quinta-feira, 7 de novembro de 2019

A Culpa foi do cigarro... Um dia com várias "caras"

Existem dias nublados, cinzentos, chuvosos, tristes, mas que os mesmos nos obrigam, por razões óbvias a sair de casa. Hoje, a minha pessoa, foi dar uma volta até ao Porto. Gosto do Porto. Das gentes do Porto. Desportivamente falando não...mas isso são outros quinhentos.  

O Dia foi composto por tudo. Desde a chuva. A Falta de estacionamento. A confusão das linhas (da minha parte). As três boas acções que fiz. O choro procedimento da minha consulta que, para variar, desta vez foi uma hora e dez minutos antes. Isto porque fui mais cedo, não fosse o diabo tecê-las.
.
A imagem pode conter: interioresPara descontrair vou contar-vos um pequeno percalço, que me fez rir com vontade. Mas se fosse comigo eu perdia o riso.  O Comboio esteve parado na estação 30 minutos.  Aberto e livre para quem quisesse ir entrando... Estava um sujeito de idade talvez a rondar os 35/40 anos. Conversando enquanto fumava, fora do comboio.  Quando resolve entrar, continua, desliga uma chamada e faz outra ( não vou falar do que se tratava, porque fiz que não ouvi) sentou-se em frente a mim... continuava... pelos vistos ia a um almoço...Entusiasmado com a conversa do outro lado, após desligar a chamada, pousa o telelé  no banco mais um carregador de bateria e sai do comboio para fumar o seu cigarrinho, quando o comboio já estava atrasado 3 minutos...Pois bem, acender acendeu, ia saber-lhe bem esse cigarrinho depois de uma animada conversa... só que não, a porta apitou, ia fechar. Enquanto o tentava apagar o comboio arrancou e o telemóvel viajou sozinho... A cara do Sujeito  "aterrorizado", ao ver o comboio seguir viagem com telemóvel enquanto as mensagem iam caindo. Claro deu-me uma crise de riso...A culpa seria do cigarro?
.
Claro, depois o comboio ia enchendo, eu delicadamente peguei nele, dando voltas à cabeça o que iria acontecer ao encontro  telemóvel. Quando o revisor chegou a mim, algumas estações depois, fiz questão de entregar e dizendo o que aconteceu.  Ninguém sabia o itinerário do seu dono. Por acaso, o sujeito ligou para o seu telefone e já estava na mão do revisor, que, em combinação, o deixou numa estação para o poder ir levantar!
A culpa foi do cigarro? Tenho a certeza que enquanto se lembrar desta, quando entrar no comboio, ou não sai, ou sai e leva os seus pertences. Espero que tanto o Dono como o pertence tenham tido um final feliz.

Hoje deixo-vos este testemunho na primeira pessoa. Não consegui poetizar... Amanhã é outro dia.  Haja saúde e sejam felizes.

Cidália Ferreira.

39 comentários:

  1. Um dia em grande
    Gostei do acontecimento
    Bjs
    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Queria que as mulheres me amassem pelo que sou...

    ResponderEliminar
  2. Boa noite Cidália,
    Há dias assim!
    Sobre o sujeito acho que deve deixar de fumar, senão... arrisca-se a perder mais comboios e telemóveis.
    Nem sempre existem almas caridosas prontas a ajudar...
    Bjs,
    Ailime

    ResponderEliminar
  3. Acontecem coisas engraçadas e quem está atento às vê! Gostei! Bjs,chica

    ResponderEliminar
  4. Nós só rimos dos disparates, nossos ou dos outros. ahahahahahah
    Talvez o sr. deixe de fumar.

    A Cidália este na minha cidade, que tal estava ela hoje, para além da chuva?

    ResponderEliminar
  5. Boa noite Cidália!
    Morri de rir com o episódio de hoje.. tenho curiosidade para conhecer Porto.

    Um beijo

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  6. HOJE VOCÊ ME FEZ GARGALHAR! MAS CIGARRO MATA! NÃO FUMEM!

