quinta-feira, 26 de março de 2020

Deambulo nas tuas palavras escritas outrora

****
Deambulei, pela  noite, perdida de amores
Cheguei ao local um  alguém me esperava
O mar, qual lago, matizado de tantas cores
Onde me deixei ficar...a saudade imperava
*
As estrelas pareciam teus beijos cintilantes
Onde cada uma parecia teu olhar sorridente
Mas neste lugar tão silencioso, dos amantes
Ficam-me as lembranças gravadas na mente
*
Deambulo nas tuas palavras escritas outrora
Afago-as no meu coração como o prometido
Deixo-me envolver no irreal a qualquer hora
*
As estrelas continuam brilhantes...Tu existes
Neste mar deserto, só para mim, e comedido
Onde deambula minha saudade e tu sumistes
****

28 comentários:

  1. Nestes tempos parados, a caneta é também boa companhia :-)

    Bom dia, Cidália

    ResponderEliminar
  2. Bom dia:-

    Quando a promessa não é cumprida
    E nos massacra o pensamento
    Por uma saudade de amor sentida
    São as palavras triste lamento
    ...
    Em cada estrela de luz cintilante
    Reside uma palavra de outrora
    Lembrando-nos a cada instante
    Que existem lindos amores, agora
    .....................
    Gostei muito do poema. Que a saudade que arde em teu coração, faça com que, um dia, esse amor ausente regresse, a fim de te fazer navegar nas puras águas da felicidade
    .
    Um dia muito feliz

    ResponderEliminar
  3. Que soneto verdadeiro, Cidalia!

    A saudade nos tra lembranças boas e nos lembram que nosso amor não está perto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Escreves sentimentos maravilhosamente,Cidália! beijos, lindo dia! chica

    ResponderEliminar
  5. Um soneto muito bonito Cidália. Parabenizo a sua capacidade poética. Eu estou completamente sem inspiração.
    Abraço e saúde

    ResponderEliminar
  6. Interessante poema com muitas emoções derramadas...
    Muita paz e saúde...

    ResponderEliminar
  7. Admiro tanta inspiração em tempos tão confusos
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Que belo poema

    Beijinhos de boa e santa noite

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde de paz e saúde, querida amiga Cidália!
    Lindíssimo uma vez mais bem como o novo som do seu blog. Adoro ouvir.

    "Deambulo nas tuas palavras escritas outrora
    Afago-as no meu coração como o prometido"

    Versos maravilhosos e gosto de reviver as palavras lindas do amado também. Como a entendo expressar-se assim, querida.
    Imagem igualmente bela.
    Um presente passar por aqui num dia conturbado para todos nós.
    Tenha dias abençoados e protegidos do mal impiedoso!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  10. Oi Cidália, bn!
    Lindo poema, parabéns!
    Bj 💋

    ResponderEliminar
  11. Parabéns pelo belíssimo poema!
    Beijinhos, saúde .

    ResponderEliminar
  12. Olá, venho agradecer a sua visita ao nosso blog. O seu blogue é de poesia, não é a minha onda, mas vou tentar acompanhar. Talvez venha a gostar!rsrs
    Bj

    Estamos aqui» http://dizmecomochegasteaqui.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  13. Querida Cidália.
    Versos muito eloquentes.
    E com um brilhar entusiasmante.
    E tu sumiste ...
    Tocou - me.
    Um abraço repleto de luz divino.
    Megy Maia🌈

    ResponderEliminar
  14. Um lindo poema que nos traz à tona o sonho e o amor

    ResponderEliminar
  15. A imagem e o poema fazem-nos sonhar. Gostei
    um beijinho e uma boa noite

    ResponderEliminar
  16. A saudade...aqui tão bem retratada...
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  17. Enquanto as estrelas brilharem,
    no Céu, e o Sol iluminar a terra
    e os bens essenciais não faltarem
    conseguiremos vencer esta guerra!

    Fantástico poema, gostei de ler cara amiga poetisa Cidália Ferreira, tenha um bom dia. Bjs.

    ResponderEliminar
  18. Bom dia Cidália!
    Vim retribuir sua amável visita e ler seus poemas.
    Escreve com amor e sensibilidade.
    Parabéns pelo blog!
    Abraço, Deus abençoe você 🌷

    ResponderEliminar
  19. As saudades acorrentam a alma e dilaceram o coração.
    Maravilhoso poema.
    Fique bem e em segurança. Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. As saudades doiem.
    Mais um belo poema. Parabéns.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  21. Um belo deambular poético.
    Cidália, continuação de boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  22. Deambular num magnífico poema.
    Bjs continuação de boa saúde

    ResponderEliminar
  23. Mas se as estrelas continuam brilhantes,
    nossas noites ainda se revestem de brilho.
    Lindo querida amiga.
    Poetizar com alma e coração sempre.
    Beijo amiga.

    ResponderEliminar
  24. Que alegria ler esse soneto tão maravilhoso!
    Que Deus a abençoe e a proteja amiga Cidália
    Bjs-Carmen Lúcia

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