quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Sopra o vento em deserto de areias movediças

Imagem relacionada
Sopra o vento em deserto de areias movediças
Brilha o sol, a alvura  nos areais abandonados
Passam nuvens  dançantes, em marés mortiças
Onde outras tempestades afastam enamorados
.
Sendo a única  planta que sobrevive ao agreste
Raios de sol protegem dum destino aventurado
Que um deserto carrega num momento nordeste
Ficando por vezes o mais belo deserto marcado
.
Voam areias em sentido desnorte e em desatino
Sopra um vento procurado pouso, tão repentino
Onde amontoam areias por pequenos caminhos
.
Toda a beleza  peculiar merece a contemplação
O céu azul celeste é reflexo de qualquer emoção
Quando o vento é a fúria de grandes remoinhos.
****
Cidália Ferreira 

41 comentários:

  1. Deu pra imaginar perfeitamente a cena...Linda poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  2. Bom dia. Adorei o seu poema. Parabéns.

    Hoje o título:-[ Janela aberta, esperança que chega...]

    Bjos
    Feliz Quinta-Feira

    ResponderEliminar
  3. Olá, querida amiga Cidália!
    O penúltimo verso me fascinou... Lindo demais!
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem
    https://espiritual-marazul.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Cidália, consegui visualizar tudo!
    Beijinho
    Joana

    ResponderEliminar
  5. Suas palavras nos levam a essas cenas como se estivéssemos lá.
    Adorei Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  6. A beleza está em qualquer lugar... Mesmo num deserto que parece infindável...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  7. Cidália maravilhosa poesia, mesmo no deserto o sol não deixa de brilhar, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  8. Em areias movediças é mau mas adoro o sopro do vento!
    Gostei de ler ... bj

    ResponderEliminar
  9. De que serviriam as coisas belas se não fossem contempladas...?
    Tal como o teu poema, que é magnífico.
    Bom resto de semana, amiga Cidália.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  10. Great post!!
    New follower!!

    http://asweetwoorld.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Voam areias em desatino,
    no deserto sem vegetação
    dentro do peito sentindo
    as batidas do seu coração!

    Escreveu esse belo poema,
    longe das areias do deserto
    foi lá que encontrou o tema
    dentro dum buraco a céu aberto?

    Tenha uma boa tarde cara amiga poetisa Cidália Ferreira, um beijo,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  12. Que lindo poema, é um grande talento, sem dúvida =)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  13. Cara poetisa amiga Cidália, tu és mestra nos versos apaixonados e nos versos relativos à natureza e este está perfeito. A este dou nota mil. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  14. Onde estará, ou não estará a beleza?
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  15. Um excelente soneto, uma loa à mãe natureza.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  16. Um poema que nos consegue transportar para o deserto! Lindo. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  17. amiga nao sei onde vais buscar essa força mas cada poema teu é sempre tao bonito que nos faz sonhar e viagare adorei mt bonito mesmo parabens bjs

    ResponderEliminar
  18. excelente
    bjs
    kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Que bonito sopro este cheio de poesia
    http://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  20. Não sei se adequas a imagem ao poema ou ao contrário.
    Mas, de qualquer forma, fica sempre perfeito.

    Beijinhos, A Vida De Diana.

    ResponderEliminar
  21. Mais uma belíssima inspiração, Cidália... que consegui imaginar tão bem... até porque hoje foi um dia particularmente ventoso, por estas paragens...
    Beijinho! Continuação de uma boa semana, Cidália!
    Ana

    ResponderEliminar
  22. Minha doce e querida amiga.... minha poeta, doce, sensível e cheia de pensamentos românticos.
    Te adoro minha querida amiga....
    Um abraço desde o Brasil.....

    ResponderEliminar
  23. Bom dia

    Poema esplendoroso. Não existem palavras de elogio suficientes para enaltecer tanta beleza poética
    .
    Beijo

    ResponderEliminar
  24. Mais um agradável poema. O mundo precisa de coisas belas assim :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  25. Lindíssimo poema amiga! A tua peculiar poesia também merece ser lida e sentida!
    Adorei como sempre e apesar de um pouco ausente não me esqueço de ti!
    Um abraço forte!

    ResponderEliminar
  26. Oi amiga!
    Poemas são para o coração,e você escreve muito bem.
    Obrigada pelo carinho,e pela visita.
    Bjus e tudo de bom.

    ResponderEliminar
  27. Como sempre uma maravilhosa escrita com um poema belíssimo que nos faz refletir e admirar.
    Tenha um bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  28. Fiz uma viagem aqui pela tua poesia, deu pra sentir a ventania.

    ResponderEliminar
  29. Existem poetas e poetisas que são como as estrelas: Sempre brilhantes. E tu, Cidália Ferreira, és uma verdadeira estrela poética
    .
    Bom dia, feliz fim de semana.
    .

    ResponderEliminar
  30. A passar pro cá para desejar bom fim de semana!




    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  31. Ei Cidália, bom dia!
    Que bela poesia descritiva.
    Gosto de viajar mentalmente
    enquanto absorvo palavra
    por palavra.
    Feliz sábado e domingo.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar