quarta-feira, 30 de outubro de 2013

"Venci-me"


Venci-me pelo cansaço
Pela saudade, e ansiedade
Pela falta que me fazes
Pela ausência …
Pelos dias chuvosos e tristes
Pela falta das palavras
Pela ajuda que me davas
Venci-me… mas...
Espero por ti no meu canto
Que tragas, um sorriso teu
“Promessas” … carinhos
Tudo isto são devaneios
De uma mente vazia...
Vou esperar constantemente
Tudo vai passando em vão
Vou para sempre gostar
Até podes dizer que não
Acalma a minha ansiedade
Não “mates”
O que existe de verdade
Dentro do meu coração
****
Cidália ferreira

26 comentários:

  1. oi Ci,

    O importante é nunca desanimar. O verdadeiro amor resiste a tudo.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  2. Lindo,cheio de sentimento e muita inspiração! beijos,chica e um dia lindo!

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. Olá, Guilherme Oliani
      Obrigado pela tua visita carinhosa
      Beijos

      Eliminar
  4. Desistir jamais!
    Enfrentar todos os obstáculos que possam aparecer.

    bjs amiga Cidália e uma ótima quarta-feira.
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo Carmen Lúcia

      Obrigada pelo carinho.. tento nunca desistir

      beijinhos

      Eliminar
  5. Ser ou dar-se como vencida, nunca!
    Força Amiga e faça dessa sua força, um radiante sorriso, de forma a cortar outros pesadelos.
    Obrigado e beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Armando Ribeiro

      Eu vou tentar.. Obrigado pela visita carinhosa.
      Bjs

      Eliminar
  6. Às vezes temos esse sentimento de derrota, a sensação de que somos vencidas pelo cansaço, pelas ausências, pela ansiedade do nosso próprio querer, pelos dias chuvosos e tristes, mas na verdade não passam de momentos nos quais esse sentimento de angústia dura pouco tempo, tem de durar pouco tempo! É como costumo dizer; por vezes dura apenas o tempo de um poema.
    Nada matará o que existe no nosso coração.
    O dia está chuvoso e triste? Que importa?...A seguir o sol regressará em todo o seu esplendor.
    Bonito poema, Cidália!
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo.. Dura o tempo de um poema... ainda bem que em compreendes..loool

      Boa noite querida Amiga
      Beijinho e obrigada pelo teu carinho

      Eliminar
  7. Muito lindo Cih....
    Entra no gmail no bate papo que te explico como coloca-se um cursor...
    Beijos

    ResponderEliminar
  8. E vai chegar este momento de reencontro,Cidália!

    Lindo.

    Criei o mosaico de parceiros novamente para divulgar os blogs.

    Como ficou pesado como gadget,fiz em post e já coloquei seu blog lá,amiga.

    Beijinhos

    Dryka



    Blog Suas Histórias Nossas Histórias

    ResponderEliminar
  9. O amor vencerá!

    Magnífico poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Esperar por dias melhores... eles virão se vc assim o desejar. Um poema triste, vamos ficar mais alegre? Bjusss

    ResponderEliminar
  11. “Promessas” , o problema é a porta entreaberta. Melhor é queima na própria chama e renascer, como deslumbrante Fênix ,das cinzas.

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fábio Murilo
      Obrigado pela tua vista carinhosa
      Beijo
      Volta sempre

      Eliminar
  12. Olá Cidália!
    Magnifico poema!
    Obrigada pela partlha.
    Beijos
    Nati

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