terça-feira, 11 de setembro de 2018

O Vazio da saudade...

Tenho saudades dos dias outonais
Das conversas secretas com a natureza
Das folhas caídas, envelhecidas
Das cores sortidas exalando beleza
Dos rios no meio termo, que encantam
Das águas que correm, sem destino
E se perdem nas margens do entretanto
Levando folhagens e muito mais,
Saudades, apenas a minha miragem
Enquanto a mente se envolve na aragem
*
Saudades daquele banco, agora vazio
Das conversas, em meras caminhadas
Sem horas marcadas,
Tenho saudades da minha solidão
Preciso de me encontrar, no meu eu
No meu mundo mais secreto da magia,
Preciso tanto de aliviar meu coração
Abri-lo-ei apenas em segredo
Para quem me alivia esta saudade
Na cumplicidade duma boa companhia.
***
Cidália Ferreira.

33 comentários:

  1. Aliviar o coração e deixar a saudade falar! Linda poesia! Ótima semana! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Lindo, a saudade muitas vezes dói, mas é bom, sentir saudade nos faz perceber que vale tudo no viver!
    Amei ler querida poetisa Cidália!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  3. Puxa! Que texto tudo de bom. Muitas vezes nos vemeos na escrita do outro. Me vi aqui. Amei.

    Abraço!

    ResponderEliminar
  4. Um poema perfumado pela natureza, matizado de saudade. Adorei :))

    Do nosso amigo, Gil António:- Geladas lágrimas de silêncio.

    Bjos
    Votos de um óptima Segunda - Feira

    ResponderEliminar
  5. A saudade tem algo de diferente. É uma dor diferente. Sentimos saudades de tudo o que passou e foi importante na nossa vida. AbraçO

    ResponderEliminar
  6. Um poema doce e repleto de saudades!
    Maravilhoso amiga Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  7. Olá, poema com aroma de Outono, estação do ano que trás saudades varias, o poema é maravilhoso. ~
    Feliz semana,
    AG

    ResponderEliminar
  8. Comigo o Outono sempre cria uma confusão de sentimentos contraditórios. Adoro o Outono pelos tons que a natureza nos proporciona. Para a minha paixão fotográfica não há estação igual, nem sequer a Primavera. Por outro lado, é raro o ano que não adoeço com alguma gravidade no Outono. Das 8 cirurgias que já fiz, sete foram feitas em Novembro.
    Mas o poema é muito bonito.
    Um abraço e boa semana

    ResponderEliminar
  9. Saudade aquele sentimento tão português! Um lindo poema. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  10. Se o vazio da saudade,
    está vazio sem ninguém
    andará com a felicidade
    na companhia de alguém?

    Ler o seu poema me agradou,
    no verde esperança da natureza
    sei que só no mundo não estou
    rodeado de toda essa beleza!

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Cidália Ferreira.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  11. Conversas que fazem todo o sentido... mesmo que, às vezes, seja a saudade a dominar essa conversa...
    Lindo..
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  12. saudade é uma palavra que hoje em dia se fala mt seja de amigos familia ou mesmo o nosso paìs mais um bonito poema bjs

    ResponderEliminar
  13. A saudade causa nostalgia e a poetisa sabe como a transmitir!!! Bj

    ResponderEliminar
  14. Saudades é bom, sinal que vivemos e amamos cada momento

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  15. Com magistral poeticidade, uma exuberante exteriorização de sentimentos profundamente nostálgicos. Aplausos, Cidália, e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  16. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: www.tudosobreobadoo.com

    ResponderEliminar
  17. Um sentimento tão português que chegamos a sentir saudade do futuro.
    Beijos

    ResponderEliminar
  18. A saudade...um sentimento difícil de gerir..


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  19. Um beijo e boa semana, preferencialmente sem melancolias...
    :))

    ResponderEliminar
  20. Letras llenas de bella nostalgia,
    Un abrazo.

    ResponderEliminar
  21. Há bancos no outono que ganham outro romantismo...
    Maravilhoso Cidália.
    Bjs

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  22. A nostalgia do Outono num sublime poema.
    Não tarda chegam as minhas estações preferida; Outono e Inverno.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  23. A saudade é uma palavra intensa,um sentimento difícil de gerir. O poema é lindo.
    Bjs

    ResponderEliminar
  24. Sempre um poema sentimental.
    Saudade, palavra que nos remete a lembranças boas ,
    Boas inspirações Cidália
    com abraços

    ResponderEliminar
  25. Lindo poema querida Cidália!

    Me fez sentir saudades também de compartilhar o meu com aqueles que sempre me fizeram feliz. Saudade não é dor, é ser feliz novamente.

    Amei de coração.

    Beijos
    Desejo a ti e a todos de seu convívio uma semana iluminada, com muito amor, paz e harmonia.

    ResponderEliminar
  26. Cidália!
    Tanta saudade, que delícia!
    AAqui estamos quase na primavera, época de cheiros e flores.
    Semaninha de amor e paz!
    “O mais feliz dos felizes é aquele que faz os outros felizes.” (Alexandre Dumas)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2018/09/divulgacao-cultural-124-52-edicao-do.html

    ResponderEliminar
  27. Linda conversa sobre a saudade, Cidália!
    Aplausos pra você.
    Beijos

    ResponderEliminar
  28. Cidália Ferreira, belo poema, como sempre são os seus. Aqui será como dizer: vai-te embora saudade, deixando para sempre o teu perfume!...
    Beijos

    ResponderEliminar
  29. Eu prefiro sempre o Verão...
    Não gosto de cultivar nostalgia...
    Bonito poema.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  30. A saudade acorrenta sempre a alma e o coração.
    Nostálgico e belo poema
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  31. Sensacional poema!!!!
    A saudade tanta vez poetizada, foi novamente a musa deste poderoso e emotivo poema.
    Adorei! Continua assim....escrevendo e encantando.

    Beijinhos

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