quarta-feira, 6 de maio de 2015

Cobrem-se os céus de nuvens misteriosas.

Cobrem-se os céus de nuvens misteriosas
Esperam-se as tempestades ao anoitecer
Nas areias húmidas da praia, tão briosas
Como as ondas nos beijam ao entardecer

Na calmaria, as tempestades obedecem
Ao amor, que no areal se vai perdendo
Pelas ondas que apreciam e antecedem
Os carinhos apaixonados, acontecendo

Como brisa que suavemente se mostra
Tocando o nosso rosto com a meiguice
Dum abraço amoroso de quem se gosta

São as ondas testemunhas deste amor
Que acalmam os céus, que num ápice
Faziam dos seus mistérios, esplendor
***
Cidália Ferreira

25 comentários:

  1. Poema lindíssimo amiga Cidália.
    bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  2. Excelentemente bonito. Adorei o poema.

    ResponderEliminar
  3. Bem sei que podes considerar a pergunta indiscreta, mas... a que fonte é que a minha amiga Cidália, vai buscar toda essa inspiração?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Lindo e tu Cidália sempre inspirada! bjs,chica

    ResponderEliminar
  5. Oi Cidália,
    Lindo poema banhado com grande inspiração.
    Beijos

    ResponderEliminar
  6. Sempre com alma poética, cheia de amor. Beijos Cidália, parabéns

    ResponderEliminar
  7. Lindo poema e intenso como a maioria dos seus poemas, escritos com a alma.

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Puro amor e sedução num poema muito bonito
    Beijo

    ResponderEliminar
  9. O amor estará sempre presente nos versos das pessoas sensíveis e românticas, já que eles nascem do coração. Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Poema Feito com alma lindo! poema cheio de beleza ,querida amiga beijo.

    ResponderEliminar
  11. Com certeza nuvens lindas e com o sol a aparecer timidamente, irá conspirar os encontros dos amantes sinceros...
    Beijos
    Nicinha

    ResponderEliminar
  12. Sempre com uma inspiração maravilhoso! Poema Lindo... lindo!

    Beijinhos- visite-http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Fátima Gonçalves6 de maio de 2015 às 22:08

    Olá, minha amiga, cá estou eu outra vez.
    E apareço quando tens um poema maravilhoso, que amei ler de verdade. Parabéns pela tua sempre fantástica inspiração. Que nunca te falte

    Beijinho e tudo de bom para ti e para os teus.

    ResponderEliminar
  14. Belo soneto, Cidália. Muito bonito!
    xx

    ResponderEliminar
  15. Querida Cidália que rica inspiração para o dia de hoje! Um tsunami de emoções lindas arrasou neste teu cantinho...AMEI...tanto carinho, tanto amor e tanta sedução presente em cada verso. Parabéns...um poema digno e ai nivel dos grandes poetas...muitos beijsss e uma santa noite

    ResponderEliminar
  16. Só um coração repleto de amor extravasa tão belos versos! Lindo.
    Beijos!
    Mariangela

    ResponderEliminar
  17. Poema maravilhoso arrasou
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=3xZdo8xMv34
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  18. Bom dia Cidália
    Passando para agradecer o carinho
    Beijos

    ResponderEliminar
  19. Marco Aurélio - Brasil7 de maio de 2015 às 15:33

    Ternura em forma de canção... lindo o poema!!!
    Como sempre!!!

    ResponderEliminar
  20. Mais um belo poema de amor. Um amor que nem as nuvens misteriosas lhe podem tirar o encanto.

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  21. um soneto onde se canta o amor e a partilha.
    melodioso e bem rimado.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  22. Lindo Cidália, como tudo que tens por aqui!
    Parabéns por teu blog de tão bom gosto nas poesias que postas!
    Beijos e beijos

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  23. É que pala além de escreveres muitíssimo bem, és uma mulher muito bonita e elegantíssima...aquela tua foto ali em cima, creio que na praia da Barra hummmmmmmmmm...
    Beijinho doce
    :))

    ResponderEliminar