domingo, 31 de março de 2019

Ergo-me perante as estrelas me me iluminam {POETIZANDO...}

Ergo-me perante as estrelas que me iluminam
Sinto-me grata por toda a sua gentileza
Tento elevar o meu pensamento aos céus
Fixando o olhar na estrela mais brilhante
Para que o meu coração tenha a certeza
Que nunca estarei só, quando comigo caminham
*
A minha veste vermelha, cor do amor, da paixão
Acetinado, como é o valor do meu carinho
Quando tento fazer uma viagem às estrelas
Levando-te, no meu pensamento alucinante
Onde te guardo no meu valioso cantinho
Que é nos labirintos do meu pequeno coração
*
Ergo os meus braços, espero sempre o melhor
Reparo que a escuridão é iluminada
Pela influência da minha presença,
E quando o meu silêncio é marcado pelo amor
Vejo, cada estrela, como uma crença
E por isso, me sinto, uma mulher apaixonada.
***
Cidália Ferreira


Mais uma edição, mas um grande desafio. Muito obrigada ao blogue Filosofando na Vida, por mais um Poetizando e Encantando. Espero que a minha participação seja de vosso agrado. Obrigada a quem me visita. Um excelente fim de semana para todos.

sexta-feira, 29 de março de 2019

Faço da força, meu caminho a seguir

O tempo, faz-me querer ir mais além
O coração não deixa que me apresse
Mas os meus olhos caem no desdém
No silêncio do labirinto que aparece
*
O tempo, deixa-me o coração dorido
O vento agreste leva-me as emoções
Que se anulam  num silêncio sentido
Quando tento recordar outras ilusões
*
O tempo traz-me alguma melancolia
O vento, atropela o meu pensamento
Levando para longe a minha energia
*
Faço da força, meu caminho a seguir
Não deixo que me tirem o sentimento
Mesmo, quando ausente, eu me sentir
****
Cidália Ferreira.

domingo, 24 de março de 2019

A tela ilusória do meu jardim. [poetizando e encantando]

De mente ocupada com versos e trovas
Os meus olhos lêem em silêncio
Quimera, embalada de tantos desejos
Numa leitura intensa e profunda
Que me leva numa viagem ao passado
E ao recordar os teus adocicados beijos
Deixo escapar um sorriso, com provas
*
Balanço-me na rede, em tecido firme
Seguro ao pilar dos meus pensamentos
Onde o meu olhar simplesmente pestanejando
Vai lendo, os versos escritos, e em sintonia
O vento sopra, sussurros de felicidade
O meu coração se alegra, porque amando
Faz do momento, pura ilusão, e magia
*
Imagino borboletas, em sussurros de amor
As árvores dançando, em breve leitura
Imagino-te em cada estrofe, em cada poema
Como se estivesses aqui, junto a mim,
Mas, a imaginação acorda da loucura
E de mente ocupada neste dilema
Embalo-me na tela ilusória do meu jardim
***
Cidália Ferreira.


Uma edição (nr 74) muito desafiante, do "Poetizando e Encantando".  Blogue, Filosofando na Vida, da Prfª Lourdes Duarte. Mais uma vez, e depois de uma semana ausente da poesia, cá estou eu com a minha simples participação. Espero que gostem. Para todos os que aqui passam, um excelente fim de semana. Beijos e abraços.

quinta-feira, 21 de março de 2019

No jardim do Gui...


Mais um dia na companhia do Neto. Apesar de tudo, o tempo está lindo e as flores do jardim do Gui já abriram. Apanhando 5 minutos de vitamina D... aproveitando para celebrar a chegada da primavera. Poesia é isto. Praticar boas acções fazem parte dela.Sejamos felizes então. As melhoras do Gui é uma questão de tempo.

Obrigada a todos.
Avó babada: Cidália Ferreira.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Esta semana...


