da natureza
Jamais deixarei de olhar o horizonte,
Numa passagem onde somos uma ponte
Mas, qualquer pessoa, enquanto gente
Mostra a cumplicidade que dela sente
E tudo em redor me encanta tantas vezes,
Motivo, porque aceitei o desafio, 'Com Amor'
***
Cidália Ferreira 

O meu 1º desafio, com a Amiga Marta Vinhais do Blogue  Com Amor Que aconselho a visita.
Bom fim de semana.

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

Não seria eu ... [ Poetizando e Encantando ]

***
Não seria eu... era a minha alma, feita gente
Caminhando sem destino pela praia deserta
Recebendo a brisa, que sussurra, docemente
Deixando a minha alma, calma, tão desperta
*
Não seria eu, mas sim, meu espírito lutador
Numa praia deserta, com aroma de maresia
Onde pudesse soltar o meu grito com fervor
Deixando a minha alma reinado, na cortesia
*
Não seria eu, se não acordasse da quimera
Se não respirasse o balsamo que me rodeia
Num bailado ao som da brisa da primavera
*
Não seria eu se não brilhasse na minha vida
Se não acreditasse nas pegadas desta areia 
Não seria eu, mas sim, a minha alma vestida
****
Cidália Ferreira.


Voltei. Um pouco condicionada, mas há sempre um momento em que já posso dar asas à imaginação. Num simples poema aqui deixo a minha participação, no Poetizando e Encantando. Blogue Filosofando na Vida...Obrigada pelo convite. Um resto de uma boa semana.

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Estou de volta...


Estou de volta, mas um pouco sem inspiração.  Felizmente tudo se está a encaminhar, sobre as melhoras da minha filha. Quem sabe o que é uma depressão saberá que não é fácil. Para além de ser muito complicado tem de haver muita ajuda por parte das pessoas que a rodeiam. Marido,  Mãe/Pai. Fiz o que me pertencia enquanto Mãe/Avó. Dei o melhor de mim. Apoio. Afecto, sobretudo retirar-lhe todo o trabalho de casa e filhos das "costas" incluindo refeições. Retirá-la do fundo não foi fácil, mas quando se tem força de vontade consegue-se. Ela com a sua força de vontade também vai conseguindo... Estive a 100% para ela, e estarei sempre, de uma forma ou de outra!  Agradeço a todos pela paciência que tiveram em esperar por mim.  OBRIGADA.

Cidália Ferreira.

sábado, 31 de agosto de 2019

Quase...

Resultado de imagem para Imagens com bons pensamentos

É isto...Estamos no bom caminho. A luta faz-se de esforços e dedicação, no fim, poderemos respirar de alivio e  soltar o grito que nos impede de sorrir!

Estou quase de volta aos vossos cantinhos... Dêem-me tempo.
Bom fim de semana

quarta-feira, 28 de agosto de 2019

O caminho faz-se devagar... "Desabafo"

Resultado de imagem para imagens de força
Mais um dia. O caminho faz-se devagar... vai-se fazendo e conseguindo aos poucos, pequenas conquistas. A dedicação, a força e a persistência são o meu maior "defeito"... Jamais me cansarei de lutar por aquilo que é Meu... Hoje, tinha muita vontade de chorar, mas a força que vinha de dentro de mim não deixou! Vou conseguir com que "tudo melhore" o mais rápido possível. Como? Dando tudo, e o melhor de mim!!!


Obrigada pelo apoio que aqui me têm dado. Jamais me esquecerei de todos vós. Quando puder volto aos vossos cantinhos.

Beijinhos - Cidália Ferreira

sábado, 24 de agosto de 2019

Voltarei, espero que seja breve...

Resultado de imagem para imagens

A vida é um turbilhão de sentimentos bons, e menos bons. Existem momentos em que nos sentimos impotentes para enfrentar adversidades. Há que ser mais forte que a fraqueza que nos tenta derrubar. 
Por motivos pessoais/familiares, estarei ausente do blogue. Voltarei quando estiver tudo mais calmo. Tenho uma filha e dois netos a precisarem de mim quase a 100% Digo quase, porque o Marido também é incansável.

Bom  fim de semana. Sei que me entendem!

