segunda-feira, 27 de julho de 2015

Voos que encantam

Enfeitam a natureza de voos que encantam
São aves que cantam e me levam a tristeza
Sobre o sol que não vejo onde elas dançam
Em  bandos que avistamos  com delicadeza

Nos ramos serpenteados, poesia que voa 
Palavras de beleza que só nós deciframos
Onde esvoaços de alegria não serão à toa 
Quando  vagueia nossa alma pelos ramos

É no barulho do silencio que nos acalma 
Como sopros  abençoados saídos da alma
Que  nos  aliviam dos nossos sentimentos

Enfeitam a natureza voos que enriquecem
Como  nuvens nos céus e não se esquecem
Que nos encantam  em todos os momentos
****
Cidália Ferreira 

18 comentários:

  1. Esses voos encantam sempre a noss'alma.
    Lindo como sempre Cidália.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha de poema,querida amiga Cidália.

    Voar como nas asas de um pássaro e deixar o coração falar.

    Amei quando escreveu:"o barulho do silêncio". Lindo.

    Realmente é no silêncio que ouvimos o som de nossa alma que nos fala tudo.

    Obrigada pela visita,minha linda.

    Beijos sabor carinho e um fim de semana de paz e alegrias.

    Donetzka

    ResponderEliminar
  3. Adoro voar, sonhar no barulho do silêncio!

    Excelente soneto!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Olá Cidália
    Lindo poema. Voar rumo ao céu encanta a alma. Bjs amiga.

    ResponderEliminar
  5. Com a asas da alma, podemos voar para o infinito...
    Muito bom, amiga Cidalia!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  6. Que lindos versos, todo voo encanta, sair de nós e levar a poesia aonde ela possa alcançar almas sensíveis!
    Amei ler e de volta me encantando por aqui!
    Abraços linda amiga Cidália!

    ResponderEliminar
  7. Este voo é lindo! Como vale à pena!
    Lindo amiga, sempre!
    Beijos,
    mariangela

    ResponderEliminar
  8. OI CIDÁLIA!
    UM BELO VOO DE TUA ALMA POÉTICA.
    ABRÇS
    -http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  9. Simplesmente lindo. Voar quem dera fosse agora. Voar mesmo em pensamento e imaginação. Muito bom. Parabéns pela linda poesia. Bjs Um bom domingo.

    ResponderEliminar
  10. um soneto com uma leveza gostosa.
    bem rimado.
    foto bem escolhida.
    boa semana.
    beijos
    :)

    ResponderEliminar
  11. Que máximo sempre arrasando com suas lindas poesia,
    tenha uma semana abençoada.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  12. Olá Cidália,

    Belo soneto, exalando sensibilidade.
    A imagem retrata a beleza inspiradora da natureza.
    Não há como não se encantar com o voo em bando dos pássaros, que refresca a alma e traz repouso até para um coração entristecido.

    Lindo!

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  13. Voar é liberdade que encanta, um belo poema.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  14. O voo nos trás, liberdade. Lindo soneto Ci, beijos boa semana

    ResponderEliminar
  15. Traduziu bem em poesia esses voos de aves, sobretudo no seu regresso
    ao fim das tardes. Gostei amiga.
    Desejo-lhe uma boa semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  16. Maravilhosa poesia que voou até aos nossos corações cheia de emoção e frescura! Adorei Cidália! Mais um poema encantador a juntar a tantos do teu rico espólio.Um grande abraço e semana feliz

    ResponderEliminar