sexta-feira, 23 de junho de 2017

Quero voltar a sorrir, sem lembranças,

Resultado de imagem para imagens de pensamento
Eu quero esquecer momentos cruéis
Fazer de conta que um dia sonhei,
Quero voltar a ver o azul do céu
Que se esconde por de trás das nuvens de fumo
Que fustigou o sonho de muitas vidas,
Quero ultrapassar este triste pesadelo 
Quero sentir neste meu respirar
Que já não existem vidas desprovidas 
.
Quero voltar a sorrir, sem lembranças,
Quero sentir que ninguém mais sofre
Quero deixar esta aflição, que me consome
E abrir meus braços, abraçar o mundo,
Esperar que as nuvens sejam passageiras
Que se instale a paz em redor de um povo,
Quero neste meu sentir tão profundo
Voltar a sorrir, sem lembranças alheias.
***
Cidália Ferreira

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Não é poesia, é apenas o meu coração "revoltado", e triste.

A  vida é tão curta e tão injusta, não adianta cinismos nem guerras uns com os outros. Não adianta, porque a Natureza encarrega-se de ceifar vidas injustamente num abrir e fechar de olhos. Ceifa o rico e o pobre, o invejoso e o inocente. Ceifa tudo o que encontra. Portugal está de luto. Os Portugueses estão em choque. Eu estou em choque. O Fogo continua a não dar tréguas. Continuam a evacuar aldeias para prevenção e muito bem, ainda que, muitos não queiram sair. O Calor é muito. Acredito que faltem as forças a quem luta para evitar que hajam mais mortes.  [ Clique ]

Este blogue não se faz apenas de poesia. Não consigo ficar indiferente a esta tragédia que virou catástrofe. Ninguém consegue. Não tenho mais palavras, porque a emoção toma conta de mim. Veja os [ linkes. ] ... Vou dar o meu contributo. Se todos contribuir-mos com pouco que seja, podemos sempre fazer a diferença. São muitas e muitas aldeias à espera de ajuda. Também sabemos que o povo Português é solidário.  
Não é poesia,  é apenas o meu coração "revoltado", e triste. O Verão começou hoje e já estou cansada 'dele'.

Cidália Ferreira- Vejam os linkes. Obrigada.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Sofreram horrores apenas em segundos

Foto de Paulo Ferreira.
Como  pode  alguém  assim sobreviver
Quando é forçado a não fazer escolhas
Fogem...desorientados para não sofrer
Mas ficam isolados de fogo e fagulhas
.
Sofreram horrores apenas em segundos
Nem tiveram tempo de pedir o socorro
Sei que a aflição deixa-nos moribundos
Mas capaz de soletrar a palavra, morro
.
Inexplicável é a perda, qual sofrimento
É a aflição, de se sentir o corpo a arder
É o querer fugir e não sair do tormento
É morrer lentamente e não se defender
.
São as vidas que se perdem sem retorno
São as famílias com marcas para a vida
É a tristeza de um povo...em transtorno
O terror e amargura, e gente desprovida
.
( Ps: O Fogo ainda lavra)
Foto de Antonio Pinto.
Existem várias linhas de apoio para ajudar.. Se todos contribuirmos, com pouco que seja, pode fazer a diferença. O meu abraço solidário.
.
Cidália Ferreira.

domingo, 18 de junho de 2017

"Bom Domingo" Muita força para as familias enlutadas.

Resultado de imagem para mensagens de reflexão bom domingo
Desejo-vos um excelente Domingo junto de quem mais amam.

A minha solidariedade pelas vitimas no Fogo de Pedrogão Grande. (62) mortos, em actualização). Uma dor muito grande. Muita força para as Famílias enlutadas...Muita força para quem luta contra as chamas. Não há palavras que possam atenuar esta dor... A Maior tragédia de sempre em Portugal :(

Foto de Nuno Filipe.


Paz às suas almas.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Neste caminho longo sinto-me retraída.

