domingo, 18 de fevereiro de 2018

"Trabalho árduo... ao luar" ( Poetizando ...)

Olho o horizonte, silenciosa, atenta
À lua que se aproxima tão bela
Escoltando um barco, cansado
Duma distancia longínqua
Talvez vindo do outro lado
Do outro lado do Atlântico
Foram semanas, meses talvez
Em trabalho árduo em alto mar
Perigoso, porém proveitoso
Para quem no mar sente altivez
*
E por muito dura que seja a vida
Vale sempre a pena o momento
Porque o homem vive da labuta
E do seu puder corajoso
Olho o horizonte e a lua cheia
Ilumina o barco que chega
Em mar calmo, silencioso
Onde tantas vezes é sustento
De vidas que esperam sem certeza
Mas no horizonte avisto, a lua cheia de beleza.
***
Cidália Ferreira

Mais uma vez, é com orgulho que participo - ainda que muito simples - no Poetizando e Encantando  Pela sétima vez. Espero ser do agrado de todos. Nem sempre saem grandes poemas, mas o que sai é de coração.  

47 comentários:

  1. Olá Cidália, lindo poema e a imagem também. O mar e a lua, criação maravilhosa de Deus. Bjs

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do poema
    Boa sorte Cidália
    Bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  3. Oi Cidália,
    Linda demais sua poesia
    Cada dia melhor
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  4. Verdade minha querida, por mais dura que seja a vida , vale a pena viver. Linda poesia, mais uma bela participação. parabéns! Abraços

    ResponderEliminar
  5. Um poema repleto de verdades,
    escritas por quem as sente no coração
    sendo por todas essas realidades
    de noite e dia o homem labuta pelo pão!

    Tenha um bom fim de semana amiga Cidália Ferreira. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Querida Cidália, trabalho árduo que resultou nesse encanto de poesia! Um trabalho que pode observar a linda lua e recordar um grande amor vivido, quem sabe! Parabéns por mais esse bela poesia e encantadora participação. Obrigada querida por mais uma vez participar e nos encantar com seu lindo poetar. Seja muito feliz e que jesus sempre a ilumine em sua vida. tenha um feliz fim de semana. bjus

    ResponderEliminar
  7. Vim te fazer uma visita, deixar meu elogio
    a agradecer sua amizade, uma frase pra vc

    A felicidade aparece para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam em nossa vida.

    Clarice Lispector

    Bjuss
    Rita!!

    ResponderEliminar
  8. Amiga Cidália! Que bela poesia! quantas vezes esperamos algo na vida e as incertezas nos invade a alma. mas a vida é assim luta, esperas sem nenhuma certeza. Grandes verdades amiga escreveste nesta bela poesia. Parabéns por mais essa beleza de participação no poetizando. Abraço

    ResponderEliminar
  9. Mais uma vez encantando,Cidália! Maravilhosa! beijos, chica

    ResponderEliminar
  10. Olá, querida amiga Cidália!
    Por mais que a vida seja dura... a labuta pelo amor valerá sempre a pena... o mundo carece de afetos sinceros e verdadeiros...
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  11. Boa noite, Cidália
    Lindíssima poesia.
    Amei!
    Um forte abraço de
    Verena e Bichinhos

    ResponderEliminar
  12. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema e desejar um bom domingo!


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  13. Estupenda inspiração. Adorei. Tão verdadeiro. Parabéns:))

    Participando; {Poetizando e Encantando} ...Sintonia do luar... beijando o mar.
    .
    Bjos
    Domingo feliz.

    ResponderEliminar
  14. Sublime inspiração de um grande coração poético
    Bjo

    ResponderEliminar
  15. Olá Cecilia,
    esse lindo poema faz-me lembrar a canção da Amália :
    beijinho, bom domingo :)

    https://www.youtube.com/watch?v=ARS7Zi-Zpkw

    Fado Português
    Amália Rodrigues


    O Fado nasceu um dia,
    quando o vento mal bulia
    e o céu o mar prolongava,
    na amurada dum veleiro,
    no peito dum marinheiro
    que, estando triste, cantava,
    que, estando triste, cantava.
    Ai, que lindeza tamanha,
    meu chão , meu monte, meu vale,
    de folhas, flores, frutas de oiro,
    vê se vês terras de Espanha,
    areias de Portugal,
    olhar ceguinho de choro.
    Na boca dum marinheiro
    do frágil barco veleiro,
    morrendo a canção magoada,
    diz o pungir dos desejos
    do lábio a queimar de beijos
    que beija o ar, e mais nada,
    que beija o ar, e mais nada.
    Mãe, adeus. Adeus, Maria.
    Guarda bem no teu sentido
    que aqui te faço uma jura:
    que ou te levo à sacristia,
    ou foi Deus que foi servido
    dar-me no mar sepultura.
    Ora eis que embora outro dia,
    quando o vento nem bulia
    e o céu o mar prolongava,
    à proa de outro veleiro
    velava outro marinheiro
    que, estando triste, cantava,
    que, estando triste, cantava.