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Quando as fontes secarem e a brisa for tóxica... [Poetizando e Encantando]

Que o Mundo implore a verdadeira realidade
Pensem, em quantos morrem inocentemente
Olhar, com um olhar de dor, é pura crueldade
E saber que nada resta, é morrer lentamente
*
O homem e sua forma de pensar, de cinismo
É cismar num puder e terminar em destruição
É a ganância, a incompetência e o terrorismo
Não se entendem, vão acabar com a geração
*
Acabam com o principal pulmão da Natureza
Acabam com o mundo lentamente. Cobardia
Do ser humano, portador, de pura malvadeza
*
E, no futuro, quando já não existir resistência
Quando as fontes secarem e a brisa for tóxica
Já não haverão forças para implorar clemência
****
É triste ver a destruição, seja de qualquer natureza for
É triste saber que tantos interesses existem pelo meio 
É triste como é triste ver morrer o planeta. Quanta dor
Se vive, num mundo, que de prometas está...tão cheio
***
Cidália Ferreira. 

MUSICA DE FUNDO: Michael Jackson - Earth Song

POETIZANDO E ENCANTANDO
Tendo em conta as notícias, que o mundo nos faz chegar, sobre a floresta Amazónia, e como as imagens do poetizando não me ficaram indiferentes,  assim ficou a minha mente, não me deixou trabalhar de outra forma que não fosse esta. Que quem de direito coloque MÃOS para acabar com tal tormento!  Esta é a minha participação no Poetizando e Encantando. 

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Lugares sombrios, saudáveis...

Procurei pela natureza
  O sombrio, saudável
     Uma mesa
        Um banco
           Um lugar vazio
              O cheio de tudo e de nada,
                 As folhas
                   As ervas
                     As flores lilases
                        Uma árvore tombada
                          O vento soprava
                            Cheirando a rio
***
Encontrei a mesa
O banco
Nele me sentei
Petisquei
Ouvindo o som do silêncio,
Atrás de mim
Um rio passava
Tão turbo
E parado,
Da natureza sombria
Fui embora
E o silêncio ali se fechava.
***
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Dia da fotografia. E um fim de semana diferente.

Celebra-se o dia da fotografia. Sejam pessoais ou simplesmente da natureza...
Entre centenas de fotos de família que tinha, onde perdi quase tudo, porque o meu PC morreu de vez. Embora tenha muitas no facebook, escolhi estas para assinalar este dia. Não excluindo ninguém... por incrível que pareça não faço praia (por razões óbvias), mas, gosto de visitar o mar e faço-o tão rara vez. Adoro o cheiro da maresia. Adoro olha-lo até para lá do horizonte. Gosto de sentir a brisa no rosto, respirar fundo e, deixar vaguear a mente até onde ela me permita.
Ontem, Domingo, saímos de casa com a ideia fixa de ir caminhar pelos passadiços da praia, quando chegámos a meio do caminho chovia. Ainda tentámos chegar perto mas não valia a pena... Voltámos para trás.
.
O destino levou-nos até à serra, a uma Aldeia - muito perto de Viseu – onde almoçámos, a convite da mana mais nova, num arraial, onde as festas já duravam desde o dia 15. Seria o ultimo dia. Por lá, um dia maravilhoso!
Imagens de regresso...no horizonte avista-se o mar...
Cidália Ferreira.

sábado, 17 de agosto de 2019

Deambulando tão sozinha nesta quimera. | Poetizando e Encantando |

*
Sonhava, com a aproximação da primavera
Mergulhada, num cenário, mesclado de cor
Tantas, e tão belas árvores no seu esplendor
Eu deambulando tão sozinha nesta quimera
*
A brisa sussurrava nos ramos já florescidos
O ambiente fresco da aurora, era importante
Mesmo tão só mostrava que meu semblante
Oculta, tantos sentimentos, já enfraquecidos
*
Neste sonho, onde deambulava pelo jardim
De rosto feliz, e de coração tão triste, ávido
Porque o amor se ausentou. Não será o fim
*
E entre as roseiras do jardim do meu sonhar
Sobe uma angustia, num misto tão impávido
Onde a primavera apenas floresce meu olhar
****
Cidália Ferreira

Agradecendo o convite da Profª  Lourdes Duarte - para o Poetizando e Encantando - da edição (93).  É com gosto que, de alguma forma, dou o meu contributo. Simples como sempre. Espero que gostem. Bom fim de semana.