    ResponderEliminar
  7. O telemóvel deve estar sempre connosco!!

    ResponderEliminar
  8. NEM DÁ PARA POETIZAR,SÓ RIR.

    AMIGA. SABE SE O JORGE LYNCE,PORTUGUÊS COMO VC E QUE TINHA BLOG AQUI ESTÁ DOENTE? NÃO TEM MAIS O BLOG DELE,SUMIU.

    RESPONDE NO MEU BLOG,OK? ESQUECI O NOME DO BLOG DELE,MAS ATÉ POSTEI SOBRE UM DESAFIO DELE NO MEU ESPAÇO.

    BEIJOKAS

    DONETZKA

    ResponderEliminar
  9. Ahaha, no meio de tudo, até teve sorte. Graças a si! bjinho

    ResponderEliminar
  10. Talvez? Não com certeza absoluta tem de deixar os cigarros
    abraço

    ResponderEliminar
  11. Ele tive sorte....de o ter deixado ao pé de alguém de confiança.

    Isabel Sá  
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  12. En este caso la culpa fue del cigarrillo. Pero en el caso que me ocurrió a mi no se cual fue la causa una mañana el día 1 de enero a la entrada de los garajes en un lugar que poco me hace pensar se le cayo a su dueño, lo entregue a la policía donde lo recogió.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  13. Interessante e curioso caso!
    Tudo de bom p vc, Cidália. Muita paz!...

    ResponderEliminar
  14. Sempre ouvi dizer que fumar faz mal! He he he :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  15. Delicioso.
    Muitas vezes é assim que aprendemos.
    Bjs.
    P.

    ResponderEliminar
  16. Uma acção bonita. Se calhar o telemóvel era daqueles da loja dos chineses...Porque se fosse daqueles todos XPO, hummmmmmmmmm. Haveria revisor? Acredito que havia na mesma, lol

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Certamente que não ia ficar com ele.Sim tem revisor, e se não o entregasse ao revisor ia deixá-lo na estação de Aveiro. Jamais ficava com uma coisa que não fosse minha. O Telemóvel eram um Huawei, do tamanho do meu, e por sinal uma capa idêntica à minha! Mas isto foi real! E ainda bem que, quando o gajo ligou o telelé já estava nas mãos do revisor se não, eu não atendia! Como é que eu sabia que era ele que estava a ligar se eu não conhecia?? Por acaso era! E sim, teve sorte!

      Abraço

      Eliminar
  17. Você é muita boa nas crônicas também!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  18. O rapaz deveria estar nervoso ehehehehehheheheheheh

    ResponderEliminar
  19. pois na proxima vai pensar duas vzes antes do cigarro hehe bonito post bjs

    ResponderEliminar
  20. A culpa foi do cigarro, mas a sorte do fumador foi a senhora se ter apercebido a tempo de pegar o telemóvel e entrega-lo ao revisor, antes que fosse parar a outras mãos diferentes das suas. Que o não entregassem ao revisor, afim do mesmo ser devolvido ao seu legitimo proprietário. Mais ainda a sorte do fumador reaver o telemóvel só foi possível devido à sua sinceridade!

    Tenha uma boa noite cara amiga Cidália Ferreira. Beijos.

    ResponderEliminar
  21. kkk, muito bom para descontrair do corre corre Cidália da cidade.
    O culpado não foi o cigarro, foi a impaciência de esperar o fim do percurso.
    Há poesia no riso, nas atrapalhadas tambem.
    Um bom fim de semana amiga.
    Beijo

    ResponderEliminar
  22. Querida Cidália, pois é, ele teve sorte de ter sido você a encontrar o celular, aqui no Brasil se roubam celulares a todo momento, temos até receios em sair com eles!
    Muito boa a crônica!
    Amei ler!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  23. Bom dia de paz, querida amiga Cidália!
    Ha pessoas displicentes... Entretanto se fosse aqui o destino do celular seria outro. Nao ha segurança nem para os que nao saem do metrô para fumarem...
    Seu jeito de contar prende a atenção do leitor. Muito bom.
    Tenha dias felizes!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