    ResponderEliminar
  16. Bom dia. Poema maravilhoso e de uma leitura fascinante.
    Bjo

    ResponderEliminar
  17. Luar, mar e versos na poesia trabalhada dessa participação.

    Um abraço e uma semana com tudo de bom.

    ResponderEliminar
  18. Um bonito poema que gostei de ler.
    Parabéns.
    Um abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  19. Um valor ao trabalho árduo daqueles que vão à luta,enfrentando grandes tempestades para trazer o pão nosso de cada dia.
    Linda como sempre as suas palavras Cidália.
    Parabéns pela participação tão impecável.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  20. Muito obrigada pelo teu comentário no meu blogue e ainda bem que gostaste de saber algumas coisas sobre mim!! Obrigada pelos votos de bom domingo,igualmente te desejo um bom domingo e uma excelente semana!!

    ResponderEliminar
  21. Sempre vale a pena o momento, pois é a labuta que nos impulsiona... e a inspiração também. Beijossss.

    ResponderEliminar
  22. é sempre com grande prazer que desfruto do seu grandioso poetar nesta reverência à labuta ferrenha daqueles que desbravam os mares bravios pra prover o sustento
    Parabéns amiga Cidália por esta inspiração maravilhosa
    Beijos e um feliz domingo

    ResponderEliminar
  23. Um trabalho árduo..... (risos!!) vir aqui e me encantar com teus versos!!!
    Um beijo do amigo brasileiro

    ResponderEliminar
  24. É preciso ancorar e focar, na força de algo que nos traga renovação. Lindo

    ResponderEliminar
  25. Uma excelente participação em que a magia das palavras são sempre uma constante por aqui.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  26. Que lindo poema querida amiga!! Muito inspirada!

    ResponderEliminar
  27. Oi Cidália!

    Linda poesia, lembrando que a recompensa sempre vem após o trabalho árduo. Parabéns pelos lindos versos!

    Os meus encontram-se aqui: https://jjuliojl.blogspot.com.br/2018/02/lua-de-marfim

    ResponderEliminar
  28. É do coração que tem que vir a inspiração!

    Magnífico poema (com alma) com que participaste!

    Parabéns!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  29. Sempre arrasando com suas belas linhas amei, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  30. Cidália belíssima poesia cheia de magia, com uma inspiração encantadora, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  31. Lindas linhas arrasando coo sempre, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  32. Cidália,
    Mais uma beleza de poesia.
    Encantada
    deixo
    Bjins e/ou Abraço
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  33. Muita bela a tua participação,
    com o teu talento e este
    sentir poético teu sempre
    encantador, querida Cidália!
    Um domingo feliz, minha amiga.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  34. Poema muito bonito Cidália
    Parabéns
    bjs
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  35. Tão bonito, Cidália!
    Um beijinho grande!

    ResponderEliminar
  36. Muito lindo!!!! Amei! Parabéns!! Bj
    Confira nossas últimas publicações em: >>> http://www.nossomosmoda.com/

    ResponderEliminar
  37. O mar, um barco e a lua!!! Nada melhor para entregar a um poeta e esperar para ver que poema belo se cria...
    Um beijo, querida amiga. Parabéns!

    ResponderEliminar
  38. Escrever com coração e alma.Eu, não tenho este jeito para criar um poema
    Abraço

    ResponderEliminar
  39. Mares, luares, aventuras, árdua labuta e muita saudade. Mais lusitano, impossível.
    Boa semana.

    ResponderEliminar
  40. Um bonito poema que da mt que pensar como sempre mt bonito parabens bjs

    ResponderEliminar
  41. Mais uma belíssima participação, Cidália!
    Nunca é demais lembrar a vida dura, dos que tiram do mar o seu sustento, e arriscam a vida todos os dias, ao sabor das agruras do tempo...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  42. Cidália!
    Muito verdadeira suas palavras.
    Por mais dura que seja a vida, ela sempre vale a pena!
    Linda participação.
    Uma semana abençoada!
    “Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.” (Código Samurai)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderEliminar
  43. Uma bela leitura da imagem, que bem pode ser uma homenagem aos grandes navegantes lançados aos mares noites e luas, vivendo as maiores provações e ainda assim carregam nos olhos o brilho da volta, do abraços aos seus amores. Perfeita inspiração amiga .
    Abraços e que tudo fique bem com você, pois a poesia precisa desta sensibilidade e habilidade elegante de poetizar.
    Paz e bem e volte tão logo se sinta fortalecida e leve.
    Bju no coração amiga.

    ResponderEliminar