Resultado de imagem para imagens tristes
Perco-me em pensamentos insistentes
Por caminhos árduos sem destino nem saída,
Acompanham-me fortes ventos, agrestes
Nuvens escuras, carregadas. Duvidosas,
O meu coração não disfarça a carência
Nem o cansaço da tua ausência,
Neste caminho longo sinto-me retraída.
.
O sol afasta-se, talvez se esconda de mim
Tento segui-lo, não o consigo alcançar,
Difícil é, livrar-me desta agonia sem fim
Que faz o meu caminho espinhoso e longo,
Perco-me em pensamentos sem fundamento
Onde a queda pode ser o ensinamento
Mas caminharei, até te conseguir encontrar.
***
Cidália Ferreira.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Sinto-me a envelhecer...

Sinto-me a envelhecer como folhas que secam
Como as aves, que se cansaram, foram embora 
Com a promessa de um dia voltarem. Celebram
Todas as vidas que  já foram vividas, sem hora 
.
A vida é como a musica  que gostamos ouvir 
Uns dias pode ser dança, outros, ser  tristeza
Mas nunca, da vida, podemos porém, desistir 
Porque as tristezas, completam-se, de justeza
.
Quando for velhinha, e já não souber escrever
Talvez a minha alma tenha decorado a música 
Para envelhecer com sabedoria e até me prover
De momentos, onde por vezes, sou enigmática.
****
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Juntos passeávamos naquele mar deserto

Imagem relacionada
Juntos passeávamos naquele mar deserto
Pelo areal, deixávamos brincadeiras,
Nas ondas desfeitas, os na beijos boca
Que desejávamos em cada momento 
E nos levavam a perder as estribeiras,
Em cada momento o teu toque sensual
Provocavam-me arrepios de calor incerto 
E nos levava aos nossos momentos de amor
.
As ondas acalmavam ao sentir nosso olhar,
O sol na despedida beijava o mar
Tu, olhavas-me, com a tanta ternura 
Tocavas meu corpo que te mostrava desejo,
E neste lugar de serenas paixões
Jurávamos amor, eterna loucura,
Esperávamos serenamente o anoitecer
E obedecíamos, aos desejos dos nossos corações.
***
Cidália Ferreira.

domingo, 11 de junho de 2017

O Aniversário da nossa Princesa.

Hoje, 11/ 06, não podia deixar de partilhar convosco o aniversário da minha neta, Maria Clara, que, apesar de longe, está sempre no nosso coração. O ano passado pudemos estar presentes com uma surpresa que fizemos à Suiça, este ano não pode ser. O que é importante mesmo é que temos o privilégio de falar com ela quando queremos e até "brincar"... 
Hoje o dia dela... vai estar rodeada de "gente/crianças", que a fazem feliz...Incluindo familiares que a amam. Nós também te amamos... FELIZ ANIVERSÁRIO, PRINCESA 
O Bolo é o dela, confeccionado pela Tia e o Padrinho .
.

Eu:Avó Babada

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Passam sonhos em noite tão comprida

Resultado de imagem para imagens lua sedutora
Sentia o  meu corpo entregar-se ao luar
Ao cair da noite quando te foste embora
Sentia que  meu coração te queria amar
No silêncio da noite...o amanhã demora
.
Só o brilho do luar trazia a recordação
Enquanto as  estrelas lá fora, dormiam 
Meu corpo sentia desejo da tua atenção
Desejos... que os sentimentos dominam
.
Passam sonhos...em noite tão comprida
Onde ficam os beijos  que recusaste dar
E na lembrança o perfume  do teu olhar
.
Neste silêncio, a lua deixa-me comovida
Os momentos sãos eu não quero esquecer
Ficando apenas lembranças do anoitecer.
****
Cidália Ferreira 

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Deambulo por pensamentos imperfeitos

