terça-feira, 30 de junho de 2015

As horas passam, meu amor não chega.

As horas passam 
Meu amor não chega,
As águas correm apressadas
Em ondulações balançadas,
As nuvens chegam
O vento sopra
O sol esconde-se de mim,
Imagino teu cheiro
Sinto o perfume de outrora
Saudade que me devora,
Mas tu não chegas
Para alegrar os meus dias
Olho as águas que correm
Pensativa, tão triste
Saudade, quando aparecias,
Nas vagas, nuvens carregadas
De todo o meu sentimento 
Que queria tudo, menos um fim.
Nestas águas tão agitadas. 
***
Cidália Ferreira

20 comentários:

  1. Uma espera à beira-mar.
    Muito lindo como sempre Cidália.
    Bjs.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Linda espera de amor em poesia! bjs, chica

    ResponderEliminar
  3. Uma bela poesia e quem espera sempre alcança, como diz o ditado popular.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderEliminar
  4. Lindo, a gente espera com esperança.

    bjokas =)

    ResponderEliminar
  5. Que poesia mais
    Beijokas!!

    http://viciadasemlivros911.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  6. A espera do amor é tudo de bom!
    Amei ler minha amiga poetisa, cronista do coração, sempre com lindos versos poéticos que nos enlevam!
    Abraços bem apertados minha linda amiga!

    ResponderEliminar
  7. Mais uma bela e doce poesia. Parabéns amiga.
    As sementes da saudade, inspiram-na de tal jeito, que leva-nos a entrar no comboio da imaginação.
    Feliz semana com muito sol, inspiração e....um beijinho !!!!!

    ResponderEliminar
  8. Mais um poema que retrata momentos de vida
    de uma maneira magistral, como é seu hábito.
    Desejando que se encontre bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderEliminar
  9. A eterna espera do mar, num magnífico poema.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  10. Cidáliamiga

    Lindo, lindo este teu poema. Até me fez recordar a Cantiga de Amigo do rei D. Dinis:

    Ai flores, ai flores do verde pino,
    se sabedes novas do meu amado
    Ai Deus, i u é?

    Ai flores, ai flores do verde ramo,
    se sabedes novas do meu amado?
    Ai Deus, i u é?

    Se sabedes novas do meu amigo
    aquel que mentiu do que pôs conmigo?
    Ai Deus, i u é?

    Se sabedes novas do meu amado,
    aquel que mentiu do que mi há jurado?
    Ai Deus, i u é?

    - Vós me preguntades polo voss'amigo
    e eu bem vos digo que é san'e vivo.
    Ai Deus, i u é?

    - Vós me preguntades polo voss'amado
    e eu bem vos digo que é viv'e sano.
    Ai Deus, i u é?

    - E eu bem vos digo que é san'e vivo
    e será vosco ant'o prazo saído.
    Ai Deus, i u é?

    - E eu bem vos digo que é viv'e sano
    e será vosc[o] ant'o prazo passado.
    Ai Deus, i u é?


    Gostaste?

    Qjs


    ResponderEliminar
  11. Olá Cidália,

    Quando o amor não chega a espera é sempre dolorosa e regada a saudade.
    Melancolicamente lindo.
    Gostei da imagem.

    Feliz semana.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  12. Oi Cidália,
    Quando a espera parece ter fim, eis que o amor aparece.
    Linda poesia
    Beijos

    ResponderEliminar
  13. Antes de mais quero dizer, que achei tão engraçado o facto de ao ler poema a mente levou-me até às cantigas de amigo que adorei estudar nos meus tempos de escola. E coincidência curiosa, um comentário com o mesmo pensamento e com o poema da cantiga de El Rei D. Dinis. O tema dessas Cantigas de Amigo é o sofrimento por amor (às vezes, a morte por amor), motivado normalmente pela ausência do 'amigo', uma donzela sofre enquanto espera. Gostei muito Cidália e este poema recordou-me os bons velhos tempos escolares. Um grande abraço

    ResponderEliminar
  14. O meu(minha) também não. Lindo, Cidália... sempre. beijos.

    ResponderEliminar
  15. Maravilhso poema arrasou, tenha uma semana abençoada.
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=eNNlFtDc1-o
    Blog:http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  16. Boa noite, Cidália.

    Toda espera de amor nos põe com náufragos em busca do porto afastado pelas ondas das circunstâncias. Mas que bom que o amor é um barco que pode nos levar à toda parte.

    Ótima semana para você!

    ResponderEliminar
  17. Uma espera muito bonita!! Mas era bom que chegasse. Adorei!!

    Bjs.Visite-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Quando estamos apaixonados as horas parecem que não andam, mais também quando a hora chega é bom demais, Cidália beijos.

    ResponderEliminar
  19. Oi Cidália
    Passando para agradecer a visita
    Beijos

    ResponderEliminar
  20. um dia chega, quando não o esperares.
    beijinho
    :)

    ResponderEliminar