sábado, 5 de dezembro de 2015

No sossego, de livro aberto, para te recordar.

De livro aberto... porque  a vida me oferece
No sossego, o  meu  momento para reflectir
Refugio-me  no local que melhor me parece
Ouvindo  o som das folhas  coloridas  a cair

Cada folha que confiro, saltam as recordações
Não fosse o teu incentivo não haveria alegria
De desfolhar das paginas tão belas  reflexões 
Neste  banco tão sozinha, tudo  parece magia

Cada folha um passado, uma história vivida
Alegrias, tristezas que me deixam comovida
Neste livro feito vida onde prendo meu olhar

Marco a página que mais gosto, uma certeza
De uma folha amarela perfumada a natureza
No sossego, de livro aberto, para te recordar.
****
Cidália Ferreira 

28 comentários:

  1. Um hino à forma de bem escrever poesia. Maravilhoso
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Recordar é viver... apesar de não gostar da saudade, as recordações, essas sim, podem ser muito boas e alegrar a vida.
    Lindo poema, mais um, pois são todos lindos... contudo, alguns são especiais como este.
    Beijos e um lindo fim de semana para vc:)

    ResponderEliminar
  3. Lindo e bela poesia minha amiga e gosto particularmente c de como acaba,
    "No sossego, de livro aberto, para te recordar".
    Um abraço e um bom fim de semana ao som das folhas coloridas a cair.

    ResponderEliminar
  4. Muito nostálgico e bonito.

    Beijinhos de bom fim de semana, Ci

    ResponderEliminar
  5. Nostalgia e septicismo.
    Um estilo ou uma sensação que não larga?
    Beijo, Cidália.

    ResponderEliminar
  6. É bom recordar, Mais um poema lindo amiga.

    ResponderEliminar
  7. O livro da vida, feito de folhas das mais variadas cores. Umas mais coloridas, outras menos.
    Belo poema, Cidália.
    xx

    ResponderEliminar
  8. Que beleza de poema!! Parabéns!!

    Beijo-bom fim de semana--visite-->http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. O livro da vida num excelente e nostálgico poema.

    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Recordações dentro de um livro,guardado com muita ternura.
    Palavras doces complementam seus versos Cidália.
    Muito lindo.
    Bjs e um ótimo domingo.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Livro da vida...Quantas coisas escritas!Que bom recordar!
    Lindo!!
    Beijão,
    Mariangela

    ResponderEliminar
  12. Marco Aurélio - Brasil5 de dezembro de 2015 às 22:42

    Cidália... os livros nos ensinam, nos educam, nos transformam...
    Tuas poesias nos encantam a alma e o coração....
    Beijos do amigo e admirador.

    ResponderEliminar
  13. Fechar os olhos e recordar, como se a vida estivesse nas páginas de um livro...
    Beijos, Cidália!

    ResponderEliminar
  14. QUE MARAVILHA DE POEMA,QUERIDA AMIGA CIDÁLIA. LEMBRANÇAS E UM LIVRO.BUCÓLICO,MAGISTRAL!

    AMO SEU BLOG!

    BEIJOS SABOR CARINHO E UM DOMINGO DE PAZ PROFUNDA

    DONETZKA

    ResponderEliminar
  15. Bonito poema!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Lindo!!!!!!!!! Ótimo domingo!!!!!!!!!! Beijos

    ResponderEliminar
  17. Oi Cidália
    Uma poesia linda e diferente
    Você tem inspiração para publicar mais dois livros.
    Um beijo no coração
    Minicontista2

    ResponderEliminar
  18. Há livros que nos fazem recordar determinada pessoa.
    Gostei muito do seu soneto, que é excelente.
    Parabéns por esta pérola poética, minha querida amiga.
    Cidália, tenha um bom resto de domingo e uma boa semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  19. Belas recordação amei
    Novo Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=QTTJlojHXF8
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Cidália, gostei dessa folha especial, boa semana amiga, beijo

    ResponderEliminar
  21. Linda poesia. Passando para lhe desejar uma ótima semana que se inicia. Beijos

    ResponderEliminar
  22. Lindo poema. Folhas coloridas de amor num livro aberto como aberto e lindo é o coração da poetisa
    Gostei demais
    Bjo

    ResponderEliminar
  23. Esse livro especial merece atenta leitura. Em cada página, uma recordação viva, que se deseja manter. A imagem que seus versos nos traz é muito bela. Bjs.

    ResponderEliminar
  24. Um livro aberto para que a melancolia não perturbe o coração...
    Um beijo, amiga.

    ResponderEliminar
  25. A tua alma é um livro aberto onde as palavras se soltam e voam, espalhando emoções neste cantinho. Maravilhoso poema amiga, e imagem muito bonita. Um abraço e uma semana feliz

    ResponderEliminar
  26. A tua alma é um livro aberto onde as palavras se soltam e voam, espalhando emoções neste cantinho. Maravilhoso poema amiga, e imagem muito bonita. Um abraço e uma semana feliz

    ResponderEliminar
  27. É um livro dentro do livro.
    Momentos de calma e sossego
    sempre nos leva à recordações.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  28. Olá Cidália,
    Lindo poema como um livro aberto das emoções!
    Na escrita deixamos tantas vezes que esse livro se abra.
    Beijinhos e feliz Natal!
    Ailime

    ResponderEliminar