Imagem relacionada
Deambulo por pensamentos imperfeitos
Contemplando a beleza das nuvens que passam
Chegam, tapam o sol e vão embora 
Porque o destino é sempre o mensageiro 
De quem deambula por caminhos proibidos,
A frescura da aragem me faz reflectir
Nos momentos em sou a tempestade
Deixando meu coração em alvoroço,
Imaginar, olhar-te, acarinhar-te por inteiro,
São estes pensamentos que me fazem persistir 
.
Deambulo nas nuvens, tento alcançar o sol
Onde meu olhar é de intensa saudade
Pensamentos imperfeitos em raios escondidos 
Que espreitam, sorriem e vão embora,
Paro, pergunto-me, o porquê desta ansiedade
Que me deixa perdida em sombria natureza,
Onde nasce o sol a turbulência é passageira
Onde me abrigo no silêncio da reflexão,
Mas neste meu deambular és com certeza
Grande parte, que me dá voz ao coração.
***
Cidália Ferreira

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Dei por falta do teu amor, talvez a companhia

Resultado de imagem para imagens de reflexão
Dei por falta de ti, do teu  calor e do carinho
Das tuas palavras, do conforto que me davas
Teu aconchego, segurança  no meu caminho 
Mas compreendo o silêncio das tuas palavras
.
Escutas a minha voz, perdes-te na esperança
Segues uma linha  de quem quer viver a vida
No silêncio do nada libertas-te dessa criança
Que mora dentro de ti, reflexo de vida vivida
.
Encontro-te em reflexão dum tempo passado
Onde tantas coisas me confiaste, amargurado
E continuas o silêncio esperando tudo passar
.
Dei por falta do teu amor, talvez a companhia
Era nas tuas palavras doces, onde me recolhia
Mas foste embora... sem poder-mos conversar.
****
Cidália Ferreira.

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Ouço a voz desejosa do teu sussurro

Ouço a voz desejosa do teu sussurro
Macia, doce, tal como a imagino
Pelos caminhos orientados pelo vento,
E os segredos que guiam teu destino,
Ouço, o sussurrar do tempo
Entre conversas que nele vagueiam,
Procurando recantos libertadores
Como os desejos secretos que nos inspiram,
.
Sinto o perfume da tua pele, eriçada
E o suor que escorre, qual essência
É sentimento que exalas livremente
Ao meu ouvido que te escuta em silêncio
Em que o sussurro alerta os meus sentidos
Onde vagueamos por caminhos perdidos,
Entre a voz sensual que libertamos
Aos sussurros do desejo, nos entregamos.
***
Cidália Ferreira

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Comemora-se o dia Mundial da Criança.

Dia da criança é todos os dias. 
Foto de Cidália Ferreira.
Os meus filhos ... A minha razão de viver.
Foto de Cidália Ferreira.
Bruna com o seu maninho ao colo.
Maria Clara em grande estilo.
Guilherme ...
"Bruna, Maria e Gui...O meus 3 tesouros."
Celebramos este dia como sendo o especial, porém todos os dias são especais. Elas crescem nem damos conta. Falo por mim, embora muito "distanciada" das minhas crianças (netas/os), elas, são a minha razão de viver. Não há nada mais sagrado nesta vida, que as minhas crianças, incluindo filhos.. Estão longe, mas sempre no meu coração. As saudades são muitas.
"A nossa Salomé Beatriz. Feliz. "
Não há nada mais lindo que o sorriso de uma criança feliz, mesmo não sendo no meu sangue, mas, que tudo faço para que, cresça em segurança, com saúde e com as condições necessárias. 
.
E pronto, não tenho mais nada, apenas muitas saudades das minhas crianças.

Desejo a todas as crianças, um mundo melhor e mais seguro. Que nada lhes falte, e que ninguém lhe roube a alegria nem o sorriso do rosto. Neste dia, nunca é demais lembrar daquelas mais carenciadas. Das que gostariam de ter uma verdadeira família e não têm...E mais não digo.

Cidália Ferreira 

terça-feira, 30 de maio de 2017

Não esperes...

Resultado de imagem para imagens de reflexão
Não esperes que o meu coração te abandone 
No meio do nada, quando tu és sempre tanto 
Sempre, e quando o momento se proporcione 
Dar-te-ei tudo de mim e serás o meu encanto 
.
Não esperes que eu te esqueça, és o meu pilar
O sentimento onde me abrigo das tempestades
Mesmo em dias tristes onde espero o teu olhar
Não há nada que nos separe das cumplicidades
.
Quero seguir-te no caminho por onde te perdes
Quero estar junto ao teu peito quando precisas
Porque no meio do nada apenas tu improvisas
.
Jamais esquecerei quem no meu coração mora
Sabes onde me esperar, por favor, sem demora
Porque espero momentos bons...e tão rebeldes.
****
Cidália Ferreira.

domingo, 28 de maio de 2017

Enquanto meus olhos olhavam o infinito

Resultado de imagem para imagens de reflexão
Enquanto meus olhos procuram o infinito
As ondas desfazem-se suavemente  
Entre pedras e areias já cansadas 
Que se fazem sentir pelas madrugadas,
A noite cai e apenas o silêncio 
Onde vagueiam vontades e desejos
Retidos na brancura das águas calmas,
Qual tristeza que chega e vai embora
.
Este meu olhar atrevido, tão faminto
Manifesta profundidade, sentimento
Quando vagueiam por recantos do teu mundo
Em noite amena, o desejo é tão profundo
De voltar entrelaçar-me em teus braços,
E neste mar onde faço juramento 
Imaginar-te aqui seria o meu querer,
E um abraço teu, o meu desejo. Não minto
***
Cidália Ferreira 

sábado, 27 de maio de 2017

Venham ao aniversário do meu blogue.

Resultado de imagem para bolo aniversario 4 anos de blog
A 27 de Maio de 2013, nascia o meu filho mais novo. Este blogue. Longe de imaginar até onde poderia ir. Quatro anos, (4), é ainda pequeno, mas, para mim já é  adulto, pois é aqui que me refugio grande parte do tempo. É aqui que escrevo com emoção, com um sorriso no rosto, ou com lágrimas nos olhos...É a partir daqui que me delicio com os vossos blogues. 
.
Sem o vosso carinho e apoio nada disto seria possível. Todos vocês são responsáveis pela minha existência e pelo meu esforço e dedicação. Espero poder continuar, contando convosco. 
.
A vida tem momentos bons e menos bons, daí, muitas das vezes, dar voz ao coração. Tudo faz parte.
.
Muito obrigada a quem me lê,  e a quem me lê e comenta. 
.
Muito obrigada ao Ricardo e à Margarida que foram os responsáveis pela abertura deste blogue que, para mim é Sagrado. 
OBRIGADA A TODOS.
Resultado de imagem para gifs champanhe
Excelente Sábado para todos nós.

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Para quê ter ilusões...

Para quê sentir-me a flor mais bela se o momento é passageiro
Se esta alegria passou, voltou a tristeza ao meu pobre coração
Estas lágrimas que botam meus olhos, são em mim o nevoeiro
Que me roubou o sorriso, deixando-me em triste desorientação
.
Para quê, ter ilusões  nos dias felizes, se depressa volto a cair
Se tu és a luz dos meu olhos, e não poderei  perder-te, jamais
Se neste  momento, a minha  maior dor, é ter que te ver partir
Não mais esta flor abrirá com  alegria, porque sofreu demais 
.
Para quê viver neste mundo cruel se não tenho mais o valor
Se os meus dias  felizes são ceifados, deixando-me sem chão
Olho para o lado,  não estás, apenas o cheiro da murcha flor
Deixando-me em sofrência, se valerá a pena pedir-te perdão
****
Cidália Ferreira.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Neste meu desassossego inebriante