Como já devem ter notado diferença, não tenho escrito (poesia). Esta semana, o Guilherme (meu neto), está com uma gastroentrite e não pode ir para o infantário. Para os Pais poderem trabalhar, eu vou para casa deles, para ficar com ele. Lá sempre tem as suas brincadeiras. Entretanto, como é um menino "esmerado" resolveu dar uma faxina ao seu parque, molhou-o com o biberom da água e estava a tentar resolver o assunto. lool.  É assim.. É tão bom poder brincar com ele's.

Avó Babada. Cidália Ferreira.

terça-feira, 19 de março de 2019

Momentos sempre únicos...

A partir do momento em que os filhos regressaram a Portugal, os nossos Domingos nunca mais foram iguais...E ainda bem. Porque ter 2 Filhos e passar os anos a sós, é "triste". Não há nada mais valioso que os nossos filhos e netos.
Ontem, foi mais um Domingo onde o almoço foi em casa da Nora e Filho, claro da Neta Maria Clara, é sempre uma animação e acabo por ficar de coração cheio.  Vivem muito perto da praia...
Como acredito nas transmissões de pensamentos, já estava no regresso a casa para ver o meu Benfica, mas a pensar na minha maninha, quando recebi no telefone, uma foto dela, na praia...O que me fez voltar atrás, e ir ter com ela/eles. Estava muito vento e frio, estive lá muito pouco tempo, mas o tempo que estive soube-me mesmo bem. Já andava com saudades de respirar os ares da maresia... terminámos  com um lanche ajantarado em minha casa. Que bom. Isto também faz parte do "Coisas de uma vida"  da minha vida... da minha poesia, mesmo que seja em prosa. 

Eu: Cidália Ferreira🤣

domingo, 17 de março de 2019

Fazes-me, reviver, e saborear a felicidade. [Poetizando e Encantando]

Fazes parte do meu mundo, imaginário
Um mundo que escolho viver na ilusão
E quando te sinto beijar-me com alusão
Entrego-me aos fascínios deste cenário
*
Sinto que o nosso carinho vai crescendo
Como  crescem os dias, desta Primavera
Embalada, nas entrelinhas, da quimera
E dentro do meu coração, ficas vivendo
*
Olhas-me, terno, beijas-me o pensamento
Deitados na relva em sonhos de acuidade
Entregamos-nos, por inteiro, ao momento
*
Fazes parte do meu mundo, e em segredo
Fazes-me, reviver, e saborear a felicidade
Mesmo, que o imaginário seja um enredo
****
Cidália Ferreira.

POETIZANDO E ENCANTANDO
E,  passou mais uma semana. Mais uma edição (73) do Poetizando e Encantando. O desafio é sempre empolgante. Assim aceitei o convite e espero que gostem da minha modesta participação.

sexta-feira, 15 de março de 2019

Renascendo, em cada dia ...

Sinto-me a renascer das cinzas, a cada dia
Num turbilhão de emoções, numa só vida
Sinto-me por vezes cansada, enfraquecida
Mesmo assim, tento renascer com ousadia
*
Por muito que a vida me queira contrariar
É nos pequenos instantes que quero seguir
Como a ave, que nasce e voa, sem desistir
Arranjando forças para se poder reinventar
*
Tantas vezes me sinto tão cansada, de viver
Como de vezes as lágrimas caem na solidão
E são tantas as vezes que me sinto renascer
*
São as rasteiras da vida que fazem repensar
E acreditar, que vale a pena, sentir gratidão
Da vida...que a vida me oferece...sem avisar.
****
Cidália Ferreira

quarta-feira, 13 de março de 2019

Quisesse eu, ser uma flor na primavera.

