quinta-feira, 25 de junho de 2015

Deixo que minha alma vagueie livremente.

Deixo que minha alma vagueie livremente
Na imensidão da minha dor, do abandono
Por caminhos cruzados acredito piamente 
Que afastem as nuvens escuras sem retorno
.
Deixo-me levar, e por tristes recordações
Tenho meu peito em chagas pela saudade
Vagueio na solidão chorando tuas feições
Sinto-me abandonada uma triste realidade
.
Mas a minha alma vagueia pelo teu rosto
Encontrando frieza dentro do teu coração
Finges sorriso no rosto que mostra aflição
.
É o desanimo que quem sozinha se sente 
Num canto da alma triste, está o presente 
Dum passado que me deixou em desgosto.
****
Cidália Ferreira

27 comentários:

  1. A solidão...algo que tanto magoa...
    Excelente soneto, embora triste...

    Bj
    BShell

    ResponderEliminar
  2. Triste soneto,mas com lindas palavras poéticas..
    Bjs Cidália
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  3. Boa tarde, Cidália! Sim...deixe a alma vaguear livremente até ao dia que ela encontra o desejado., como sempre acontece, poema é lindo que revela bons sentimentos.
    AG

    ResponderEliminar
  4. Linda poesia e que a alma possa assim fazer! Vaguear livremente! bjs, chica

    ResponderEliminar
  5. Oi Ci

    Pq a gente se sente assim né? =/

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  6. Magnífico e tão triste poema!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. um soneto muito triste e denotando muita nostalgia.
    boa semana.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  8. Quando a alma vagueia com os pés cansados, é porque as as asas já não possuem mais o vigor de alçar voos, contudo, até na tristeza, podemos encontrar a luz dos dias bons, que é quando as lembranças fazem um acordo com as saudades...

    Poema de intensa tristeza, mas de alegre perfeição poética.

    Um abraço, Cidália.

    ResponderEliminar
  9. Quando a alma vagueia encontra sempre um futuro risonho. Deixe-a ir!
    Um beijinho amiga Cidália

    ResponderEliminar
  10. É LINDO O POEMA,MAS MUITO CHEIO DE TRISTEZA e se CRÊ EM "ALGO",não seja tão nostálgica.Se estamos cá,NÃO É POR ACASO.
    -Direi assim: -O AMOR NÃO CAUSA SOFRIMENTO,AO CONTRÁRIO DO EGOÍSMO QUE SÓ NOS TRÁS AMARGURAS!

    ResponderEliminar
  11. Triste,mas lindo ,amiga Cidália.

    Beleza de poema.

    Amiga.Você conseguiu ler o meu último texto que comentou no meu blog "Com todo o coração" ?

    Importante que me responda,pois uma amiga não conseguiu visualizar meu último post.

    Beijos e linda noite de quarta


    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  12. Lindo poema amiga, mas muito triste!
    Mas nada como esperar em Deus, sempre providencia o melhor para nós!
    Beijão e uma boa noite Cidália!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  13. Oi oi Cidália,bom dia e feliz quinta-feira!! Este teu poema é imensamente triste!! Mas,de qualquer maneira,gostei de mais uma vez passar por aqui,muitos beijinhos e até breve!!

    ResponderEliminar
  14. A tristeza e a solidão de mãos dadas.

    Um belo poema.

    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderEliminar
  15. Um poema triste...quando alguém se identifica com este poema....à que ter coragem para seguir em frente sem ressentimentos.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  16. Lindíssimo poema,mais triste!
    A solidão doí amiga,eu sei disso!
    Obrigada pelo carinho em lembrar da minha filha.
    Graças a Deus ela está ótima!
    Cidália você merece meu respeito,tu es uma grande amiga.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  17. Não podemos deixar que as tristes recordações venha nos parar,Cidália beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  18. Lindo, amo poemas.
    Parabéns pelo se blog ele é estiloso, tem uma apresentação linda e é cheio de informação útil.
    Que a sua semana seja ótima!!
    Beijokas!

    Dé uma passadinha no meu blog, você vai adora ele tanto quanto eu adorei o seu.
    Se gostar, me siga. Mas se você não gosta.......
    ME SIGA mesmo assim!!! rsrsrs

    http://viciadasemlivros911.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  19. Que linda poesia! Nahim...amo poesias e gostei muito do seu blog. Tenho um livro de poesias chamado Poesias que Sangram. Dá uma passadinha no meu blog...tem um link lá através de um banner do lado direito se quiser conhecer mais.
    Beijos,
    Monólogo de Julieta

    ResponderEliminar
  20. Cara amiga Cidália, parafraseio aqui a Mona Lisa; eis um belo poema triste!
    Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma boa noite.

    ResponderEliminar
  21. Sem dúvida, um poema dominado pela tristeza, saudade e nostalgia mas duma beleza poética impar. As emoções fortes são enaltecidas por palavras e rimas muito bem escolhidas e onde não falta a tua magia pessoal...Um abraço Cidália e feliz final da semana

    ResponderEliminar
  22. Bom dia Cidalia!
    Amo ler você aqui.
    Linda poesia, delicadas
    palavras.
    Lindo fim de semana.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar