terça-feira, 21 de abril de 2020

Ventos que me beijam o pensamento.

Chelìn Sanjuan, 1967 | Art, Female art, Beauty in art
****
Beijo a flor, como desejo um beijo teu
Como sinto as carícias no meu ouvido
Entre sussuros, anelos. Mas tu és meu
O dono, de um imaginário desprovido
*
Ventos suaves beijam meu pensamento
Que lateja, por saber-te, em minha vida
Um olhar fechado vagueia no momento
Quando sei que uma vida não se olvida
*
Queria ser, a tela pintada dum arco íris
Ser teu sol quando amanheces sozinho
Ser o aroma, que te coloca em ex-libris
*
Beijo a flor sobre dormência inebriante
Sinto, o silenciado beijo, com o carinho
Da tua fragrância, daquele dia aliciante
****
Cidália Ferreira

34 comentários:

  1. Olá Cidália,
    Os seus poemas de amor são tão, mas tão lindos! Parabéns, está magnífico!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Queria ser, a tela pintada dum arco íris
    Ser teu sol quando amanheces sozinho.

    Bom dia de saúde, querida amiga Cidalia!
    Beijar a flor como se fosse o amado do 💙.
    Que bonito!
    Por ora, beijos sao silenciados... entretanto, a poesia não se cala.
    Tenha um dia cheio de ânimo!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  3. Cidália,
    Lindos versos que retribuo com verso seu:
    "Beijo a flor e te devolvo com gratidão e alegria."
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  4. Lindo e doce poema,Cidália! bjs, chica

    ResponderEliminar
  5. Olá

    Belo poema ♥

    Estamos seguindo esse blog incrível já

    VOU ARRASAR BLOG

    ResponderEliminar
  6. O amor é lindo, sedutor
    Não existe no mundo igual
    Pois a palavra amor
    É doce amor ao natural
    .
    Por vezes lírica saudade
    De um beijo que se deu
    É o amor que na verdade
    esse beijo não esqueceu
    .
    Um beijo tão fugidio
    Com um sabor sem fim
    Parecia água do rio
    Perfumada de alecrim
    .
    Foi apenas um desejo
    dado por felicidade
    Se calhar esse beijo
    Seja apenas: saudade
    ........................
    A minha humilde homenagem a teu poema simplesmente arrebatador. Poeticamente maravilhoso

    Beijo

    ResponderEliminar
  7. Ci
    Poema em forma de soneto muito lucido e cheio de esperança.
    Beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  8. Olá Cidália!
    Que magnífico poema de amor, que enriquece o poeta e delicia quem o lê.
    O amor é nobre, transmite alegria a alma. Gostei imenso.
    Beijinhos
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar
  9. Ne güzel bir şiir 😊 teşekkürler paylaşım için 😊

    ResponderEliminar
  10. Um lindo poema de amor! :) Beijinhos e boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  11. Gracias por tu visita..tienes un os poemas de amor muy bonitos y leerlos bajo el sonido del silencio es una gozada ..Un abrazo y muy feliz tarde.

    ResponderEliminar
  12. Que o vento leve um beijo daqui para aí.
    Fique bem.

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde querida amiga Cidália,
    Que soneto rico em amorosidades e desejoso de afagos. Mais uma pérola poética com a marca suas suas digitais. Aplausos todos!

    Bjss!

    Deixo o link da homenagem da Megg Maia lá no blog das homenagens, qdo puder passe lá e deixe sus marquinha. Obrigada.

    https://celebrandosuavida.blogspot.com/2020/04/ontem-foi-o-dia-de-celebrar-com-megg.html

    ResponderEliminar
  14. A suavidade transparece nas palavras!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Poesia muito delicada, expressa e imagens poéticas muito belas...
    Gostei de ler.
    Beijinhos, Cidália.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  16. A imagem é linda, as suas palavras também. :)
    Bj

    ResponderEliminar
  17. Hum que doce poema.. Parabéns pelo lindo e doce poema. Bjs querida

    ResponderEliminar
  18. Tão bonito....
    Beijinhos.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderEliminar
  19. Também, por aqui, se canta e conta o amor, poeticamente.

    Boa noite, Cidália

    ResponderEliminar
  20. Que belo poema

    Gostei muito

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  21. Olá querida Cidália.
    Queria ser, a tela pintada de um arco - íris.
    Tocou minha alma.
    Um beijinho com ternura.
    Megy Maia🌈

    ResponderEliminar
  22. O amor cantado e declamado poeticamente de forma brilhante
    Abracinhos da Mirely

    ResponderEliminar
  23. Olá querida...adorei sua presença no meu blog...E estou aqui para retribuir sua gentileza...amo tudo que se refere ao amor...beijossss
    Já estou te seguindo!

    ResponderEliminar
  24. E tu és esta tela pinta do arco-iris amiga Cidália,
    pois seus poemas são belamente coloridos de seus sentimentos.
    Maravilha de construção.
    Ouvindo silencio ficou charmoso ler.
    Beijo e que a semana esteja mais leve.
    Tudo vai dar certo amiga.

    ResponderEliminar
  25. Uma flor que faz correr uma torrente de memórias doces.
    Bjs

    ResponderEliminar
  26. É sempre de enaltecer uma declaração de amor ao ser amado.
    Abraço poético
    Juvenal Nunes

    ResponderEliminar
  27. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  28. Bellísimo... Seguro que eres todo eso que quisieras ser y mucho más.

    Un beso enorme

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: DEP. Legal: 374 492/14 - Cidália Ferreira (Eu) 😘