quinta-feira, 9 de abril de 2015

Não seria alegria, não seria!

Não seria de alegria... seria
Uma corrida no tempo
Num momento de solidão
Em que apenas corro e penso
E te levo no coração,
Sentia o bater das asas
De lindas gaivotas em coro
Quais cânticos de alegria
Tornado momento magia
Em corrida de emoção,
Não seria de alegria, não seria,
Apenas sei que corria
Ao longe alguém dizia
Deixa que o mar te apanhe
Mas corre, ao som dessa melodia
Bailam ondas e gaivotas
Sentimentos e outros nadas,
Baila meu corpo saudoso
Pela presença do teu
E de toda esta maresia...
***
Cidália Ferreira

24 comentários:

  1. Simplesmente maravilhosa.
    bjs amiga Cidália e obrigada pela visita.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Quando uma grande poetisa deixa viajar o pensamento por entre as luzes do imaginário, acontecem poemas lindos e perfeitos
    Beijo

    ResponderEliminar
  3. LOURDES PIEDADE PATACAS9 de abril de 2015 às 14:49

    Poema maravilhoso com a frescura do mar e alegria do canto das gaivotas, viva a natureza! Gostei muito, beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Oi Cidalia querida, creio que seria de alegria, de amor, de emoçao de vida que corre na veia ... e tudo mais que alegra o coraçao.
    Lindooo poema... amei..
    Bjks e otimo dia p vc Flor!

    ResponderEliminar
  5. O mar, esse eterno inspirador!
    Beijinho, Cidália.

    ResponderEliminar
  6. Com esta tão maravilhosa inspiração levaste-me junto ao mar, onde assisti ao bailado das gaivotas e ondas e senti a frescura daquela maresia que adoro. Parabéns por este brilhante poema! Está divino e esta imagem transmite-nos qualquer coisa de mágico...AMEI...um abraço e dia feliz

    ResponderEliminar
  7. Preciosas letras!!
    Ƹ̴Ӂ̴Ʒ! Feliz día! Ƹ̴Ӂ̴Ʒ


    Bajo la Lupa

    ResponderEliminar
  8. No esvoaçar da Gaivota
    Onde a emoção, nos toca
    E nos entrega em paixões
    Numa maré já vazia
    Perdida na fantasia
    Cintilam
    Os corações......

    Adorei esse poema tão molhado, nas ondas do mar.
    Feliz quinta feira, amiga e que nunca falte essa tão linda inspiração.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Olá Cidália
    Lindo poema. Bjs querida e um ótimo dia.

    ResponderEliminar
  10. Belo poema, e até acho que existiria ali alguma tentativa de alegria. É o sol e o mar!
    xx

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde, cada visita ao mar é uma nova inspiração, uma nova alegria, o sol e o mar dão uma nova lama, poema lindo bem criado.
    AG

    ResponderEliminar
  12. Cidália
    Muito triste essa poesia, me deu uma sensação de revolta.
    Pense: Há tantos que não tem nem onde morar.
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Poema fresco e maravilhoso! Gostei de ler.
    Beijuss

    ResponderEliminar
  14. Poema lindo amiga, lindo de viver.Bjuss

    ResponderEliminar
  15. Excelente poema de amor e saudade.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. Lindíssimo poema Cidália! Bela inspiração de um coração repleto de esperanças!
    Beijos amiga, tudo de bom!
    Mariângela

    ResponderEliminar
  17. Que lindo poetar amiga Cidália, adoro o mar, sempre que leio por aqui me lembro dele!
    Abraços bem apertados!

    ResponderEliminar
  18. Minha amiga, este seu lindo poema dava uma bela canção tal o ritmo inspirado que lhe deu.
    O mar e o amar são sempre tentadores.
    beijinho com carinho e amizade

    ResponderEliminar
  19. Olá Cidália!
    Adorei este belíssimo poema, super lindoooo..
    Bjs.

    ResponderEliminar
  20. Boa noite, Cidália, como sempre magnífico poema.
    Beijos

    ResponderEliminar