    ResponderEliminar
  24. Há dias em que nem se pode fumar um cigarro.
    Pior que isso, em Lisboa, na estação do Oriente, um sujeito parou em 2ª fila e acompanhou um familiar ao comboio. O carro ficou a trabalhar com os 4 piscas ligados. Só que o comboio arrancou com ele lá dentro... Não faço ideia como é que o caso foi resolvido, mas se as portas abrissem acho que ele se atirava abaixo...
    Cidália, tenha um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  25. Bom dia: "maldito" cigarro, lol
    .
    Votos de um dia feliz

    ResponderEliminar
  26. Pois... estas confusões acontecem... Um dia, fui almoçar a um Centro Comercial, alguém me telefonou e depois guardei o telemóvel. Geralmente, guardo-o num dos bolsos laterais do casaco ou parka. Naquele dia, guardei-o no bolso interior. Ao enfiar as mãos nos bolsos, não sinto o telemóvel, numa aflição, vou a todos os locais onde poderia ter caído. Finalmente, perguntei às senhoras que fazem a limpeza se o tinham encontrado e uma delas, sensatamente diz " não poderá estar num bolso no interior da parka?"... Se visse a minha cara de vergonha... mas faz da vida...
    Obrigada pela partilha.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  27. Olá amiga! Grande verdade escreveste nesta mensagem. Não podemos nos entregar, temos que levantar a cabeça e seguir. esses dias recebi o diagnóstico de que estou com osteoporose na coluna, fiquei assim, com vontade de nunca mais sair de casa. depois levantei a cabeça e prometi a deus agradecer cada dia de vida bem e me cuidar mais e mais. Parabéns pelo poste. Bjuss

    ResponderEliminar
  28. Olá amiga! Nada de chegar seu livro. Já estou me preocupando com essa demora. Mas vamos confiar que chegue, os primeiros que coloquei no correio chegaram aos seus donos, alguns demoraram quase um mês. Por isso confio em Deus que o seu chegue. Assim que chegar me comunique. Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde" Por hoje também já não chega. O Carteiro já passou! Esperemos pela semana seguinte!

      Beijo

      Eliminar
  29. Esse cigarro, ou essa falta de oxigénio motivada pela conversa. Fosse o que seja ficou sem brinquedo.
    Excelente narração em direto. Gostei.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  30. Com certeza a culpa foi do cigarro.
    Ainda bem que história teve um final feliz.
    Gostei de ler.
    Deixo um carinhoso abraço para tí.
    Verena.

    ResponderEliminar
  31. De facto, é um episódio bem interessante...
    Era bom que servisse para ele deixar o cigarro...
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  32. Amigo do Poetizando e Encantando.
    Fui obrigada a publicar uma carta, que também vos é também dirigida.
    Sei que muitos não têm a mesma opinião, mas respeito.
    Um final de domingo muito agradável
    Abraço grande.
    ~~~         
    https://reinodascorujinhas.blogspot.com/
    ~~~~~~ 

    ResponderEliminar
  33. São situações que podem acontecer a qualquer um mais distraído!

    Felizmente caíu em boas mãos!

    ResponderEliminar
  34. Um dia com alguns percalços... mas que terminou em bem para todos os envolvidos... é o que mais importa!
    Estimo que a sua consulta tenha decorrido bem, e a Cidália em breve veja melhorias mais animadoras...
    Um beijinho grande! E votos de tudo a correr pelo melhor!
    Ana

    ResponderEliminar

A vossa visita e comentário é o balsamo que alimenta a minha alma...Muito obrigada. Todos os poemas expostos são de minha inteira autoria, no que, apenas deverão ser partilhados com os devidos créditos da Autora: Cidália Ferreira (eu) 😘