É em noite escura que te mostro a beleza
Do meu corpo em constante desassossego, 
É neste silêncio em que sinto o desejo
Dos recantos do teu corpo em labirinto,
És a força do meu constante pensamento
Imaginando, cada poro teu, sendo meu
Onde me perco nos momentos mais famintos
Neste meu silêncio de iluminado desejo
Pelos devaneios... a lembrança do teu beijo
.
É em noite escura que iluminas minha mente
Neste meu desassossego inebriante
Que incendeia com palavras simplesmente
Este meu imaginário vagabundo,
És a força deste meu tanto querer
Onde habitas, no pensamento mais profundo,
É o teu corpo um pedaço instigante
Que me leva à loucura, ardentemente
Pelos devaneios, e segredos do meu prazer.
***
Cidália Ferreira

segunda-feira, 22 de maio de 2017

O PROMETIDO É DEVIDO. Partilhando convosco.

O MEU SEGUNDO PASSEIO SÉNIOR ...DESTA  VEZ, A VIANA DO CASTELO
Foto de Cidália Ferreira.
O prometido é devido! Aqui estou eu a partilhar convosco momentos inesquecíveis do passado dia 20, (sábado). Passeio Sénior. Não porque tenha a idade que pretendem, mas por acompanhar o Marido que já passou os 55 anos. O nosso autocarro era o 27. 
Foto de Cidália Ferreira.
 À saída, imagem da nossa paroquia, capturada de dentro do autocarro.
Foto de Cidália Ferreira.
O pormenor dos chapéus que nos ofereceram, que deram um jeitão, derivado ao calor que estava . Albergaria-a-Velha, existe há 900 anos.
Foto de Cidália Ferreira.
 No inicio na viagem...
Foto de Cidália Ferreira.
Há chegada a Viana...
Foto de Cidália Ferreira.
Quando se avistam paisagens como esta, tudo pára! Fiquei apaixonada por Viana do Castelo...
Foto de Cidália Ferreira.
A Basílica de Santa Luzia. Fica no alto, tendo uma vista apaixonante para a marina e o Atlântico.
Foto de Cidália Ferreira.
Pousando para o fotógrafo :)
Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
As minhas tias queridas. É por elas que também gosto de ir.
Foto de Cidália Ferreira.
No jardim da praça da republica
Foto de Cidália Ferreira.
Sombras maravilhosas... Convidativas...
Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Olhares pelos horizontes...
Foto de Cidália Ferreira.
Ao fundo dos arcos, por trás de mim, fica a Catedral. Onde foi realizada uma missa reservada aos séniores de Albergaria e suas freguesias. Não fui assistir porque no meu grupinho (familiar), uma tia não podia caminhar muito e eu fiz companhia, ficando no parque.
Foto de Cidália Ferreira.
Estátua de Viana, no jardim do parque da Cidade
Foto de Cidália Ferreira.
Depois do almoço, uma caminha com o marido pela marina do Atlântico. Momentos de Alegria e diversão...este e outros.
Foto de Cidália Ferreira.
Por trás de mim, ao fundo, passa o comboio. Na ponte Eiffel.
Foto de Cidália Ferreira.
Foto de Cidália Ferreira.
Com o calor que se fazia sentir já apetecia "um mergulho" Lol
Foto de Cidália Ferreira.
Cá está o meu grupinho de familiares, lindos e divertidos, Faltam cá dois...
Foto de Cidália Ferreira.
Nada como refrescar a garganta 
Foto de Cidália Ferreira.
 Lindo... As gaivotas andavam à procura de alimento junto das pessoas, que almoçavam por ali...
Foto de Cidália Ferreira.
E como o que é bom acaba rápido, chegou a hora do regresso. De coração cheio de felicidade, apaixonada pela Cidade de Viana do Castelo e com a esperança de voltar, porque o lema é: Quem gosta vem. Quem ama fica.

Muito obrigada à Junta da nossa Freguesia pelo convite, pela oportunidade que me deram de conhecer (uma pequenina parte)  desta apaixonante Cidade. Tenho muitas mais fotos :)

Espero que gostem.
Cidália Ferreira