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

És o infinito do meu imaginário

--
Sonho que és o infinito do meu imaginário
Aquele que vai além do pensamento
Aquele que me tira o sossego
Que me dá um sorriso rasgado
Que desaparece em dias de sol
E volta, quando neblina me assombra
Me acarinha com palavras do seu dicionário
Deixando-me de coração apaixonado
*
Sonho que és, o que serás na realidade
Quando me despertas o ego
Me acompanhas nos momentos nefastos
Fazes de mim mulher de verdade
Acompanhas o meu crescimento, sem ver
Provocas-me sorrisos envergonhados
Neste sonho irreal onde não há vaidade
Faço do sonho infinito o meu modo de lazer
****
Cidália Ferreira 

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Prometi, que te esperava até ao alvorecer [Poetizando e Encantando]

Prometi, que meu coração era apenas teu
Num segredo declamado à lua em poesia
Enquanto estrelas luminosas eram magia
Eu sossegava num lugar secreto, tão meu
*
A brisa agradável inspirava meu coração
Sentia que o relento despertava emoções
Que me faziam velejar noutras direcções
Sobre vestes acetinadas. Minha adoração
*
Prometi, que te esperava até ao alvorecer
Enquanto em leitura afável, descontraída
Me deixava ir, ao infinito do meu parecer
*
E nesta lua gigantesca que me iluminava
O amor, era um pano de fundo, com vida
Prometi confessar à lua, porque te amava
****
Cidália Ferreira

POETIZANDO E ENCANTANDO
O prometido é devido. Mais vale tarde que nunca. Dentro da minha simplicidade e vontade, cá estou com a minha participação, nesta edição (92). É sempre um orgulho poder participar no Poetizando e Encantando - Filosofando na Vida - Blogue da Prfª Lourdes Duarte. Obrigada pelo convite...Boa semana para todos.

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Pequenos mas felizes... momentos inolvidáveis...

Podem existir dias mais cinzentos. É o caso do tempo que faz. Mas, quando recebemos a visita do Mano que não víamos há 9 anos, (está em Andorra), tudo muda. Somos 7 irmãos contando comigo. 6 Raparigas e 1 rapaz, este. Parecia que adivinhava que à sua espera estavam uns rojões, em casa da mana mais nova...
Nós os três, há muito tempo que não nos ríamos tanto como rimos nesta noite. Foram mesmo momentos tão bons, que nos fizeram voltar aos tempos de criança...
A Família é grande,  e é sempre impossível juntarmos-nos todos, aqui estávamos 4, e mais sobrinhos. Poucos, mas fizemos este momento valer a pena. Há muitos anos que não me ria tanto, e com tanta vontade. Entretanto, a vida segue, cada qual segue novamente o seu destino. Até à próxima e que demore tantos anos.
Um, dos muitos cantinhos, das suculentas na minha mana mais nova. 

Continuo em stand by, prometo voltar em breve. Até porque vai haver greve dos motoristas e vamos ficar a observar a cena, por casa. :) 

Não se zanguem, eu prometo visitar toda a gente assim que possa. Este blogue podia existir sem vocês? podia! Mas não era a mesma coisa!. Beijinhos e abraços.

terça-feira, 6 de agosto de 2019

"Atrás de um rosto sorridente poderá residir a tristeza."


A vida, é apenas uma breve passagem
Saibamos aproveita-la a cada instante
Esquecer as coisas más, ser constante
Ser a alegria de quem ajuda a viagem
*
Esquecer as mágoas, lágrimas, e sorrir
Esquecer que a vida me deu cicatrizes
Esquecer os pesadelos desde as raízes
E esperar pelo melhor que possa surgir
*
Amar intensamente a própria da vida
Amar, enquanto mãe, e enquanto avó
Recusar tristezas, viver sem a dúvida
*
Aceitar a vida... como 'ela' me aceitou
Viver sem medo de envelhecer, não só
Só assim faz sentido, aceitar como sou
****
Cidália Ferreira.
*****************************
"Atrás de um rosto sorridente poderá residir a tristeza. Da vida, só colhemos o que semeamos. E por vezes, semeamos e não colhemos. Só tempo o dirá..."
Vou andar meia afastada derivado às férias do marido. eu estou sempre de férias Vamos andar por aí. São só duas semanas. Sempre que possa cá estou eu. Não se vão embora, Ok? Boas férias para quem for também...
Imagem relacionada

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

A criança que não sonhava ser escritora. [Poetizando e Encantando]

Já fui criança com sonhos de inocência
Onde não existia maldade na natureza
Onde o cheiro das árvores era essência
Que me nutria o olhar com tal firmeza
*
Já fui a criança que corria pelos pinhais
Brincava tranquila, sem medos de nada
Colhia as flores silvestres e muito mais
Recebia o aroma das árvores. Abraçada
*
Hoje, numa viagem ao passado, recordo
A criança que não sonhava ser escritora
Cresci, e tantas coisas vivi... mas acordo
A árvore cresceu e sou dos sonhos, autora
****
Cidália Ferreira.

De forma bastante simples apresento a minha participação, do Poetizando e Encantando. Edição- (91)-Obrigada pelo convite, Amiga, Profª e Poetisa, Loudes Duarte. Espero o aval de todos os que me lêem.