A imagem pode conter: árvore, céu, ar livre e natureza
Quisesse eu, ser uma flor na primavera
Ser o raio de sol, uma estrela e o brilho
Ser o pássaro que voa, sobre a quimera
Num campo perfumado, em cada trilho
*
Quisesse eu, ser a inspiração de um dia
Ser o apego, da natureza em vitalidade
Ser as flores do teu jardim, ser a poesia
Que nasce em cada manhã de liberdade
*
Ser a mulher de sonhos comprometidos
Assistir ao nascer- do-sol, e enamorada
O perfume das flores nos meus sentidos
Fazem, da minha primavera, abençoada
****
Cidália Ferreira.

segunda-feira, 11 de março de 2019

Sinto aos meus pés, pedacinhos de cristal. {Poetizando e Encantando}

Chove no meu caminho, partículas de amor
Voam as folhas tocadas pelo vento
Brilham as luzes na rua, em noite escura
Que me levam à procura
Do amor que um dia alguém me prometeu
Que seria ali o nosso encontro,
E mesmo que a chuva caia sem parar
Nada mudará neste meu sentimento
Enquanto o caminho se fizer, vivendo
Meu corpo passeia em elevado esplendor
*
Sinto aos meus pés, pedacinhos de cristal
Espalham-se pelos recantos da minha alma
O frio é anulado pela saudade que sinto
Que dentro, de mim vai crescendo,
Olho o asfalto, em chão molhado
Folhas caídas da natureza que vai morrendo
Tudo isto são sinais do tempo, não minto
E quando tento dançar na chuva
Sinto-me a flutuar num pedestal
Nesta chuva de amor, que me acalma.
***
Cidália Ferreira.

E assim chegámos à edição nr 72 do "Poetizando e Encantando". Agradeço o convite deixado aqui, pela Professora Lourdes Duarte. Posso não fazer o melhor, mas uma coisa tenho a certeza, escrevo com carinho, para vos oferecer. Obrigada por me visitarem. Um excelente Domingo para todos.

sexta-feira, 8 de março de 2019

Mulher; Nome forte, neste mundo tão ingrato


Mulher; Nome forte, neste mundo tão ingrato
São a fonte de vida, dando vida
São a tristeza escondida na alegria
São as pétalas de flor em sofrimento
São mães, esposas, enfermeiras
Mulher a dias, cozinheiras
São o mundo dentro da delicadeza
*
Mulher; Esse nome tão forte, mas triste sina
Que às mãos dos assassinos vão morrendo
Não há nada que justifique tal acção
Triste sina de quem acredita no arrependimento,
De quem não as merece, e raras são
Aquelas que conseguem a libertação
Dão o grito, dizendo basta, em voz alta
*
Mulher. Guerreira. Poderosa. Apaziguadora 
Ela dá amor
Dá sacrifício
Dá o que tem
Ela é Mãe,  esposa, Avó
Ela perdoa
Ela acolhe
Sofre, chora em silêncio
Ela dá a vida... a quem lhe ceifa a vida, sem dó!
***
Mulher sofre, e continua a sofrer, porque neste mundo o crime compensa. A justiça é demasiado branda as penas não assustam os assassinos... E neste dia 8, do terceiro mês do ano, já são contabilizadas 13 mulheres mortas vítimas de violência domestica em Portugal. BASTA...BASTA...BASTA!!! 

Imagem relacionada

Feliz dia internacional da Mulher. 
Cidália Ferreira.

domingo, 3 de março de 2019

Resultado de imagem para images de carnaval

Como não me encontro nas melhores condições, desejo-vos a todos um bom Carnaval. Divirtam-se e sejam felizes.  Bom fim de semana...  até ao meu regresso.

Cidália Ferreira.

sexta-feira, 1 de março de 2019

Rendo-me ao dia que faz lá fora ...

Resultado de imagem para Olho a janela
Da janela, rendo-me, ao dia que faz lá fora
Recuso-me ficar enclausurada neste quarto
Olhar com olhos de ver, mas que seja agora
Quero, dar o melhor de mim...Não descarto
*
Quero, voltar ao encanto das minhas trovas
Respirar profundamente a brisa das manhãs
Olhar as árvores, que nos dão as boas novas
Quando o sol nasce por trás das montanhas
*
Olho a janela e quero sair deste isolamento
Quero assinalar a minha presença, sorrindo
Afastar todos meus anseios do pensamento
E alegremente redigir o que estou sentindo
****
Cidália Ferreira.