quarta-feira, 2 de outubro de 2013

História de Esperança- parte 3

Última parte.

Continuando a história da Esperança, que enfrentou uma dura batalha, que foi tomar uma atitude sem consentimento dos seus pais.
Um dia, e já farta de tudo, decidiu transmitir à patroa que se ia embora porque não aguentava mais as maluquices de seu marido.
Esta, mesmo sabendo do feitio do seu marido, não deu razão à empregada, ainda se virou contra ela… mas como não a podia obrigar, pagou-lhe e deixou-a ir embora.
Esperança pega nas suas malinhas e sai. Mas e depois? Como havia de ir para casa? Não era muito longe o percurso mas estava carregada e não podia ir a pé…
A Rapariga pensa em meter-se num táxi, o percurso eram 2/3 Km. Até com o Gajo to táxi a Moça ia tendo azar, não fosse ser perspicaz quando chegou perto de uma loja, inventa que seu pai estava ali à sua espera, realmente tinha gente parada, mas não era seu pai… apenas era para parar ali, porque a conversa do taxista estava a começar a ser desagradável, ou não fosse este amigo do já ex: patrão.
Esperança parou ali mesmo…saiu do táxi, respirou de alívio, por estar liberta das garras de um “animal” sem vergonha e sem respeito pela esposa e filha, que tinha menos um ano que Esperança.
Enfrentava então quase um quilometro com as malas de rastos…mas feliz.
Chegando a casa deixando seus pais de boca aberta, que mesmo contando apenas algumas coisas ainda pareciam duvidar, mas já nada havia a fazer… A decisão da Esperança estava tomada e em boa hora a tomou...!! que mais tarde ficaria a saber que esse bicho deixaria a esposa para se juntar com uma empregada que caiu nas suas garras...seguindo uma vida miserável…
Final feliz para a Esperança, que conseguiu libertar-se… mas ficando traumatizada, e não mais confiou em ninguém, pois ficaria a desconfiar até da própria sombra, durante anos.

Fim...
[Esperança, mesmo assim casou muito nova…Seu marido,era seu vizinho de bairro…Sim, aí ela foi, e continua a ser feliz].

Cidália Ferreira

25 comentários:

  1. Que bom que Esperança tomou a decisão certa, mesmo surpreendendo aos pais! Valeu! Lindo conto! beijos praianos,chica

    ResponderEliminar
  2. Como é bom existir a ...Esperança

    Felizmente que tudo acabou em bem...Parabéns pela coragem

    Deixo um abraço

    ResponderEliminar
  3. Que maravilha, torcia por ela rs...
    Final feliz \o/

    bjokinhas =)

    ResponderEliminar
  4. Oi Cidália,que bom que o final foi feliz.
    Linda história,
    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. O final foi feliz, pelos vistos, mas que raio de percurso !...
    Ao fim e ao cabo apesar dos azares todos que deixaram marca, houve uma inteligência enorme na forma de escapar desses bichos , "O meu pai está já ali..." ...:-) E ala que se faz tarde!
    xx

    ResponderEliminar
  6. Lindo, lindo, lindo!!!
    Um desfecho bom, depois de tantra batalha.
    Gostei e achonque deveria escrever mais assim, criar outras personagens e nos deixar curiosos quanto ao final de cada conto.
    Vai lá! vc consegue!
    bjs
    Ritinha
    Parabens! ficou ótimo!

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Cidalia sempre algo dentro de nós leva a gente para um caminho seguro.. jamais podemos deixar nossa energia e vibração baixar.. pq o lado contrario nos invade quem muita força tem tem que saber manter.. lindo dia bjs

    ResponderEliminar
  8. Linda história de facto. Sendo uma narrativa fictícia, relata extractos de muitas verdades, conforma podemos, ainda hoje, acompanhar de perto nos noticiários.
    Parabéns Amiga Cidália. Nem o melhor detective conseguiria pintar melhor este quadro.
    E porque tem "garra" para estas escritas com que nos vêm presenteando, deixo-lhe o repto, para passar a folhas de papel. Quem sabe não entra no estrelado dos bons autores ?????????!!!!!!!!!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Que ótimo final e feliz,Cidália.

    Vc é ótima em contos,amiga.
    A Esperança é sempre forte e nos faz superar tudo com coragem.

