quarta-feira, 28 de junho de 2017

Espero-te em sintonia com a turba ondulação

Espero-te em sintonia com a turba ondulação
Neste lugar, onde as palavras são o silêncio
E a tua alma, o meu maior desassossego 
O meu apego, a minha forte inspiração
A minha lágrima caída sem chão
.
Espero-te...E enquanto as águas dançam
Há uma brisa que sopra em meu rosto
Uma tristeza que chega, quer ficar,
Como as nuvens que chegam friamente 
E me deixam nesta espera angustiante
.
Nunca ansiei tanto pela tua chegada,
Para olhar-te nos olhos com sinceridade
Trocar um abraço de verdadeira saudade
Porque o tempo passa, não volta mais
E eu quero mostrar, que te sou fiel de verdade.
***
Cidália Ferreira.

27 comentários:

  1. Olá, ui...que lindo poema, cada palavra escrita tem a força para mover uma montanha.
    Continuação de boa semana,
    AG

    ResponderEliminar
  2. Muito bonito, e sim, a imagem reflete alguém que olha o horizonte à espera...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Linda poesia, espera poética! bjs, chica

    ResponderEliminar
  4. Cidalia, bom dia.
    Não ha nada melhor
    que
    "Um abraço de Saudade".
    Lindo Poema!
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  5. Lindo como sempre, a poesia está aqui e senti-la é tudo de bom, a imagem inspiradora redespertou em ti a sensibilidade nata, pois mesmo depois de tantas sensações misturadas se pode sair e entrar de novo na alma e a ouvir!
    Amei ler, com razão a ansiedade do amor e do prazer de viver vence sempre tudo!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  6. mt bonito e a foto fica mt bem com o texto adorei bjs bs

    ResponderEliminar
  7. Que sensibilidade incrível você tem Cidália!
    Seus poemas nos encantam cada vez mais.
    Amei.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  8. Que maravilha!!!
    Tô aqui sofrendo uma saudade
    Que nunca mais será aplacada!

    abraço
    Lola

    ResponderEliminar
  9. Aqui a saudade falou mais alto em mais um bonito poema.

    Beijinhos Cidália

    ResponderEliminar
  10. Lindo poema muito bem conjugado com a imagem! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  11. Maravilhoso sempre arrasando, obrigado pela visita.
    Blog:https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  12. Bonito poema~
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Cidália belíssimo poema, a saudade as vezes dói na gente, Cidália bjs.
    http://www.lucimarmoreira.com/

    ResponderEliminar
  14. Bela lembrança
    num desafio à agonia de algumas vidas!

    Beijos

    Maria Luísa

    ResponderEliminar
  15. Matar a saudade com um abraço é um momento de pura magia.

    Magnífico poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  16. E quem assim espera, por vezes desespera...
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Cidália, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  17. Ola Cidália, fidelidade no amor é algo
    que sempre esperamos e adoramos.
    Belo.
    E o mês já uma vez se foi; te espeto lá na casa.
    Abçs.
    janicce.

    ResponderEliminar
  18. Este sentido poema de saudade, é muito belo e singular.
    Beijinhos, Cidália.
    ~~~~

    ResponderEliminar
  19. Mais um poema muito belo, onde a emoções brotam em cada palavra!...
    E mais uma verdadeira delícia de ler!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  20. As esperas dilaceram o coração e a alma.
    Lindo poema.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  21. Numa espera, o nosso espírito está sempre em plena ebulição e logo em sintonia com a ondulação!
    Um poema fantástico com uma foto em perfeita sintonia! Os versos fazem saltar as emoções que as sentimos na alma.

    Um xi coraçao amiga!

    ResponderEliminar