quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Ecos do amanhecer...

"Imagem minha"
Pela aurora quando o sol tenta espreitar
As nuvens se dispersam no azul celeste
Do céu que ilumina a beleza campestre
Quando a brisa é frescura no meu olhar
*
Aves adormecidas no merecido refúgio
Esperando que sol brote, ao amanhecer
Desinquietadas, na aragem do renascer
Não esvoaçam, em dia triste, e sombrio
*
Ao amanhecer ouço os ecos da solidão
Das árvores nuas...no rol do esquecido
As folhas caídas num chão humedecido
Espero o sol nascer em minha direcção
****
Cidália Ferreira.

35 comentários:

  1. Lindíssima poesia e o teu amanhecer inspirador! Adorei! beijos, lindo dia,chica

    ResponderEliminar
  2. Bom dia- Porque precisa a Cidália de Sol, se a Cidália, como mulher e poetisa, é o próprio Sol?
    .
    * Sou folha escrita em poesia apagada *
    .
    Abraço de amizade.

    ResponderEliminar
  3. Um amanhecer bastante inspirador minha amiga, gostei.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  4. Bom dia amiga! Que linda poesia, és uma grande poetisa. Parabéns, bjus

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde amiga Cidália!
    Fico encantada com tanta inspiração.
    Parabéns por mais uma linda obra poética.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  6. Olá:- Fiquei fascinada ao ler tão bonita forma de lidar com as palavras. Lindo poema.

    Um dia feliz

    ResponderEliminar
  7. Olá, Boa tarde, como sempre a poeta partilha lindos poemas com sentimento.
    Tenho andado mais ausente por motivos pessoais, peço desculpa.
    AG

    ResponderEliminar
  8. Linda foto e bela poesia.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Além de nos dar bela poesia, hoje brinda-nos com uma linda foto
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Um poema lindo como um nascer do sol num dia de Primavera! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  11. Oi Cidália!
    Poesia linda.
    Um nascer do sol encantador.
    Abrçs

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália
    Uma brilhante poesia
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. Que cada amanhecer traga luz e esperança a todos os corações.
    Belíssimo poema e linda foto.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  14. Este, belo, poema que acabei de ler,
    por Cidália Ferreira bem escrito
    depois do sol se pôr, antes de nascer
    coisas boas irão acontecer acredito.

    Tenha uma boa noite cara amiga poetisa Cidália,
    Bjs.

    ResponderEliminar
  15. Assim se chega a meio da semana com um belissimo poema

    ResponderEliminar
  16. Tenho a sorte de viver no meio de Macau num local onde de manhã só e ouvem os passarinhos.
    Um privilégio.
    Beijos

    ResponderEliminar
  17. Um belo eco poético que gostei muito de ler!!! Bj

    ResponderEliminar
  18. E quem não precisa de sol...?
    Belo poema, gostei muito.
    Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  19. Ecos do amanhecer que lindo, todos nós esperamos que o sol nasça em nossa direção, uma poesia maravilhosa Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  20. Muito bonito. Devemos esperar sempre que o sol nos nasça.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  21. Olá Cidália querida


    Lindo poema.

    Beijos
    Ani

    ResponderEliminar
  22. Mais um belo poema de uma grande poetiza
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Esposas implicativas...

    ResponderEliminar
  23. Belíssima imagem Cidália, que bem lhe inspirou neste maravilhoso poema que define a sensibilidade da poetisa diante os fenômenos desta generosa natureza. Bonito e elegante na perfeição de construção. Fico nos aplausos amiga.
    Beijo e bom fim de semana com paz e alegria.

    ResponderEliminar
  24. Mais um belo poema seu, amiga Cidália! Gostei muito.
    Parabéns e um ótimo final de semana.
    Beijo
    Pedro

    ResponderEliminar
  25. Gostei muito do poema:))

    Hoje : Lágrima em rio de cumplicidade
    Bjos
    Votos de uma óptima Sexta - Feira.

    ResponderEliminar
  26. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  27. Bom dia, Cidália.
    Revisitar-te é sempre a certeza de encontrar pérolas poéticas como esta. Voejei nas entrelinhas, visualizando o belo amanhecer. Receba meus aplausos com carinho e votos de ótima semana.

    ResponderEliminar
  28. Belíssimo!!

    Cidália, um sentir poético luminoso,
    com certeza o Sol nasceu na sua alma
    e deste nascimento, o poema se fez num
    "ecos do amanhecer"!...

    Beijos

    ResponderEliminar
  29. Verdadeiramente belo, Cidália.
    Abraço afetuoso.
    ~~~

    ResponderEliminar
  30. Um belo amanhecer poético... em tons outonais!...
    Com a sensibilidade, despontando em cada palavra...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  31. Cidália!
    Ecos que reverberam no coração e trazem rimas acalentadoras, lindo!
    “Fé e esperança são as luzes que devem nos iluminar nesta época de reflexão. Boas festas!”
    cheirinhos
    Rudy
    https://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/12/divulgacao-cultural-200-64-poetizando-e.html

    ResponderEliminar
  32. Poderoso poema e como sempre mostra a tua grande capacidade de soltar a alma!
    Adorei!!! É sempre intenso entrar no teu mundo da poesia

    Abraço e restod e dia feliz

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário são o elixir do meu coração...Muito obrigada...