    Até o pavor dos homens passou,pois ela casou e é feliz.

    Nem todos são iguais,né? Muita gente ainda confiável nesse mundo de Deus.

    Aos "animais",canalhas,a cadeia!

    Beijinhos


    Dryka


    http://www.suasenossas.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  10. Esperança sai pela porta grande.

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Nossa! Seu texto é realmente muito bom! Amei teu blog, e voltarei!
    Já estou seguindo, se puder segue o meu ?
    Larissa,
    http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde Cidália!
    Lindo desfecho. Como sofreu Esperança e pensar que sempre tive de tudo sinto até vergonha ao ver uma criaturinha ser dominada assim pelo pai e ter que fazer o que exatamente ele queria, naturalmente não estava preocupado com a moral da filha e sim o salário que cairia todo mês nas suas mãos.
    Ainda bem que ela mostrou a sua coragem e enfrentou todos e hoje é feliz bem casada.
    Bravo querida! Você é ótima contista.
    Procure sempre nos presentear com suas inspirações...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  13. Adoreii \cih...
    Faz mais iria adorar ler...
    BEijos
    http://meninadivadamodaoficial.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Olá Cidália
    Só uma pessoa com formação moral ilibada como a Esperança teria coragem e força para conseguir escapar do assédio moral e físico de seu patrão. Um belo epílogo! Parabéns amiga!
    Beijos e meu carinho
    Gracita

    ResponderEliminar
  15. hum adorei o post, super interessante.
    seguindo seu blog, retribui querida?

    http://meus18anos2.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  16. Oi amiga, adorei, eu no lugar dela teria feito o mesmo. No final tudo terminou bem e ele encontrou seu amado. Bjusss

    ResponderEliminar
  17. Olá Cidália! Acabei por ler os três capítulos da história da Esperança. Menina de coragem, apesar do medo que tinha do pai não se deixou esmorecer e se desvencilhou da tirania do perverso. Bom saber que casou-se e é muito feliz. Bela história! Parabéns!
    Beijos carinhosos
    Marilene

    ResponderEliminar
  18. Que bom que ela teve um final feliz, estava torcendo para isso!
    Bjkinhas...

    http://artedepintarunhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

  19. Olá!!!, Deus te abençoe boa noite, amiga a cada dia eu estou amando essa historia, você como sempre arrasando com os nossos sentimentos S-U-C-E-S-S-O A-M-I-G-A.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  20. Oi Cidália
    Muito bom quando as histórias quer na ficção ou na vida real terminam bem ,a gente lê e sai também mais aliviada.É triste ver um sofrimento causado pela família que é o laço mais importante que temos.
    Gostei da sua forma simples e gostosa de escrever,
    parabéns Cidália
    deixo abraços

    ResponderEliminar
  21. Cidália, li a segunda parte e agora o final, ainda bem que ela conseguiu se livrar do patrão, embora tenha ficado marca disso tudo, isso acontece e muito, lamentável, mas ainda bem que ela conseguiu casar e ser feliz! Amo finais felizes!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  22. Olá Cidália!

    É o que disse, ha tantas esperanças por ai desprotegidas e algumas s deixam levar pela maledicência. Ainda bem que ela se libertou das garras de um homem sagaz e se mostrou corajosa fazendo jus ao belo nome.
    E que bom que se encontrou e finalmente está feliz. Merece depois de tudo que passou.
    Gostei muito do belo exemplo que da historia fica.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  23. Um final feliz para uma mulher corajosa. Existem poucos finais felizes destes, daí este ter um sabor especial.
    Fica bem AMIGA!
    maria

    ResponderEliminar
  24. Olá, bom dia.

    Hoje, é sábado. Na minha Sampa, estamos na Primavera. Tempo de frio e ventos, tudo juntos e misturados. Mas, certamente não falta o aquecimento humano em quaisquer lugar, onde encontra-se uma Alma, amiga e admirável.
    Por isso, desejo-te, um fim de semana bom. Com alegrias e contentamentos mil.
    Além do meu Sentimento de Amizade. Saúde e Paz. Estou te esperando, para falarmos do " tempo", lá na minha página.
    Um abraço, do tamanho dos seus sonhos.

    ResponderEliminar
  25. Ainda bem que o final da Esperança foi feliz! Belo post minha querida!
    Beijinhos em sua alma...

    ResponderEliminar