24 de janeiro de 2023

Numa viagem ao passado ...

*******
 
Num sonho, numa viagem ao passado
Passado vivido numa alegria inocente
As recordações dum tempo apressado
E que vivido no sonho parecia recente
.
Quantos anos passaram pela memória
Quantos sonhos realizados e desfeitos
Quantas vidas planeadas, e sem glória
E tudo o que fica são sonhos suspeitos
.
Vivi numa noite, anos, de uma infância
Onde tudo estava, intacto, de sabedoria
E as gentes de outrora tinham tolerância
.
Deixou-me numa inconstante melancolia
A saudade inocente d'um tempo passado
Quantos anos, passaram, por esta poesia
*******
Cidália Ferreira

42 comentários:

  1. Por muchos años que pasen, esa añoranza siempre quedará en nosotros.
    Muy bonito poema.
    Un precioso día, besos.

    ResponderEliminar
  2. Excelente soneto.
    Gostei de ler e saborear as suas palavras.
    Boa semana, amiga Cidália.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  3. Sofrido mas bastante bom e felizmente não me lembro dos sonhos, mas sonho muito acordada e jamais ir ao negativismo do passado.
    Abraços e um bom dia

    ResponderEliminar
  4. Viajar até ao passado. E ficar com saudades da inocência da infância. Um belo soneto, minha Amiga Cidália.
    Uma boa semana com muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  5. Que lindo poema, as memorias de infância sempre dão belas inspirações e aqui se tem a prova, amei ler!
    Abraços apertados querida Cidália!

    ResponderEliminar
  6. Existem algumas viagens ao passado muito belas. Outras nem tanto. Esta viagem poética sim, é muito bela, deliciosa de ler. Deixo o meu elogio

    Beijinho poético

    ResponderEliminar
  7. Sonhos nos fazem viajar! Lindo! beijos, ótima semana! chica

    ResponderEliminar
  8. Bom dia, amiga Cidália!
    Há recordações do passado, que nos fazem felizes, recordando-as com nostalgia.
    Gostei muito.
    Votos de uma excelente semana!
    Beijinhos.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. O que vivemos num sonho mostra que o tempo é relativo. Anos de vida 'desperta' cabem num sonho de minutos. Belo poema.

    Beijo e boa semana

    ResponderEliminar
  10. Um tempo que passou, mas tão bom que inspirou um poema delicado e ao mesmo tempo forte. Parabéns querida Cidalia!
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  11. Hermoso soneto que disfrute leyendo Cidália.
    Un fuerte abrazo y feliz semana.

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde de paz, querida amiga Cidália!
    Quantos sonhos realizados e desfeitos...
    A vida é assim, mas novos sonhos temos e vamos vivendo melhor.
    Tenha uma nova semana abençoada!
    Beijinhos carinhososo de gratidão e estima

    ResponderEliminar
  13. Bom dia, Cidália
    Lindo poema, recordar o passado é viver, a infância reflete belas lições de vida, um forte abraço.

    ResponderEliminar
  14. 👏👏👏
    Dia Feliz e Boa semana, Cidália!✨🍀
    Beijos
    🌺🌹🌸

    ResponderEliminar
  15. A poesia do nosso passado deixa-nos nostalgia, mas sabemos que "águas passadas não movem moinhos"

    Beijos e boa semana!

    ResponderEliminar
  16. Há sonhos arquivados em nós que é bom lembrar.
    Boa semana.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  17. Este soneto ficou fabuloso, Cidália!!
    Uma viagem à infância sempre desperta nostalgia e ternura
    Abraços e boa semana

    ResponderEliminar
  18. Teresa Palmira Hoffbauer23 janeiro, 2023 18:09

    Embora raramente faça viagens ao passado, gostei do que li.
    Beijos e uma excelente semana 🍀

    ResponderEliminar
  19. Querida Cidáliamiga
    Um soneto que nos leva ao passado tem por força de ser belo – e este é o caso. Se recordar é viver, viver também é recordar, se bem que as recordações por vezes são difíceis de aceitar. Mas estas que nos ofereces são boas, são uteis para quem a leia, as interprete e as tente compreender.
    A beleza poética está nisso mesmo: dar a entender o que vai na alma de quem escreve dirigindo-se a quem o lê. Continuas a ser uma excelente autora; os meus parabéns!
    Beijos & queijos
    Henrique
    NB – Não tens visitado A NOSSA TRAVESSA. Porquê? Tratei-te mal?

    ResponderEliminar
  20. Boa noite,
    Um belíssimo soneto, dos seus melhores poemas, que muito apreciei.
    Parabéns pela inspiração!
    Beijinhos e boa semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  21. Que poema maravilhoso!

    Boa semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  22. Que bello poema de regreso de vuelta al pasado.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  23. Belo poema
    Gostei muito
    Beijinhos de boa noite e boa semana

    ResponderEliminar
  24. bom dia Ci
    um regresso âs memórias.
    um belo poema
    uma foto perfeita
    boa semana com saúde,
    :)

    ResponderEliminar
  25. Olá Cidália!
    Lindo poema nosso passado, é um verdadeiro bau de boas lembranças
    Tenha uma semana repleta de luz
    Abraços Loiva

    ResponderEliminar
  26. O relembrar o passado trás sempre uma certa melancolia ao nosso coração.
    Lindo soneto
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  27. Lembrar do passado e da infância, quem nunca?
    As lembranças são lindas!
    (*Ane/De Outro Mundo*)

    ResponderEliminar
  28. Ótimo artigo! Conteúdo rico em informações interessantes e úteis. Obrigado por compartilhar.

    download do apk atualizado

    ResponderEliminar
  29. É mesmo, Cidália, também somos formados por memórias. Gostei muito deste lindo soneto. Beijinho de parabéns e até breve!

    ResponderEliminar
  30. É sempre bom recordar tempos que nos fizeram felizes.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  31. Apenas em sonhos podemos voltar ao passado. Vezes bom, outras nem tanto.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  32. Ás vezes, são momentos loucos... outras, um verdadeiro pesadelo... Mas é sempre bom sonhar....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  33. Podemos sempre evocar o passado e, a partir daí, refletirmos sobre essas vivências e extrairmos as melhores conclusões.
    Abraço de amizade.
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  34. O passado só me interessa para não repetir erros.
    Bjs

    ResponderEliminar
  35. o passado não importa.
    só para corrigir erros nossos.
    e isso é no presente e agora.
    bonito poema.
    beij

    ResponderEliminar
  36. Que o passado nos ensine...

    Beijinho, Ci :)

    ResponderEliminar
  37. eu só tenho tido pesadelos. beijos, pedrita

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma... Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira - (Eu) 😘